segunda-feira, junho 22, 2015

Como está sua fé hoje?

Na Bíblia nós encontramos grandes histórias de fé do povo de Deus do passado, que devem nos ajudar a compreender a luta que temos no presente, e esperar a vitória certa do futuro.

Uma destas histórias está registrada em Josué 3:1-17, e convido você a acompanhá-la juntamente comigo hoje. A experiência de Israel na travessia do Jordão nos dá um bom exemplo do que devemos fazer para “atravessar o Jordão de hoje” e herdar a Terra da Promessa.

O povo de Israel havia acabado de sair do deserto, onde peregrinaram por 40 anos. Todos os adultos que saíram do Egito e atravessaram o Mar Vermelho morreram. Apenas Calebe e Josué permaneceram. E Josué agora era o substituto de Moisés para fazer com que o povo tomasse posse de Canaã. Porém, antes de chegar à Terra Prometida, precisariam atravessar o rio Jordão. Esta deveria ser sua primeira conquista. O povo precisava saber que Deus estava com eles.


Como podemos tirar lições para nossa vida espiritual daquilo que ocorreu no passado com Israel?
O que cada um dos elementos deste evento histórico pode contribuir para nossa “travessia” neste mundo de pecado?

I. PREPARANDO-SE PARA A TRAVESSIA (vv. 1-5)

Era necessária uma completa santificação pessoal de cada israelita, antes que eles pudessem receber de Deus a repetição da bênção que ocorreu com seus pais no Mar Vermelho (v. 5).
Nossa jornada espiritual atual também exige um preparo de nossa parte.

1. Oração constante e sincera
2. Leitura sistemática e devocional da Bíblia
3. Realização do culto doméstico diariamente
4. Frequência regular à Igreja
5. Participação ativa no trabalho missionário

Só assim estaremos prontos para “atravessar o Jordão” e estar firmados na Rocha para o grande Dia de Deus.

II. CONDUZINDO A ARCA DA ALIANÇA NA FRENTE DO POVO (vv. 6-13)

A arca representava a presença de Deus entre o povo, pois continha os símbolos do Seu poder e majestade (Hb 9:4): A vara de Arão; a vasilha com o maná; e as tábuas da Lei Moral

O fato de levarem a Arca na frente do grupo deveria trazer vários significados à mente do povo.

1. Deus estaria à frente deles na Nova Terra
2. Os mandamentos seriam o guia orientador na nova etapa de vida, a Norma divina da Nova Terra.
3. Desviando-se do caminho traçado por Deus, fatalmente eles afundariam no pecado. Eles deveriam permanecer sob a proteção da Arca, pois sem ela as águas os submergiriam.

Assim como Israel, nós também precisamos manter a “Arca da Aliança” sempre à nossa frente, pois assim teremos a certeza de que Deus conduz nossos passos e efetua milagres em nossa vida.

III. ATRAVESSANDO O JORDÃO (vv. 14-17)

A Bíblia menciona que as águas estavam em seu máximo nível, o que mostra que Deus escolheu o pior (ou melhor?) momento para a travessia.

Sem a miraculosa intervenção divina, não seria possível a travessia do Jordão naquele período do ano.

O fato de os sacerdotes irem na frente e, ao toque deles, as águas serem contidas, mostra-nos que Deus desejar “entrar” conosco em nossos problemas, ajudando-nos a vencer (Isaías 43:2).

CONCLUSÃO
O povo de Israel seguiu as orientações de Deus e atravessou o Jordão no tempo mais difícil para tal proeza. Além do mais, eles passaram sob a intervenção direta do Pai, que repetiu aos olhos daquela geração nova e, por vezes, cética, o milagre ocorrido 40 anos antes no Mar Vermelho.

Assim como Israel no passado, devemos hoje buscar o preparo espiritual, a santificação necessária para "atravessarmos” este mundo de maldades e pecados, que por tantas vezes consideramos intransponível aos nossos olhos.
Deus deseja operar maravilhas em nossa vida. Mas é preciso que sigamos Suas orientações e busquemos uma íntima comunhão com Sua Pessoa.

O povo de Israel poderia ter escolhido voltar para o deserto, mas resolveram confiar em Deus e receberam a possa da herança prometida.

Assim como eles, nós também podemos escolher que não queremos “morrer no deserto”, mas desejamos nos preparar a cada dia, através da comunhão pessoal e envolvimento na Obra de Deus, para recebermos “a posse da Nova Terra”.

Você deseja fazer este propósito?

Um comentário:

A.K.Renovatto disse...

Ótimo para reflexão! A fé não é algo constante que continua igual desde a nossa conversão. A fé passa muitas vezes por altos e baixos. Devemos "trabalhar e exercitar" a fé, para podermos atingir a meta final, que é o Reino de Deus. Não é fácil manter a fé acesa nos dias atuais, vendo todos os dias a falta de amor de pais para com filhos, de filhos para com os pais, num mundo onde tanta maldade tem imperado, tantos valores invertidos e pecados de toda espécie! Mas o que nos conforta é a certeza de que a salvação está mais perto do que nunca. Cada dia que passa vemos os acontecimentos anunciando a volta de Jesus! Há uma passagem que é a promessa que devemos aguardar. Deus o abençoe, Pr Medeiros e continue abençoando seu ministério de evangelismo.

"Não se perturbe o coração de vocês. Creiam em Deus; creiam também em mim. Na casa de meu Pai há muitos aposentos; se não fosse assim, eu teria dito a vocês. Vou preparar lugar para vocês. E, quando eu for e preparar lugar, voltarei e os levarei para mim, para que vocês estejam onde eu estiver." (Jo 14.1-3)

Cursos Básico, Médio e Avançado

Ebook 101 Razões