segunda-feira, janeiro 23, 2017

"Deus não Se cansa de amar..."

Eu fico impressionado com a criatividade de nossos grandes compositores. Além de letras muito lindas, eu observo o cuidado na escolha dos títulos para as músicas.

Estes dias eu estava ouvindo algumas músicas de uns tempos atrás, e uma me chamou: "Deus não Se cansa de amar".

Que resumo belíssimo de todo o plano da salvação!

Não importa a cor de sua pele... Deus não Se cansa de amar você.
Não importa o saldo da sua conta bancária... Deus não Se cansa de amar você.
Não importa se você mora em um casebre ou em um palácio... Deus não Se cansa de amar você.
Não importa se você é um phD ou se não sabe assinar o nome... Deus não Se cansa de amar você.
Não importa se seu sobrenome é pomposo ou comum... Deus não Se cansa de amar você.
Não importa se seu passado é rico em vitórias ou completo de derrotas... Deus não Se cansa de amar você.
Não importa se os outros o chamam de "doutor" ou de "hei, psiu!"... Deus não Se cansa de amar você.
Não importa se o mundo o ama ou o ignora... Deus não Se cansa de amar você.
Não importa se você é um cristão fervoroso, ou um que se desviou do caminho... Deus não Se cansa de amar você.

Inclusive... não importa se você crê nEle, ou O despreza... Deus não Se cansa de amar você.

A grandeza e a infinitude do amor de Deus por todos nós é algo que não conseguiremos jamais entender, pelo menos não no decurso desta nossa vida miseravelmente atolada no pecado.

Eu, pessoalmente, passei a entender um pouco mais sobre o quanto Deus me ama (a mim, Gilson) quando me tornei pai de 2 meninas. Elas me têm ajudado a entender o quanto os escritores bíblicos foram sabiamente inspirados na utilização do simbolismo "pai-filhos" para nos ajudar a entender nossa relação com Deus.

Quantas vezes eu já não sofri por ver minhas filhas sofrendo! 
Quanto já não chorei por dentro por não conseguir amenizar-lhes alguma dor! 
Quantas vezes eu fui mal compreendido por querer dar-lhes algo melhor, mas que era diferente daquilo que elas, em suas mentes infantis (tomara que Gabi não leia isso... rsrs), pensavam ser mais interessante! 
Quantas vezes não tive que repetir a mesma orientação, e bastava virar as costas para que elas fizessem exatamente o contrário!

Apesar de todo esforço e abnegação que o cuidado delas me custam, eu seria capaz de dar minha vida se isto fosse necessário para que a Amarilis (Gabi para os íntimos), de 17 anos, ou Iris (quase 12 aninhos) tivessem a chance de continuar vivendo, mesmo que eu já não mais estivesse ao seu lado...

É assim que Deus age... exatamente assim!

Agimos como filhos mimados, egoístas, egocêntricos... mas Ele continua lá, nos amando.
Basta que Ele "vire as costas" para que façamos exatamente o contrário do que Ele orientou... mas Ele continua lá... amando.

Muitas vezes, como adolescentes rebeldes e "cabeçudos", agimos como se quiséssemos que Ele não mais Se intrometesse em nossas vidas... mas Ele não sai de lá... e amando...

Que amor é este?!

Você já parou hoje para tentar compreender o que Deus sente por você?

"Será que uma mãe pode esquecer o seu bebê? Será que pode deixar de amar o seu próprio filho? Mesmo que isso acontecesse, Eu nunca esqueceria vocês" - Isaías 49:15 (NTLH).

Oh, Senhor, obrigado por nos tratar como filhos!
Obrigado por nos permitir chamá-Lo de "Pai"!


PS.: Sinto muita pena daqueles cristãos que só conseguem ver a ira, a "justiça" e a punição divina... Não conseguem enxergar além do véu do legalismo e verem a grandeza da graça e do amor que Deus sente por todos nós...

 

2 comentários:

irmão leitor disse...

Fico impressionado com os compositores e letristas. Eles conseguem em poucas frases, e em dois ou três minutos, falar o que pregadores tentam em 30, e nem sempre são claros.
Para o caso do artigo "Deus não Se cansa de amar" permita-me levantar uma questão: há livros, artigos e sermões que associam o nome de Deus com tragédias, sofrimento, dor, tristeza e morte, desde o dilúvio até a batalha final no fim do milênio - mas os hinos raramente fazem isso. Tão raro que bem provavelmente nem lembremos de um.
Agora, que "Deus não Se cansa de amar", ou palavras similares, estamos repletos de lembranças.
Doces lembranças!

A.K.Renovatto disse...

Excelente texto! Realmente alguns compositores expressam muito bem o amor de Deus, e música boa música sempre é uma dádiva! O exemplo que deu, Pr Medeiros, foi muito oportuno! Se nós seres humanos somos capazes de fazer tudo pelos filhos, por amor a eles, imagine Deus!!! Concordo com você quando diz que muitos só pensam na punição divina, legalismos etc e acabam não enxergando o amor de Deus e a Sua misericórdia infinita! Claro que hoje muitos pais estão deixando a desejar, muitos pais contra os filhos, filhos contra os pais, mas o natural é que os pais amem seus filhos incondicionalmente (e por isso, você ao mencionar seu amor pelas duas filhas foi feliz)! E não se preocupe se sua filha ler sobre a "mentalidade infantil" dela hehehe. Hoje ela pode não entender e se achar madura o suficiente para viver, mas daqui a uns anos, ela irá olhar para trás e ainda vai dizer: "Bem que meu pai dizia...meu pai tinha razão". Quando vamos ganhando experiência de vida, uns cabelos brancos, alguma coisa de positivo ganhamos rsrs. Maturidade é uma dessas coisas! Então, creio que no futuro suas filhas irão lembrar de seus conselhos e vão, enfim, entender que você tinha razão! Comigo foi assim, hoje lembro de muita coisa que meu pai me dizia e na adolescência achava exagero, hoje lembro e penso: "Ele tinha razão". Mas só entendemos isso, quando temos nossos filhos rsrs. Deus é um Pai que nos ama, exorta, corrige, e podemos compreender um pouco melhor sobre a intensidade do amor de Deus, quando analisamos que mesmo imperfeitos, tentamos dar o melhor aos filhos! Deus a mesma coisa, com a diferença de que Deus é perfeito e vai muito além do que nós seres humanos estamos dispostos a fazer por amor! Parabéns por este texto, muito gratificante!

"Vejam como é grande o amor que o Pai nos concedeu: sermos chamados filhos de Deus, o que de fato somos! Por isso o mundo não nos conhece, porque não o conheceu."(1 João 3:1)

Cursos Básico, Médio e Avançado

Ebook 101 Razões