quinta-feira, maio 14, 2009

Tragédia sobre Família Adventista de Natal-RN

Lamento imensamente em compartilhar com vocês uma tragédia bárbara que se abateu sobre uma família de irmãos nossos aqui na cidade de Natal, Rio Grande do Norte.

Uma menina de apenas 11 anos de idade, Maisla, foi covardemente morta no início desta semana. Ela e sua família eram membros da IASD do distrito de Igapó, e a pequena menina foi uma das que cantaram na Igreja no último culto de sábado.


Após sair de casa, no início desta semana, por volta do meio dia, para ficar ajudando seu pai em um pequeno comércio da família, para que ele pudesse almoçar, ela não voltou mais. Seu pai foi o último familiar a vê-la. Após sair da banca de consertos de relógios do pai, ela pegou sua bicicleta e se dirigiu de volta para casa, onde sua mãe e sua irmã menor de 8 anos a esperavam... mas isso não aconteceu.

Após algum tempo de espera, a mãe ligou para o marido e foi informada de que a Maisla já havia saído e retornado para casa. Começa o desespero da família! As buscas se iniciam na vizinhança, hospitais, casas de amigos... necrotério... e nada! Infelizmente o pior já havia ocorrido...

Após procurarem por muito tempo, vem uma notícia que abalou a cidade de Natal e, em especial, a comunidade Adventista....

Partes do corpo de uma criança foram encontrados dentro de um saco, em um terreno abandonado. Pela roupa, a mãe confirma: era a Maisla. Hoje pela manhã mais "pedaços" do corpo da frágil e ingênua criança são encontrados em outros locais próximos. Se já não bastasse tanto sofrimento e horror, o principal suspeito de ter praticado esta barbárie é um ex-membro da Igreja que a família frequentava. Ex-membro porque ele foi removido exatamente por praticar um comportamente libidinoso com relação às meninas da congregação.

Em entrevista a um grande jornal local, o pai de Maisla disse que está "morto por dentro". Clique
aqui e leia a matéria completa.

Como pai de uma menina quase da mesma idade, confesso que este fato me abalou grandemente e, ainda mais, por conhecer a família e ter sido batizado na mesma congregação que ela frequentava.


Ao escrever este texto, meus olhos estão marejados de lágrimas... pela covardia que a Maisla sofreu... pelo sofrimento tremendo que um pai e uma mãe estão passando... pela impotência diante das maldades e sofrimentos deste mundo... pela sensação de que qualquer um de nós pode ser a próxima vítima desta lama em que o pecado nos colocou, quando, por exemplo, um deputadozinho filhinho de papai pega, embriagado, seu carrão, mata nossos filhos e ainda tem "foro privilegiado"... ou quando um ricaço vice-presidente tem todo um aparato médico para lutar continuamente contra o câncer, enquanto que um pobre pai de família, minimamente assalariado, morre, à míngua, sem ter "direito" a um atendimento digno e eficaz.

Muitos "porquês" surgem em nossa mente... mas confio que o Senhor sabe de todas as coisas, em especial as que estão encobertas, ainda, para nós.

A pequena e doce Maisla descansa sob a proteção do Senhor, sob a graça de Cristo, e sob a certeza de que, naquele grande Dia, ela se erguerá, perfeita, para reencontrar seu pai, sua mãe, sua irmã, e todos os que a amavam e continuarão a lembrar dela com amor.

Mas, acima de tudo, a irmã Maisla despertará e terá o privilégio de chegar bem perto de Jesus, antes mesmo daqueles que ainda estiverem vivos na ocasião...

Ela será abraçada pelo Senhor, beijada por Ele e conduzida ao Reino de Amor, Paz e Justiça que ela, por tantas vezes, cantou com sua frágil voz.

Descanse em paz, Maisla!
Em breve nos encontraremos novamente!

Maranata!

"Então, ouvi uma voz do céu, dizendo: Escreve: Bem-aventurados os mortos que, desde agora, morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem das suas fadigas, pois as suas obras os acompanham" (Apoc. 14:13).

Por favor, não deixem de orar pela família...
Postado em: 14-Maio-2009

14 comentários:

Fabiana disse...

Concerteza orarei...
Que o Senhor abençõe esta família.

Prof. Gilson Medeiros disse...

Obrigado, Fabiana.

O que eles mais necessitam agora é da certeza de que fazem parte de uma família que se faz presente quando a gente mais precisa.

Priscila Carvalho disse...

Eu e minha familia estaremos orando por eles e todos os nossos irmãos de Natal.

Prof. Gilson Medeiros disse...

Cara Priscila, muito obrigado pelas orações.
Tenho certeza que o Senhor ouvirá as súplicas sinceras de nossos corações.

Um abraço.

Makel Anderson disse...

Até quando, Senhor?

Até quando?...

Felipe Franco disse...

Nossa, essas coisas só aumentam nosso desejo da Volta de Jesus... Tb orarei por essa família.

Luciano disse...

Apocalipse 14:13 Então, ouvi uma voz do céu, dizendo: Escreve: Bem-aventurados os mortos que, desde agora, morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem das suas fadigas, pois as suas obras os acompanham.
Nossos sinceros sentidos aqui da Igreja Central de Tubarão - SC.
Não há muito o que dizer nesses momentos, e escrevo com profunda tristeza, orando para que nosso Senhor JESUS conforte o coração da família. Que DEUS os conforte com a doce esperança do breve reecontro, quando nosso Senhor voltar. E ELE está voltando breve...

Prof. Gilson Medeiros disse...

Felipe e Luciano, muito obrigado pelos comentários.

Transmitiremos à família vossas mensagens.

Um abraço.

Caio dornelas disse...

Impressionante, eu vi a reportagem da menina, mas nao sabia que ela era minha irmazinha na fé. infelismente estas coisas estao acontecendo e cada vez com mais frequencia, eu nao sei se choro de tristeza e desanimo ou se choro de alegria porq isso é a certeza de que nosso Mestre Jesus esta voltando!!!

abraço carinhoso a todos!

Prof. Gilson Medeiros disse...

Prezado Caio, obrigado por sua colaboração.

Um abraço.

Filipe Reis disse...

Olá Prof. Medeiros.

Sou Filipe Reis, adventista em Portugal.

Lamentamos profundamente esta tragédia. Mas mais do que isso, partilhamos a certeza que a fé nos traz, de os pais poderem rever a querida menina quando um forte anjo a trouxer para a colocar nos seus braços.

Que o Grande Deus de Abraão seja também o Deus dessa família.

Abraço em Jesus.

Prof. Gilson Medeiros disse...

Caro Felipe, obrigado pela simpática mensagem.

Por favor, transmita nosso abraço aos queridos irmãos portugueses.

robson leal disse...

Neste momento que escrevo estas linhas meu coração chora, porque tambem sou pai.
Mas quero compartilhar com esta familia a promessa de Deus em Apocalipse 21:4 que diz: E Deus limpará de seus olhos toda a lagrima, e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisa são passadas.
Que possamos nos apegar a esta promessa. Que Deus nos abençoe e nos guarde.

A.K.Renovatto disse...

Pr Medeiros, mesmo sendo uma notícia antiga, lamento pelo ocorrido com a pequena Maisla. Infelizmente, tragédias acontecem e nem sempre são impedidas. Na igreja que minha sogra frequenta (AD), uma garota de 11 anos também foi assassinada brutalmente. Foi violentada e depois estrangulada e após o corpo foi posto em trilhos de ferro. Então, foi despedaçado o corpo da garota. Na época que aconteceu fiquei como você, emocionado, impossível não lembrar de filhos e é triste isso. Comentei porque a história se parece... as duas eram membros de igrejas, essa que falo, tocava violino numa congregação da AD. E a suspeita também foi de um ex-membro da igreja, mas ficou só na suspeita, e ninguém ficou preso. Mesmo tendo passado alguns anos, orarei pela família da Maisla, pois uma perda de um filho nunca é superada. Eu perdi uma filhinha horas depois de seu nascimento e foi difícil pra mim e minha esposa superar. Hoje quando vejo meu filho brincando, lembro dela, eram gêmeos... Minha esposa chora até hoje quando se lembra, faz um ano e três meses que isso aconteceu. Mas Deus sabe todas as coisas. Orarei por essa família, porque os anos passam, mas a perda de um filho marca a vida da família para sempre. O que conforta é saber que essas duas garotas, estarão com Jesus por toda eternidade.

Cursos Básico, Médio e Avançado

Ebook 101 Razões