Um homem bom, que fez coisas ruins

 


Hoje, feriadão, eu estava assistindo um filme na TV, e me deparei com uma frase ao final, que despejou nova luz sobre uma das mais misteriosas declarações da Bíblia, na minha opinião:

"Davi é um homem, segundo o Meu coração" (Atos 13:22).

No filme, um pai faz coisas consideradas erradas do ponto de vista ético e moral, para manter a salvo sua esposa (que depois morre de câncer) e sua filhinha de 12 anos de idade. Mesmo com todas as atitudes erradas que ele praticou, ele demonstrava ser uma boa pessoa, ter um bom coração, e ser um pai dedicado e amoroso.

Ao final do filme, ele morre, e sua filha faz a declaração que serviu de título para esta postagem:

"Meu pai era um homem bom, que fez coisas ruins".

Ora, logo de cara lembrei do verso bíblico citado acima. Muitos se perguntam como Deus pode ter dito algo assim de um adúltero, homicida, devasso e pai relapso como Davi.

Por que Deus não falou isso de Enoque? Ou de Noé? ou de Moisés? Ou de Abraão? Ou de José filho de Jacó? Ou de Pedro, Paulo, Lucas?????

Por que logo Davi?!

Simples... porque Davi era um homem bom, que fez coisas ruins.

Sabe, se tem um tema que é muito falado e pregado nas igrejas é o PERDÃO. Nós amamos ouvir pregações que digam que o perdão é divino, e que perdoar é libertar-se da culpa e do sofrimento.

Mas, na verdade, nós não sabemos perdoar, especialmente aqueles de nós que vivem imersos na "religiosidade" enfadonha e rotineira de cada semana.

Quando um "irmão" cai, somos os primeiros a lhe atirar pesadas pedras.

Quando um jovem vacila no pecado, estamos lá para "chamar o pecado pelo nome", e rotularmos a pessoa de ADÚLTERO, FORNICADOR, DEPRAVADO, etc.

Quando um líder tropeça na fé, muitas vezes nos decepcionamos a tal ponto, que nem mais consideramos aquela pessoa como "irmão"... afinal, ele decidiu "cair no mundo"... não foi?!

Uma vez eu perguntei em um sermão se as pessoas ali presentes votariam em um homem como Manassés para ser o líder de jovens da sua filha ou do seu filho... O silêncio foi total.

Nós rotulamos conforme aquilo que vemos, ouvimos e ficamos sabendo... muitas vezes por fontes terceiras, e nem ao menos nos damos ao trabalho de conversar com o "faltoso" para ver o seu lado da história. Não!

Para sempre será, aos nossos olhos, um ex-viciado, uma ex-prostituta, um ex-adúltero, um ex-corrupto, uma ex-ladra... e por ai vai.

A declaração que Deus faz a respeito de Davi me traz, particularmente, um conforto enorme, pois vejo que Deus me vê como uma boa pessoa, APESAR DOS MEUS (MUITOS) ERROS .

Para Deus eu sou aquele filho bom, amado, respeitado, que merece todo Seu cuidado e sacrifício.

Fiz coisas erradas (e algumas terríveis, que apenas Ele sabe)... mas isso não O impede de me amar e valorizar.

Um dia, quando perguntarem a Jesus o "porquê" de alguém tão ruim como eu ter herdado a Vida Eterna, Ele dirá:

"Gilson era uma boa pessoa, que fez coisas ruins".

Ponto!



Comentários