quarta-feira, maio 30, 2012

Como escolher o "pastor" ideal?

Recebi um texto muito legal, sobre uma hipotética seleção de candidatos ao ministério.

É mais um daqueles textos que os amigos enviam para nossos e-mails, e que nos fazem refletir sobre nosso comportamento, nossas atitudes, nossos conceitos...

A vida cristã, como bem disse um dos principais autores bíblicos, é uma vida "renovada", uma "nova vida". Os velhos "pré" conceitos deveriam ficar de lado, e darem lugar a novos horizontes, novas maneiras de ver o mundo... e principalmente... as pessoas.

Veja a lista de candidatos abaixo, e reflita se eles seriam aceitos, através de seus currículos, para uma possível vaga de pastor em sua igreja... Leia o texto como se a "análise curricular" estivesse acontecendo em alguma reunião de Comissão..

O que se segue é um relatório confidencial sobre vários candidatos sendo considerados para o pastorado.

Adão: Bom homem, mas com problemas com a esposa. Também houve uma informação de que ele e a esposa se comprazem em caminhar nus pela mata.

Noé: Pastorado anterior de 120 anos, sem obter sequer um converso. É muito dedicado a projetos de edificação extravagantes.

Abraão: Embora tenhamos informações sobre prática de troca de esposas, os fatos parecem indicar que nunca dormiu com a esposa de outro homem, mas ele ofereceu compartilhar sua própria esposa com outro homem.

José: Um grande pensador, mas um tanto convencido que acredita em sonhos, pondo-se a interpretá-los. Temos registro de passagem pela prisão.

Moisés: Homem modesto e manso, mas um pobre comunicador, chegando às vezes a gaguejar. Houve ocasiões em que perdeu a paciência e agiu de modo rude. Há quem diga que deixou uma igreja anterior sob acusação de assassinato.

Davi: O líder mais promissor de todos, até que descobrimos um caso que teve com a esposa de um dos seus obreiros.

Solomão: Grande pregador, mas nossa casa pastoral não teria espaço para aquelas tantas esposas [e sogras] dele.

Elias: Dado à depressão. Entra em pânico sob pressão.

Oséias: Um pastor terno e amorável, mas nosso pessoal não terá como lidar com a ocupação da esposa.

Débora: Forte líder e parece ser ungida, mas é mulher.

Jeremias: Emocionalmente instável, alarmista, negativista, sempre lamentando coisas. Relata-se que fez uma longa viagem para sepultar roupas íntimas às margens de um rio.

Isaías: Reivindica ter visto anjos na igreja. Tem problemas com a linguagem.

Jonas: Recusou o chamado de Deus ao ministério até ser forçado a obedecer, sendo engolido por um grande peixe. Ele nos disse que o peixe mais tarde o vomitou numa praia perto daqui. Deixamos em suspenso.

Amós: Muito atrasado e sem polimento. Com alguma instrução no seminário poderia oferecer alguma promessa, mas se encrenca com pessoas ricas. Poderia adequar-se melhor a congregações mais humildes.

Melquisedeque: Grandes credenciais no atual local de trabalho, mas de onde procede esse sujeito? Não há informação em seu "Currículo" a respeito de ocupações anteriores. Todos os espaços a respeito de seus pais foram deixados em branco e ele se recusa a fornecer a data de nascimento.

João: Diz que é batista, mas definitivamente não se veste como alguém que o seja. Dormia por meses ao ar livre, e emprega um regime alimentar esquisito, além de provocar líderes denominacionais.

Pedro: Muito proletário. Tem um mau temperamento, e soube-se que chegou até a xingar. Teve uma discussão "face-a-face" com Paulo, outro candidato a pastor. É agressivo, mas tem um grande coração.

Paulo: Líder poderoso, do tipo Alto Executivo, e pregador fascinante. Contudo, tem pouco tato, é implacável com jovens ministros, muito severo e soube-se que prega a noite toda. Também tem problemas nos olhos, o que lhe afeta a visão até para escrever.

Tiago e João: Pacote vantajoso de pregador e associado que a princípio parecia bom, mas descobriu-se que tinham um problema de ego com respeito a colegas de trabalho e posições. Ameaçaram uma cidade inteira após um insulto. Também sabe-se que tentaram desanimar obreiros que não se dispunham a acompanhá-los.

Timóteo: Muito jovem!

Matusalém: Muito velho! Aliás, BEM velho mesmo!

Jesus: Tem tido ocasiões de popularidade, mas uma vez Sua igreja alcançou 5.000 e Ele conseguiu ofender essa gente toda. Daí a igreja diminuiu para doze pessoas. Raramente permanece num só lugar por muito tempo. E, logicamente, há o problema de ser solteiro.

Judas Iscariotes: Suas referências são sólidas. Um grande planejador.
Conservador. Tem boas ligações. Sabe como lidar com finanças. Estamos convidando-o para pregar neste sábado. Vemos possibilidades aqui.

CUIDADO COM OS JULGAMENTOS!

QUEM QUER VER SÓ O NEGATIVO SEMPRE VAI ENCONTRAR!


Autor: desconhecido

:::::::::::::::

Interessante, não?!

"Porém o SENHOR disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a sua altura, porque o rejeitei; porque o SENHOR não vê como vê o homem. O homem vê o exterior, porém o SENHOR, o coração" - 1Sam. 16:7.

4 comentários:

Luis Chacon disse...

Daniel: parece um sujeito pacato, mas seguidamente diz ter tido umas visòes com umas bestas que o leva a ficar com mal estar e ter que se recuperar por certo tempo, não se sabe se pode contar com ele em tempo integral. Nunca tentou o analista. Diz que fala com anjos, talvez seja questão de amadurecer um pouco mais.

Enoque: sujeito também bastante tranquilo, culto, só que some de um dia para o outro sem saber para onde foi, isso poderia ser um problema na Igreja.

Hehehe gostei.
Abraço

passos2 disse...

Apesar que as Igrejas locais não podem escolher seus pastores, mas acredito que a maioria desses aí não seriam aceitos em boa parte das Igrejas de hoje. Alguns seriam chamados de fanáticos, outros de extremistas e outros coisa pior.
Lembrando que muitos desses pregadores aí foram perseguidos e mortos pela Igreja de Deus de suas épocas...

osvaldo disse...

Ola Sr. gilson eu não encontrei nenhum comentario a respeito de como escolher nossos politicos brasileiros. Tudo estasmos envolvidos em politicas, desde a escolha de lideres, de como administrar as igrejas tudo é politica, e não consegui ler nada a respeito de como é orientado na escolha dos nossos representantes por favor se tiver alguma materia falando neste assunto por favor me de um retorno meu hemail osvaldoir123@bol.com.br, desde já agradeço

Gilson Medeiros disse...

Caro Osvaldo, veja o que escrevi sobre o assunto aqui no blog.

Clique no link abaixo (ou copie e cole na barra de endereços do seu navegador web):

http://prgilsonmedeiros.blogspot.com.br/2008/07/votar-ou-no-votar-eis-questo.html

Um abraço.
Gilson.

Cursos Básico, Médio e Avançado

Ebook 101 Razões