segunda-feira, junho 18, 2012

A Lei durou só até João Batista?


Recebi este email há algum tempo:

Me chamo XXX, tenho 19 anos, sou Adventista a 10 anos. Sou o secretário de minha igreja, mas atualmente estou com uma dúvida em relação a doutrina de nossa igreja, tenho enviado e-mails para vários pastores mas até agora não fui respondido.

A dúvida é: recentemente debati com um cristão da igreja Batista a respeito da validade da Lei de Deus, e citei aquele verso de Mateus 5:17 "Não penseis que vim abolir a lei ou os profetas, não vim para abolir mas para cumprir", só que a versão da Bíblia dele é na linguagem de hoje NTLH. Foi ai que a coisa complicou, pois nessa versão diz exatamente "Não pensem que vim abolir a Lei de Moisés ou os profetas". Sendo assim, ele afirmou que Jesus não se referia ao decálogo mais sim a Lei de Moisés, e sendo assim eu teria que guardar toda a Lei cerimonial de Moisés já que Jesus não veio abolir, afirmando ele dessa maneira que Jesus cumpriu a lei na cruz, citando os versos do apóstolo Paulo em Romanos e Gálatas e o do próprio Jesus quando disse no evangelho de Lucas que a Lei e os profetas duraram até João.
 

Gostaria de uma explicação pois eu fiquei completamente sem palavras para poder explicar a ele do que se tratava os textos.

Segue o que respondi para ele na época:

Caro xxx, vamos por partes:

1) Mat. 5:17 está escrito da seguinte maneira no original grego (apesar de o catolicismo, equivocadamente, ensinar que Mateus escreveu em aramaico):


-->
Mh. nomi,shte o[ti h=lqon katalu/sai to.n no,mon h' tou.j profh,taj\ ouvk h=lqon katalu/sai avlla. plhrw/saiÅ

OBS.: O texto está "transliterado" em função de nem todas as máquinas possuírem caracteres gregos instalados.

Não penseis que vim revogar a Lei ou os Profetas; não vim para revogar, vim para cumprir” (Almeida Revista e Atualizada).

A palavra em vermelho (NOMOS) é a expressão grega que foi traduzida por LEI em nossa língua. Veja que não aparece a palavra “Moisés” (Mwu?se,wj) neste verso bíblico, o que mostra que não se pode traduzir Mateus 5:17 por “lei de Moisés”, como está na NTLH.
-->
É por isso que se diz em Teologia que o texto só deve ser corretamente interpretado quando ele é visto em seu original, ou seja, no hebraico/aramaico para o Antigo Testamento, ou no grego para o Novo Testamento. Este estudo profundo do sentido do texto nós chamamos de "exegese". E a tradução NTLH já se mostrou deficiente em diversos pontos de sua tradução.

Quando Jesus falou em Mat. 5:17 que não veio abolir a Lei, Ele não estava Se referindo especificamente à lei cerimonial, que era passageira, mas sim à Lei moral, o que pode ser facilmente visto no verso seguinte: “Porque em verdade vos digo: até que o céu e a terra passem, nem um i ou um til jamais passará da Lei, até que tudo se cumpra”. Todos sabemos que as leis cerimoniais deixaram de ter sentido após o verdadeiro Cordeiro ser morto na Cruz.

2) “A lei e os profetas duraram até João” (Luc. 16:16)

A expressão “a lei e os profetas” neste verso de Lucas é semelhante à de Mateus 5:17, mas não é igual. Veja que lá Jesus diz “a lei OU os profetas”; mas aqui Ele diz “a lei E os profetas”.

Quando Jesus diz “a lei e os profetas”, Ele está fazendo referência a todo o Antigo Testamento, porque era assim que a Bíblia hebraica era dividida: Lei, profetas e salmos (cf. Mateus 7:12; 22:40; Luc. 24:44).

Se usarmos o raciocínio de seu amigo batista, dizendo que Jesus ensinou em Luc. 16:16 que a lei moral (ou seja, os 10 Mandamentos) só vigorou até João Batista, também deveríamos usar o mesmo raciocínio para dizer que os PROFETAS também só existiram até João Batista. E isto é verdade? É claro que não! Basta ver o livro de Apocalipse, a grande prova de que existiram profetas depois de João Batista (aliás, outro João... que irônico!). E nem vou mencionar as inúmeras passagens que dizem que na Igreja também haveriam outros com o dom de profecia nos últimos dias...

Portanto, não podemos misturar Mateus 5:17 com Lucas 16:16, porque nestas duas passagens Jesus está dizendo coisas totalmente diferentes, apesar de as palavras usadas serem quase as mesmas.

Em Luc. 16:16 Jesus está dizendo que as profecias do AT (a lei e os profetas) se cumpriram todas até João Batista, pois ele foi o último profeta a preparar o caminho do Messias esperado. Não tinha nada que ver com a validade da Lei Moral dos 10 mandamentos.

3) Temos que entender uma coisa...

O problema dos que não aceitam a validade dos 10 mandamentos é exatamente esta incoerência com que eles se deixam guiar no estudo da Bíblia. Dizem que a Lei passou, e que hoje vivemos pela graça, mas dizem que há 9 mandamentos que ainda estão em vigor. Basta perguntar para seu amigo se adultério é pecado... certamente ele vai dizer que é.


Entretanto, segundo o que pregam dos antinomistas (os que se opõem à Lei de Deus), adultério, por exemplo, não deveria mais ser pecado, pois eles acredita que a lei passou. O mesmo com a adoração de imagens, mas dificilmente você encontrará um evangélico que não condene os católicos por adorarem imagens, apesar de esta proibição explícita aparecer apenas nos 10 Mandamentos, e em nenhum outro lugar da Bíblia (com as mesmas palavras do 2º mandamento de Êxodo 20).


Vê que incoerência?!

Sabe XXX, no fundo no fundo, o que eles questionam mesmo é o sábado. Esta história de dizer que a lei passou não é verdadeira, e eles sabem disso. O que eles querem derrubar é a crença de que o sábado do sétimo dia ainda tem valor hoje. Isso é que os deixa irritados com os Adventistas, porque eles dizem que nós queremos nos salvar por guardar mandamentos, o que é uma tremenda falta de conhecimento (ou ignorância ou má-fé pura) sobre a doutrina Adventista.

Graças a Deus que até no último livro da Bíblia está muito claro que o povo de Deus dos últimos dias seriam aqueles obedientes na guarda dos mandamentos (cf. Apoc. 14:12; 12:17), e que conciliavam esta obediência com a fé em Jesus.

Só conheço um povo profético que faz isso...


Um abraço.
prof. Gilson.

14 comentários:

Rodrigo disse...

O que o povo não entende é que a versão da bíblia NTLH é mais uma versão para meditação e não para um estudo aprofundado da bíblia.

Por isso é sempre bom usar várias versões bíblicas no estudo diário.


"A graça do Senhor Jesus Crito, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo estejam com todos vós".

Prof. Gilson Medeiros disse...

Parabéns pelo comentário, Rodrigo.

elton disse...

não seria masi facil,convencer as pessoas sobre as coisas futuras,por ex:que explica que o papa segundo o que todos acreditam sera besta quer que todos tenham um dia de descanso mas que não poderia ser o sábado,será que as pessoas acreditam em um ser do que em Deus?

Prof. Gilson Medeiros disse...

Caro Elton, obrigado pelo comentário.

Acredito que vc encontrará muito material sobre o tema que sugeriu, dando uma navegada nas postagens do blog.

Um abraço.

Anônimo disse...

Prof.Gilson quando falo p alguem sobre a lei do nosso Deus e o sabado nao e aceito fico de certo modo maravilhado,por que esta escrito EZEQUIEL.20;20 pois sabemos que o mundo vai nos odiar por isso pesso oraçao de todos p/ todos QUE O ESPIRITO SANTO ABITE EM CADA CORAÇAO
Clebio

Prof. Gilson Medeiros disse...

Caro Clebio, muito obrigado por seu comentário.

Só não esqueça de uma coisa:
A lei não salva ninguém, e por isso muitos que hoje se vangloriam de estarem sendo "fiéis", infelizmente, vivem uma vida muito mais longe de Deus do que milhares que ainda não conheceram a maravilha de ser obediente ao Senhor, guardando Sua Lei.

Jesus é o que importa! Tudo o mais é acessório para nos conduzir a Ele.
Não esqueça disso.

Daniel Martins disse...

Boa Noite.

Interessante.Mas no original também não apareçe titulo em Ex. 20 nem a palavra mandamento, e sim decálogo.A lei nunca foi uma ordem e sim um conselho, não é prerrogativa para salvação.Tiago 2;10 Por que qualquer que guardar toda lei e tropeçar em um (só ponto) tornou-se culpado de todos.A pergunta não quer calar.Quem de VÒS outros guarda todos os mandamentos?Rm 3;23 Por que todos PECARAM e privados estão da glória de Deus.Se os mandamentos são prerrogativa para salvação ninguém poderá ser salvo.

Gilson Medeiros disse...

Caro Daniel Martins, ainda me impressiono (apesar de tanto tempo) com a capacidade que vocês têm em burlar o texto bíblico, para que ele se "ajuste" ao egoísmo de seus corações.

Vocês, que desprezam a Lei do Senhor, são mesmo muito criativos! Tenho que admitir!

Um abraço.
Gilson.

Francisco A. de Azevedo disse...

A Lei no seu sentido total só durou até João, veja um exemplo:

Quanto aos dez mandamentos, acatá-los no contexto da nova aliança.

No contexto da Nova Aliança, os Cristãos tem a sua vida ministrada pelo Espírito e não pela lei.

Nova Aliança, não há aquela rigidez velho testamentária quanto a um dia especifico de guarda, veja:

Rom 14:
5- Um faz diferença entre dia e dia, mas OUTRO JULGA IGUAIS TODOS OS DIAS. Cada um esteja inteiramente seguro em sua própria mente.
6- AQUELE QUE FAZ CASO DO DIA PARA O SENHOR, O FAZ, E O QUE NÃO FAZ CASO DO DIA PARA O SENHOR, O NÃO FAZ. O que come, para o Senhor come, porque dá graças a Deus; e o que não come, para o Senhor não come, e dá graças a Deus.

Portanto quem tem a vida ministrada pelo Espírito Santo, não é um legalista exacerbado, pois caso contrário teria que cumprir o mandamento ao pé da letra, como manda a lei, veja:

êxodo:
31.14 Portanto, guardareis o sábado, porque é santo para vós outros; AQUELE QUE O PROFANAR MORRERÁ; pois qualquer que nele fizer alguma obra SERÁ ELIMINADO do meio do seu povo.

Então não executar esta pena de morte para os profanadores do sábado era não cumprir a lei. Se a lei é valida as penalidades também. O MANDAMENTO SE CUMPRIDO A PÉ DA LETRA NENHUM DE NÓS ESTARIA VIVO, NÃO É MESMO?

POR ISTO FOI DITO PELOS DISCÍPULOS: Atos 15.10 Agora, pois, por que tentais a Deus, pondo sobre a cerviz dos discípulos um jugo que nem nossos pais puderam suportar, nem nós?

Mas parece que não adianta te explicar estas coisas, pois conseguem entender?

Por isto, os mandamentos são válidos no contexto da nova e eterna aliança, e não no contexto da antiga, pois Jesus mudou isto, quando do quase apedrejamento da mulher adúltera, e penso que faria o mesmo no caso dos profanadores do sábado.

Então, muito da lei foi mudado!

Não entendo a guarda dos mandamentos para os cristãos gentios, como entende a doutrina da IASD.

Muitos que se vangloriam de guardar os dez mandamentos, tem muitas destas características, abaixo:

PROSTITUIÇÃO, IMPUREZA, LASCÍVIA, IDOLATRIA, FEITIÇARIA, INIMIZADES, PORFIAS, CIÚMES, IRAS, DISCÓRDIAS, DISSENÇÕES, FACÇÕES, INVEJAS, BEBEDICES, GLUTONARIAS;(quase tudo isto não é lembrado nos dez mandamentos, EXCETO IDOLATRIA e prostituição);

Muitos dos que se vangloriam de guardar os dez mandamentos, não tem no seu caráter os frutos do Espírito, ou seja:

AMOR, ALEGRIA, PAZ, LONGANIMIDADE, BENIGNIDADE, BONDADE, FIDELIDADE,MANSIDÃO, DOMÍNIO PRÓPRIO,PERDÃO, GRATIDÃO E ETC, pois muitos legalistas, só vêem os dez mandamentos e se esquecem que estes traços de personalidade não são estabelecidos no caráter, pela lei, mas pelo Espírito de Deus.

Tudo muito explicado em gálatas 5.

Sem mais para o momento,

Cordialmente,

osvaldo disse...

ola, farei um comentario a respeito do assunto, e uma pergunta também´
Temos que acreditar que é Deus quem revela as coisas, e as revela como Ele quer, é por isso que os comentarios tem que haver ponderação de ambas as partes, e cada um de nós houvir a compreensão do outro sem dizer que ele esta errado,quem sou eu para dizer que só a minha compreensão e certa, porque agindo assim poderei estar pecando contra Deus, ja que é Ele quem no revela.
Não cabe a mim convencer a quem quer que seja, e sim cabe a mim ouvir, e se possivel espor minha compreensão quanto ao assunto.
Õra não é assim que foi dito, cada um segue aquilo que recebeu de Deus.
Eu jamais vou seguir um pensamento que não é aquele que com exaustão lei e releio, e não consigo ser convencido o contrario.
Um conselho, temos que nos esvaziar das compreenções alheias, e buscar ter suas proprias interpretações, porque isto é fato se voçe cresce numa certa denominação,voce tera 90% de chanche de ter os mesmos pensamentos que eles.
Todos nós temos que ser sacerdotes de nos mesmo. do contrario sem saber estaremos seguindo cegos, e ambos cairemos no buraco.
Se realmente voçe acredita que é Deus quem revela, tenha primeiro a sua convicção, podera ser a sua convicção a revelada, ai sim voçe estara pronto pra ouvir e se possivel ensinar.

Anônimo disse...

Eu li em uma Bíblia(origem católica)
Lc.16:16 cujo texto omitia a preposição até,pelo simples fato que
no original não consta a preposição
até,pois ela foi acrescentada.

A tradução procurava ser o máximo possível fiel ao texto.
A LEI e os profetas duraram João.

Armindo Neumann disse...

As pessoas sempre adaptando o Eterno aos seus caprixos. Só não se esqueça que há muitos judeus messiânicos que não se dobraram diante de roma e de sua doutrina babilonica. Achamos interessante o trabalho que vcs(adventistas) realizam, dos criatãos, são os que mais se aproximam, mas ainda esperamos anciosos pelo seu retorno á torah e a Jerusalém. Shalom meu irmão. Shavua tov

claudia disse...

Mas é dificil mesmo gente essa questao para quem.nasceu na mentira de que agora so vivemos pela gracas. Ja fui pastora evangelica e essas e eu tinha meus questionamentos sobre o sabado, nao gostava muito de pensar sobre isso porque era pmim incoerente guarda nove e desprezar o quarto, nao entendia por que Deus deixou essa pauta na lei se ja tinha caido em descrédito mas sendo q a Lei é eterno, isso eu sabia. Entao eu achava melhor nao pensar sobre isso alem do mais tem uma venda nos nossos olhos que nao nos permitia ver. A fascinacao pela religiao, as amizades, a devocao do povo aos lideres e obediencia total tudo isso é uma dorma de cegueira.Veja que incoerente: no verso em.seguida desse que estamos discutindo(verso17) Jesus reafirma " É mais facil passar o céu e aterra do que cair um til da Lei". E ai? Sera que nao leem ate o final?
Simplesmente é obra de satanas fazee xom o homem se esqueça desse dia que é o antídoto contra o ateísmo e darwismo

Gilson Medeiros disse...

Prezada Claudia, muito obrigado pelo seu testemunho. É muito bom ver que Deus tem pessoas sinceras em todas as igrejas, que estão ansiosas por perderem esta "venda diabólica" que o inimigo coloca.

O sábado será o tema da controvérsia final entre Deus e o inimigo... e você já sabe de que lado devemos estar.

Um abraço
Gilson.

Cursos Básico, Médio e Avançado

Ebook 101 Razões