segunda-feira, junho 01, 2015

Santificação: O que eu devo fazer neste processo?

Em postagens anteriores eu abordei um pouco sobre as 3 FASES DA SALVAÇÃO: Justificação, Santificação e Glorificação.

Os Adventistas creem que a justificação ocorre UNICAMENTE através da fé nos méritos salvíficos de Jesus Cristo, nosso Senhor (cf. Apoc. 14:12). Nossas obras, por mais positivas que sejam, não têm qualquer contribuição nesta fase do processo - a JUSTIFICAÇÃO. Uma lição da Escola Sabatina de um trimestre passado (sobre Romanos) demonstrou isso muito bem.

Ou seja, ninguém é salvo porque pratica "boas obras". Elas não são um "meio" para a salvação, mas apenas uma "evidência" da santificação que está ocorrendo na vida do crente.

E qual a minha parte neste processo de SANTIFICAÇÃO?

A santificação é produto da ação de Deus na vida do cristão. Todas as três Pessoas da Trindade estão envolvidas, produzindo santificação em nós.

Deus, o Pai

O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, alma e corpo, sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. Fiel é o que vos chama, o qual também o fará" - 1Tess. 5:23, 24 (Ver também: Ezeq. 37:28).

Deus, o Filho

Por isso foi que também Jesus, para santificar o povo, pelo Seu próprio sangue, sofreu fora da porta” – Heb. 13:12 (Ver também: Efés. 5:25-27; Heb. 2:11).

Deus, o Espírito Santo

...para que eu seja ministro de Cristo Jesus entre os gentios, no sagrado encargo de anunciar o evangelho de Deus, de modo que a oferta deles seja aceitável, uma vez santificada pelo Espírito Santo” – Rom. 15:16 (Ver também: 1Cor. 6:11).

A santificação consiste na transformação moral do crente, segundo a imagem de Jesus Cristo. Esta transformação se dá pela comunhão do crente com Cristo.

Antes de prosseguirmos, é bom lembrar que:

- Na justificação eu RECEBO a Cristo.
- Na Santificação eu ANDO com Cristo.

Assim, a justificação é o começo da vida espiritual do crente COM Cristo, e a santificação é a continuação da vida espiritual EM Cristo.

O que está sendo santificado pela verdade, exercerá domínio próprio e seguirá os passos de Cristo até que a graça se perca na glória. É imputada a justiça pela qual somos justificados; aquela pela qual somos santificados, é comunicada. A primeira é nosso título para o Céu; a segunda nossa adaptação para ele” - Ellen White, Mens. aos Jovens, pág. 35.

Por uma questão didática é que nós separamos "justificação" de "santificação". Contudo, na vida prática, ambas formam uma unidade inseparável. Isto é o que podemos concluir com base nos exemplos bíblicos e na citação de Ellen White, mencionada acima.

Vejamos um exemplo:

Quando Jesus perdoou, promoveu e por Sua palavra concedeu poder à mulher arrependida (justificação), imediatamente acrescentou que Ele era a luz do mundo e quem O seguisse não andaria em trevas.


A partir do momento em que a mulher passou a seguir a Jesus, iniciou-se sua vida de santificação.

Mas vós sois dele, em Cristo Jesus, o qual se nos tornou da parte de Deus sabedoria, e justiça, e santificação, e redenção” – 1Cor. 1:30.

Uma vez que Jesus Cristo é indivisível, Ele concede justificação, santificação, sabedoria e redenção numa unidade indivisível.

O âmago da mensagem bíblica do evangelho é crer em Cristo, estar em Cristo, seguir a Cristo, e na contemplação dEle ser transformado, mediante o Espírito, Santo à Sua semelhança de caráter.

Adaptado da apostila de Soterologia, SALT-IAENE 2004.

O mais difícil Ele já fez...
Vamos fazer a nossa parte também?!

A propósito, já fez sua Assinatura da Lição da Escola Sabatina para o próximo trimestre?

Um comentário:

A.K.Renovatto disse...

Muito bom o artigo. Fico me perguntando se haveria salvação se fosse pela caridade ou prática de obras boas. Nunca seríamos salvos, porque por mais que fizéssemos não adiantaria (meu pensamento particular). Eu também creio que a salvação não é pelas obras. Claro que quem serve a Deus, como consequência vai apresentar boas obras (caridade, serviço na Obra de Deus etc), mas não para ser salvo, mas por se sentir grato a Deus pela sua infinita misericórdia e amor. Muito oportuna a matéria! Seu blog tem sido um lugar para "relaxar" e ter momentos de reflexão em meio a tantos problemas. Deus o abençoe, Pr Medeiros.

Cursos Básico, Médio e Avançado

Ebook 101 Razões