terça-feira, abril 04, 2017

O sucesso de Harry Potter

É impressionante o sucesso que a série Harry Potter fez no mundo.

Lembro que certa vez saiu uma matéria sobre a venda do 7º livro da saga, o qual vendeu 8,3 MILHÕES DE LIVROS EM APENAS 24 HORAS... veja a notícia de 2007:

"Harry Potter e as Relíquias da Morte", última aventura do bruxinho adolescente, vendeu 8,3 milhões de exemplares nas primeiras 24 horas em que esteve à venda nos Estados Unidos, informou hoje a editora Scholastic, que publica a série.

O número representa uma média de 5 mil exemplares vendidos por minuto, recorde nos Estados Unidos. A Scholastic havia imprimido 12 milhões de exemplares do livro para suprir a demanda dos primeiros dias.

Em comunicado, a presidente da editora, Lisa Holton, afirmou que "a excitação, a ansiedade e a simples histeria que houve no país este fim de semana foi um pouco como a primeira visita dos Beatles aos Estados Unidos".

No domingo, a segunda maior rede de livrarias dos Estados Unidos, a Borders, anunciou que havia vendido em apenas um dia 1,2 milhão de exemplares de "Harry Potter e as Relíquias da Morte".

Em 2005, a Borders vendeu 850 mil exemplares do livro anterior, "Harry Potter e o Enigma do Príncipe", no primeiro dia após o lançamento.

O romance de J.K Rowling, que traz o desfecho das aventuras de Harry na escola de magia de Hogwarts, começou a ser vendido a 00h01 de sábado (21/07/07).

Longas filas e festas organizadas pelas livrarias deram o tom da vigília por um dos livros mais esperados dos últimos tempos.

O site de vendas de livros pela internet Amazon.com recebeu 2,2 milhões de pedidos do mundo todo antes de o romance ser oficialmente colocado à venda, contra 1,5 milhão do livro anterior.

"Harry Potter e as Relíquias da Morte" é o último volume de uma saga que já vendeu 325 milhões de exemplares no mundo todo.

Fonte: Notícias BOL

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Um novo livro do mundo dos bruxos, lançado recentemente, também fez um sucesso estrondoso, vendendo milhões de exemplares em apenas 1 dia (veja aqui).

A edição especial com todos os livros da série, em inglês, custa cerca de R$ 400,00 (com os 7 volumes) no Submarino.com, o que dá uma média de R$ 57,00 para cada livro da saga do "bruxinho". É claro que existem outras opções mais em conta para os fãs.

Mas, o que mais me chama a atenção nas matérias jornalísticas citadas acima, foi que os "fãs" de Harry Potter compraram mais de OITO MILHÕES de exemplares do livro em APENAS 24 HORAS. Até o ano passado (junho/2016), os 7 livros da séria Harry Potter já haviam vendido 450 milhões de exemplares, e toda a franquia (livros, filmes, produtos, etc.) havia faturado a estrondosa marca de US$ 24 BILHÕES (veja outros dados aqui).

Não é de impressionar?! Claro que é!

O que aprender com tudo isso

Eu não quero aqui analisar as razões teológicas, sociológicas e/ou morais pelas quais alguns de desaconselham a leitura de Harry Potter. Certamente, a geração de seus leitores viram algo de bom nas histórias do bruxinho órfão. Segundo eles, itens como aventura, amizade, sacrifício por amor, companheirismo, além da magia, claro, são os fatores do sucesso da série criada por J.K.Rowling (Jêi Kêi, para os fãs).

O que eu gostaria de refletir hoje com você, amigo leitor, é o porquê de estas pessoas darem tanto valor a uma ficção, enquanto que nós, cristãos, temos um apreço tão medíocre pela literatura que edifica e fortalece a nossa fé?

Lembro de certa ocasião, quando ouvi uma pessoa reclamar o quanto os livros da CASA são "caros". Ela tentava se justificar de que não compra materiais da CPB porque eles são "bem mais caros que os de outras editoras", nas palavras dela. Na ocasião, tentei mostrar que o pensamento dela estava equivocado.

Se você parar para analisar com sinceridade, verá que o preço não é problema para estas pessoas que adquiriram o livro de Harry Potter (sem mencionar as inúmeras outras sagas e séries de sucesso, que levam os jovens a "devorarem" livros com centenas de páginas). 

Será que só ricos compraram o livro de Harry Potter? 
É óbvio que não! 

Para estas pessoas, o que está em questão não é a aquisição de um livro, mas a satisfação de uma paixão, de um "amor". Lembro de reportagens que mostravam alguns que até dormiram na fila das livrarias para poderem garantir o seu exemplar de lançamento.

Ah como eu gostaria de ver tamanha "fome" de leitura por parte de meus irmãos e irmãs Adventistas, com relação à nossa excelente literatura denominacional!

Como eu gostaria de ver em cada lar Adventista exemplares de nossos livros, tão inspiradoramente escritos por Ellen White, pelo Pr. Bullón, pelo Pr. Mark Finley, e tantos outros autores e autoras que colocaram no papel, não uma mera ficção com ares diabólicos, mas um "alimento" espiritual capaz de "ressuscitar mortos"...

Estamos no início de um novo trimestre. Até o final dele, faça o seu plano pessoal para adquirir livros de nossos autores, fazer a assinatura de sua Lição de Escola Sabatina e da Revista Adventista, etc.

Antes de dizer que "é caro", ou que a Igreja deveria dar o material de graça, lembre-se dos 8 milhões de pessoas que não pensaram duas vezes antes de tirar seus R$ 60,00 do bolso para comprar um livro que ensina o satanismo.

"Não terás outros deuses diante de Mim..."

Este mandamento trata mais do que apenas condenar aqueles que se ajoelham diante de estátuas de gesso.

Até que ponto eu e você podemos estar nos "ajoelhando" diante de outros "deuses", e dando pouca importância ao que realmente edifica nossa caráter e nos prepara para a vida eterna?!

Pense nisso!

7 comentários:

Alexandre disse...

Extramamente interessante essa reflexão. Muitas vezes as pessoas reclamam de um pão que custa 0,25 centavos e pagam 1 real numa dose de pinga, e infelizmente em nossa vida espiritual estamos fazendo a mesma coisa, o que nos edifica reclamamos, muitos jovens adventistas gastam numa balada 50 reais num final de semana e reclamam por pagar 100 num acampamento com toda infra-estrutura. Desta mesma forma reclamamos em relação as literaturas uma revista veja custa em torno de 7 reais e muitos compram toda semana que num trimestre daria 84 reais, nós reclamos de pagar 7 por trimestre num escelente material e de conteúdo com proveito eterno. Reflitamos mais onde estamos colocando nossos tesouros.

Alexandre Santos
IASD Central - Atibaia

Silmar e Glória disse...

Muito acertada este comentario,que Deus o ilumine cada vez mais.Realmente refletimos pouco sobre as coisas....
Glória silveiro
Porto Alegre
1 de agosto 2007

Conan disse...

Estava navegando e por acaso encontrei o site, concordo com tudo isso, alias quase tudo, mas sinceramente nao seja como todos sao, porque voce ouve falar de um livro ou de seu sucesso nao precisa dizer o que todo mundo diz, para julga-lo leia antes, e depois tera credito por isso, agora porque comprar livros adventistas se temos a biblia, vcs sitao Ellen White (uma mulher como profeta), Bullion e outros tantos nomes, mas e a biblia, e o conhecimento que Deus poderia lhes dar.....

Gilson Medeiros disse...

Prezado Conan, concordo com você, porque muita gente critica Ellen White (uma profetiza, e não "profeta", que é uma palavra masculina) e Bullón (é assim que se escreve...) sem nunca ter lido uma página do que eles, de fato, escreveram. São pessoas que preferem usar a técnica do "papagaio": repetir sem refletir.

Um abraço "bárbaro".
Gilson.

Comida Inimiga da Perfeição disse...

Olá Pastor!!

Eu comprei um livro da Casa Publicadora: "Caminho a Cristo - de Ellen White",minha primeira de muitas futuras aquisições. E o livro é maravilhoso, me edifica na fé e vale cada R$ 18,50 investidos!
E discordo completamente, do fato de os livros oferecidos pela CPB serem caros, os preços são justos e com certeza, tem muito a nos acrescentar espiritualmente.

Adorei o seu post.

Um grande abraço.

Débora - Diadema/SP

Gilson Medeiros disse...

Cara Débora, obrigado pelo comentário.

Quando lemos os livros da CPB, vemos o quanto o Senhor tem abençoado Sua igreja nestes últimos dias.

Pena que alguns de nós não se deu conta disso ainda... mas a esperança continua...rsrs

Um abraço.
Gilson.

A.K.Renovatto disse...

Excelente reflexão. Realmente, Pr Medeiros, as pessoas não medem esforços para conseguir autógrafo, ou para adquirir um livro como esses mencionado. Em falar nesse assunto, um de meus enteados é fã de Harry Potter (é algo que ele acha fascinante). Já conversei com ele cuidadosamente sobre o assunto. Infelizmente, o que mais chama atenção nas pessoas são geralmente coisas que nem trazem benefícios, há livros de ficção que não ensinam nada de bom, até mostram práticas que Deus condena, como práticas boas. Por isso, hoje vemos muitos cristãos achando tudo normal, o modo como certos assuntos são apresentados, fazem o mal parecer o bem. Realmente há livros bons de literatura cristã, e seria mesmo ótimo se as pessoas dessem um pouco mais de atenção a eles. Concordo com seu ponto de vista. Deus o abençoe.

Cursos Básico, Médio e Avançado

Ebook 101 Razões