segunda-feira, maio 28, 2012

Um cachorro de US$ 12 milhões

Estes dias eu estava preparando um sermão, e lembrei de uma matéria da revista Época de alguns anos atrás, a qual trouxe a notícia da morte de uma milionária americana, a senhora Leona Helmsley, que morreu aos 87 anos de idade (Época, nº 485, pág. 18).

O fato curioso é que ela deixou 12 milhões de dólares de sua fortuna para seu cãozinho de estimação. A curta nota sobre a senhora Leona informava ainda que ela era considerada uma pessoa cruel, que parecia não gostar muito de "gente".

Ao reler a notícia eu fiquei refletindo sobre como a Bíblia é sábia ao dizer que onde está o nosso tesouro estará também o nosso coração (e o contrário também pode ser real). Também lembrei sobre o que Jesus disse sobre a multiplicação da "iniqüidade", e que levaria a um "esfriamento" do amor no coração de quase todos. Outro texto que me veio à mente foi aquele em que Jesus compara o ser humano a um animal (no caso, um passarinho) e reafirma Sua "preferência" - o ser humano.


Casos como o da senhora Leona (que não são raros, haja vista o quanto se gasta em "pet-shops" e "salão de beleza animal" em nosso país, por exemplo), mostram o quanto a Bíblia é um livro atual e relevante para a sociedade moderna.

Quantas vezes vemos nas ruas das grandes cidades (e as pequenas também não estão mais tão longe disso) um grande número de seres humanos que até gostariam de viver uma "vida de cachorro", se este cachorro fosse o animal de estimação de uma socialite como a senhora Leona (e o Brasil também está cheio delas - recentemente até um "reality show" destas ricas mulheres foi transmitido na TV).


A que ponto nossa "humanidade" chegou?!


Seres humanos, feitos à imagem e semelhança da Majestade do céu, valem muito menos que animais irracionais - fofinhos e cheios de "fru-frus"... mas irracionais.
Como deve ter sido triste a vida desta senhora. Chegar aos 87 anos sem amigos, sem companhia, sem amor... apenas o de seu cãozinho Trouble.

- O que aconteceria em nosso mundo se aqueles que detém a maioria das riquezas voltassem seus corações para seus "irmãos" carentes e necessitados?
- O que aconteceria se empresários milionários (como aquele que gastou R$ 400 mil em uma noite de farra lá no Oriente Médio - clique aqui) deixassem de colocar seu coração no dinheiro, e passassem a depositar sua fortuna no Banco do Amor?
- O que aconteceria se aqueles que lucram R$ 4 bilhões em seis meses (como os grandes banqueiros do nosso país) deixassem de olhar para as pessoas como meros "cifrões"?



- Como seria nossa Igreja se aqueles que têm de sobra seguissem o exemplo de nossos mais ilustres pioneiros (Atos 2:42-47; 4:32-35)?



Oh, Senhor, volte logo!


O amor já esfriou.... de quase todos.

2 comentários:

Andreia Sousa disse...

Obrigada!Digo obrigada porque à muitos dias, tenho pensado nisto mesmo. Tudo isto que o senhor falou sobre essa matéria é tudo o que penso ultimamente quando vejo nas páginas da internet estas notícias absurdas, e vejo que o Espírito Santo te usa agora para falar sobre isto.Agradeço a Deus porque a Sua Palavra não falha e podemos ver isto a cada dia em nossa vida. Um dos textos b´blicos que não sai da minha cabeça esses dias é este "o amor de muitos se esfriará".E quando falamos deste texto podemos observar que infelizmente ele tem se cumprido na vida de muitos irmãos, e de todas estas maneiras que o senhor falou. Se a igreja hoje fosse movida por esse amor que está faltando com certeza já estariamos desfrutando da glória do céu que o Senhor Jesus já preparou para cada um de nós.Que Deus te abençoe ricamente, e continue te usando em todos os momentos de sua vida!
Ps.Leio seu blog todos os dias e gosto D+.Um abraço!

Luis Chacon disse...

Já ví absurdos maiores: já um sheik mandar fazer um caixa eletrônico de Ouro, um carro de plantina creio ou de ouro mesmo (parece que a platina é mais cara que o ouro). Já li também que George W. Bush poderia ter acabado com a fome na África e não o fez, em vez disso gastou com guerras e armamentos. eu tenho 5 cães, acabo de adotar mais um, não fui ao Pet Shop comprar, nem fui em casas de adoção, apareceram na porta de casa famintos. A Tuca apareceu num inverno de -3 graus, se via as costelas da cadelinha, coloquei para dentro, e a surpresa, estava grávida, nasceram 5 ficamos com 3 mais a mãe. Nesta semana apareceu o Zeca, perdido na porta da minha casa, estamos com ele também, não tem luxo, mas damos comida e cuidado em troca de amor sem frescuras. Seres humanos também mandei pra dentro de casa, minha filha engravidou ai no Brasil, depois de todo o rolo que podem imaginar, pedi que ela viesse com o namorado e a barriga. Hoje estamos todos por aqui tentando levar a vida. Não sou rico nem tão bem de situação, mas tenho visto, quase que literalmente, a mão de Deus nos guiando e ajudando. abraço a todos.

Cursos Básico, Médio e Avançado

Ebook 101 Razões