quarta-feira, maio 23, 2018

A "veneração" de imagens

Ao assistir ao jornal hoje pela manhã, vi uma reportagem sobre o dia de Santa Rita de Cássia, comemorado por milhares de pessoa em uma cidade do interior do meu Estado, que virou ponto de peregrinação de fieis depois da construção da maior estátua católica do mundo.

Um dos pontos que mais me chama a atenção nesse tipo de reportagem é a entrevistas com pessoas que vão "pagar promessas" ao santo homenageado... muitas descalças, com roupas de cores específicas, carregando peças do corpo em gesso, etc. ... outro ponto que costumo observar é a extrema devoção da maioria dos peregrinos quando passam pela imagem do(a) "santo(a)" ... tenho muito respeito e admiração pela fé sincera e zelosa da maioria dos que ali estão... mas não posso deixar de verificar o quanto tudo aquilo está distante dos ensinamentos bíblicos. Como ex-católico sei bem do que estou falando.

E se existe uma "ladainha" católica romana que nunca me entrou na cabeça é a seguinte:

"Nós não adoramos imagens de escultura... nós apenas as veneramos".

Um dia desses eu estava fazendo uma pesquisa na Internet, e me deparei com um site católico romano que estava apresentando exatamente este argumento para justificar a quebra do 2º Mandamento (cf. Êxo. 20:4-6).

Aliás, mandamento este que foi abolido radicalmente no Catecismo, talvez porque ele causaria grande constrangimento (apesar da cegueira do povo) se as pessoas começassem a questionar o "porquê" de tantas imagens dentro dos templos, catedrais e santuários. A maioria dos que um dia já questionaram, hoje não estão mais nas fileiras católico-romanas.

Se beijar uma imagem de gesso, ajoelhar-se diante dela, fazer-lhe pedidos e orações, acender velas em sua homenagem, andar quilômetros atrás de um "andor", etc., não for adoração de imagens... então eu não sei mais o que significa "adoração".

São inúmeras as matérias da Imprensa sobre as populares festas em homenagem aos "santos", todas elas com demonstrações públicas, explícitas e organizadas de adoração a imagens de pessoas vivas ou mortas.

Imagem verte mel e atrai muitos fieis
Cidade Natal de Bento XVI vende até "cerveja do papa"
Aposentado morre após pedalar até Aparecida
Estátua de Bento XVI é "abençoada" por Arcebispo de Aparecida
Milhares de fieis visitam o corpo exumado de Padre Pio

Estas são apenas algumas das matérias que arquivei sobre a adoração a imagens largamente incentivada e defendida pelo clero católico.

Dizer que isso não é adoração, é um verdadeiro atentado à nossa inteligência!


Os Evangélicos e o Segundo Mandamento

Frequentemente eu recebo e-mails de pessoas que se sentem atingidas por alguma postagem que coloco aqui no Blog. Normalmente são leitores contrários à fé Adventista, que não concordam com a crença na guarda dos mandamentos (principalmente a do sábado do sétimo dia), por exemplo.

Certa vez, um destes leitores argumentava da seguinte maneira:

"Me mostre no Novo Testamento onde está a REPETIÇÃO do mandamento do sábado, e eu passarei a guardá-lo na Igreja Adventista".

Parece um "desafio" de alguém muito sincero e desejoso de seguir a verdade bíblica... mas a experiência tem demonstrado que não é. Pessoas assim acreditam que o NT deveria ser uma cópia exata do AT, especialmente com relação aos mandamentos. É uma maneira "lógica" de calarem suas consciências desobedientes.

Mesmo depois de você mostrar as inúmeras passagens do NT que comprovam claramente que Jesus, Seus apóstolos e Seus discípulos sempre guardaram o mandamento do sábado (ex.: Lucas 4:16; 23:51-56; Atos 16:11-15; 18:1-4; etc., etc., etc.), estas pessoas continuam dizendo que não podem aceitar esta crença, porque o 4º mandamento não é REPETIDO, PALAVRA POR PALAVRA no Novo Testamento, o que, para eles, demonstra que este mandamento deixou de existir.

O curioso é que eu ainda não vi nenhum evangélico dizer que os católicos estão livres da adoração de imagens, pelo mesmo motivo que citei acima. Afinal, o 2º mandamento TAMBÉM NÃO É REPETIDO, PALAVRA POR PALAVRA, no Novo Testamento.

E agora?

Os católicos estão livres da adoração de imagens porque o 2º mandamento não aparece no NT com as mesmas palavras do AT? 
Qual o "evangélico" que vai se levantar para defender isso?

Como eu digo sempre, a questão nunca é contra a lei de Deus... mas contra o Sábado do Senhor. 

É por isso que o diabo fica irado quando alguém se levanta para defender o Dia que o Senhor escolheu para Si (cf. Apoc.12:17; 14:12). 

A propósito, você já parou para refletir que foram exatamente os dois mandamentos mais extensos que o diabo conseguiu retirar da vida da Cristandade apostatada? (cf. Êxo. 20:4-6; 20:8-11). 

Prevendo isso, talvez, foi o motivo pelo qual Jesus advertiu que nenhuma letrinha, por menor que fosse, deveria ser retirada das Tábuas Sagradas (Mat. 5:17-19). 

A arrogância do papado foi tamanha, que eles retiraram os dois mandamentos que mais continham letras... e os evangélicos seguiram na mesma onda... Hipocrisia pura!

Podem usar os argumentos fajutos que forem, mas eu prefiro seguir na mesma fé que Paulo seguia:

"Porém confesso-te que, segundo o Caminho, a que chamam seita, assim eu sirvo ao Deus de nossos pais, acreditando em todas as coisas que estejam de acordo com a lei e nos escritos dos profetas, tendo esperança em Deus, como também estes a têm, de que haverá ressurreição, tanto de justos como de injustos" - Atos 24:14-15.

Aleluia!




6 comentários:

Walans disse...

Muitooo bom ler este artigo para nos firmar ainda mais na verdade...
Tenho visto coisas absurdas a respeito desta Teologia da Prosperidade, lembro que no ano de 2004 tive a oportunidade de assitir um sermão especial sobre assunto pelo ex-presidente da APO Carlos Alvarenga...na ocasião repassei este sermão para a igreja.O Que me deixa mais apreensivo é que na época não se ouvia falar de Igreja Mundial do Poder de Deus e seus meios mirabolantes de pregar com mais convicção ser uma verdade esta teologia....Tenho visto pessoas em seus despero por estar muitoo endividado, ou por uma doença terminal darem realmente tudo o que tem para uma falsa benção exigida a Deus, e foi assim que a uma grande conhecida de minha mãe morreu, primeiro doou o impossivel, recebeu a cura do Valdemiro, e morreu semanas mais tarde....
Que Deus continue te abençoando Gilson...
Grande abraço...

Walans disse...

Gilson,

certa vez o Pastor Roberto Motta em uma série de evangelismo disse o seguinte...
"Neste momento eu desafio a qualquer um que mostrar na biblia que o sabado foi abolido e o domingo é o dia de guarda, se alguem provar daremos toda aparelhagem aqui utilizada..os carros, e todas as igrejas da APO será desta pessoa".... (foi mais ou menos assim...) Até o momento não chegou nenhuma carta do presidente da APO que a nossa igreja será entregue a alguem que respondeu a esta pergunta...rsrsrsrsrsrs

Abraços...

Gilson Medeiros disse...

Caro Walans, obrigado pelos comentários.

osvaldo disse...

Ola Gilson Medeiros, gostaria de falar sobre o comentario de que não existe no Novo Testamento a proibição de se adorar imagem, pois existe sim, para quem entende o que é adultério. Hoje somos a noiva do messias, somos de um só marido, de forma que se adoramos outros,e dirigirmos nossas´petições a outros que não seje o messias, isto constitui adultério,e isto é pecado. É como marido e mulher ambos sentem ciumes.

Retiro da Transfiguração 2010 disse...

Bom dia.

Sou Católico Apostólico Romano, feliz por ser membro da Igreja fundada por Cristo e não por homens.

Eu sou católico, tenho imagens em minha casa e não as adoro. São imagens, apenas imagens. Se um dia elas quebrarem eu me desfaço delas e as substituo. Ora, Deus é inquebrável e insubstituível. Portanto, afirmar que adoramos imagens, isto sim, é uma ofensa à inteligência.

O nosso Deus estimado Gilson é a Santíssima Trindade, o Deus único em três pessoas: Pai, Filho e Espírito Santo.

O respeito que temos aos santos, igualmente, não é uma adoração. É uma veneração aos homens e mulheres que entregaram a sua vida a Cristo e se sacrificaram ao extremo, muitas vezes com a própria vida, para serem fiéis a Cristo. Então, Deus é o Cristo, santos são grandes homens e mulheres, em quem nos espelhamos para melhor seguir a Jesus Cristo que é o nosso único Deus e Salvador.

A Igreja Católica distingue três formas de culto:

Dulia: culto de veneração aos santos;
Hiperdulia: culto veneração especial direcionada à Maria;
Latria: culto de adoração, este sim, somente direcionado a Deus.

Portanto, caro Gilson, não há adoração nem de imagens e nem de santos na Igreja Católica Apostólica Romana.

Um abraço,

Que Deus o Abençoe.

Gilson Medeiros disse...

Caro moderador do perfil "Retiro..."

Como sempre, o que vejo das argumentações católico-romanas é muito de filosofia e eclesiologia e pouco de Teologia e Bíblia.

Prefiro ficar com o Assim diz o Senhor, e não adorar, venerar, cultuar, etc... qualquer tipo de representação, em honra ao 2o. mandamento da Lei de Deus (Êx. 20:3-17, presente, inclusive, na Bíblia utilizada pelos católicos, apesar de ser usado outro mandamento na doutrinação catequista.

Um abraço
Gilson.

Cursos Básico, Médio e Avançado

Ebook 101 Razões