segunda-feira, junho 20, 2011

Carta do Papa sobre o Domingo

Já ouviu falar da Carta do Papa João Paulo II, dirigida aos fiéis e líderes católicos de todo o mundo, no qual o Pontífice Romano exorta para que todos busquem uma maior santidade do Domingo, o Dies Domini, segundo a Igreja de Roma?

Desde 1998 que esta carta está circulando no mundo, e seus argumentos puramente filosóficos tentam solapar a teologia e doutrina bíblicas do santo sábado do sétimo dia.

Ou seja, na visão da Igreja Romana, todas as bênçãos que o Senhor colocou sobre o sétimo dia, ela, a Igreja, transferiu para o primeiro dia da semana, em uma pseudo-honra à ressurreição de Cristo.

Vejam como o papa conclui a carta:

"Confio o acolhimento frutuoso desta Carta Apostólica pela comunidade cristã à intercessão da Virgem Santa. Sem nada tirar à centralidade de Cristo e do seu Espírito, Ela está presente em cada domingo da Igreja. Exige-o precisamente o mistério de Cristo: de facto, como poderia Ela [Maria], Mater Domini e Mater Ecclesiæ, não estar presente a título especial no dia que é simultaneamente dies Domini e dies Ecclesiæ?

Para a Virgem Maria, olham os fiéis que escutam a Palavra proclamada na assembleia dominical, aprendendo com Ela a conservá-la e meditá-la no seu coração (cf. Lc 2,19). Com Maria, aprendem a estar ao pé da cruz, para oferecer ao Pai o sacrifício de Cristo e associar ao mesmo a oferta da própria vida. Com Maria, vivem a alegria da ressurreição, fazendo suas as palavras do Magnificat que cantam o dom inexaurível da misericórdia divina no fluxo inexorável do tempo: « A sua misericórdia estende-se de geração em geração sobre aqueles que O temem » (Lc 1,50). Domingo a domingo, o povo peregrino segue o rasto de Maria, e a sua intercessão materna torna particularmente intensa e eficaz a oração que a Igreja eleva à Santíssima Trindade.

A iminência do Jubileu, queridos Irmãos e Irmãs, convida-nos a aprofundar o nosso compromisso espiritual e pastoral. De facto, é este o seu verdadeiro objectivo. No ano em que aquele vai ser celebrado, muitas iniciativas o caracterizarão, dando-lhe aquele timbre singular que não pode deixar de ter a conclusão do segundo e o início do terceiro Milénio da Encarnação do Verbo de Deus. Mas este ano e este tempo especial passarão, dando lugar à expectativa de outros jubileus e de outras datas solenes. O domingo, com a sua ordinária « solenidade », permanecerá a ritmar o tempo da peregrinação da Igreja até ao domingo sem ocaso.

Exorto-vos, portanto, amados Irmãos no episcopado e no sacerdócio, a trabalhar incansavelmente, unidos com os fiéis, para que o valor deste dia sagrado seja reconhecido e vivido cada vez melhor. Isto produzirá frutos nas comunidades cristãs, e não deixará de exercer uma benéfica influência sobre toda a sociedade civil".

Os evangélicos podem até negar, mas é um fato que a Igreja Romana se coloca como "dona" e "autora" da santificação do domingo, creditando, inclusive, a Maria uma honra especial durante este dia.

Pena que muito evangélico sincero, que se limita apenas a repetir o que seu pastor equivocadamente prega, não se dê conta de que está seguindo uma ordenança papal, ao mesmo tempo em que despreza as claras e límpidas orientações da Palavra de Deus sobre o ÚNICO dia que a Bíblia classifica como SANTO, SEPARADO e DE DESCANSO - o sétimo!

"Proferirá palavras contra o Altíssimo, magoará os santos do Altíssimo e cuidará em mudar os tempos e a lei..." (Dan. 7:25).

Cumpriu-se cabalmente a profecia bíblica!

A Carta Papal na íntegra pode ser lida no próprio site do Vaticano (clique aqui).

"Então, Pedro e os demais apóstolos afirmaram: Antes, importa obedecer a Deus do que aos homens" (Atos 5:29).

"E em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens" (Mat. 15:9).

"O que desvia os ouvidos de ouvir a lei, até a sua oração será abominável" (Prov. 28:9).

"Aqui está a perseverança dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus" (Apoc. 14:12).

"Bem-aventurado o homem que suporta, com perseverança, a provação; porque, depois de ter sido aprovado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor prometeu aos que o amam" (Tiago 1:12).

"Se me amais, guardareis os meus mandamentos" (João 14:15).

15 comentários:

Adams Roberto Santos disse...

DOUTRINAS, PRECEITOS, ESTATUTOS E MANDAMENTOS DE DEUS
EU FIQUEI CURIOSO COM O TEXTO ACIMA DO PROF GILSON MEDEIROS E RESOLVI FAZER UMA BUSCA CUIDADOSA NA “MINHA” BÍBLIA E OLHA SÓ O QUE ENCONTREI, NÃO ACHO QUE ELA SEJA DIFERENTE DA SUA:
AS PALAVRAS: DOUTRINA(S) – PRECEITO(S) – ESTATUTO(S) E MANDAMENTO(S) APARECEM 520 VEZES, ASSIM DISTRIBUÍDAS:
DOUTRINA OU DOUTRINAS.......................................................42 VEZES;
PRECEITO OU PRECEITOS..........................................................77 VEZES;
ESTATUTO OU ESTATUTOS........................................................176 VEZES; E
MANDAMENTO OU MANDAMENTOS.......................................225 VEZES.

DEUTERONÔMIO 32:2 - Caia como a chuva a minha [doutrina]; destile a minha palavra como o orvalho, como chuvisco sobre a erva e como chuvas sobre a relva.

MATEUS 15:9 - Mas em vão me adoram, ensinando [doutrinas] que são preceitos de homem.
MARCOS 7:7 - mas em vão me adoram, ensinando [doutrinas] que são preceitos de homens.

COLOSSENSES 2:22 - (as quais coisas todas hão de perecer pelo uso), segundo os preceitos e [doutrinas] dos homens?

1 TIMÓTEO 4:1 - Mas o Espírito expressamente diz que em tempos posteriores alguns apostatarão da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a [doutrinas] de demônios,

HEBREUS 13:9 - Não vos deixeis levar por [doutrinas] várias e estranhas; porque bom é que o coração se fortifique com a graça, e não com alimentos, que não trouxeram proveito algum aos que com eles se preocuparam.

A DOUTRINA, O PRECEITO, O ESTATUTO E O MANDAMENTO É DE DEUS, NÃO É DOS HOMENS E NEM DAS SUAS TRADIÇÕES E FÁBULAS.
FICO MUITO FELIZ EM SABER QUE O DEUS QUE EU ACREDITO É O VERDADEIRO DEUS DA BÍBLIA. AQUELE QUE CRIOU (GÊNESIS 1:1) E NÃO NAQUELE QUE DIZ QUE EU SOU FILHO DE UM MACACO (EVOLUÇÃO).
AQUELE QUE ESTABELECEU O SÁBADO – DIA DE DESCANSO – COMO O SÉTIMO DIA (ÊXODO 20:3-17) E QUE DISSE QUE EU ME LEMBRASSE DESTE DIA E NÃO NAQUELE QUE DESEJA ESTABELECER O PRIMEIRO DIA DA SEMANA (DOMINGO) COMO O SÉTIMO DIA.
AQUELE DEUS QUE DIRIGE A IGREJA ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA E TODAS AQUELAS QUE APESAR DE OSTENTAR O NOME DIFERENTE, OBEDECEM AS DOUTRINAS, PRECEITOS, ESTATUTOS E MANDAMENTOS QUE ELE ORDENOU E NÃO NAQUELE QUE ENSINA QUE A TRADIÇÃO DOS HOMENS PODE MUDAR (DANIEL 8:12).
AQUELE DEUS QUE DISSE QUE O ÚNICO INTERCESSOR, MEDIADOR, ADVOGADO, SENHOR E SALVADOR É O SEU FILHO JESUS CRISTO (1 TIMÓTEO 2:15-1; JOÃO 2:1; JOÃO 3:16), E NÃO NAQUELE QUE SE ASSENTA NO LUGAR DE DEUS, QUE DIZ PODER PERDOAR OS MEUS PECADOS, QUE ENSINA A ADORAR IMAGENS FEITAS POR MÃOS HUMANAS, QUE MORTOS PODEM FALAR COMIGO.
AQUELE DEUS QUE DISSE QUE O HOMEM MORRE E VAI PARA A SEPULTURA DESCANSAR UM SONO (GÊNESIS 2:16-17) ENQUANTO O SENHOR JESUS NÃO VOLTA E NÃO NAQUELE QUE DISSE AOS MEUS PAIS QUE ELES NÃO MORRERIAM E QUE ENSINOU QUE QUANDO EU MORRER EU IREI DE IMEDIATO PARA O CÉU OU PARA UM PURGATÓRIO ATÉ PAGAR TODOS OS MEUS PECADOS OU QUE EU PRECISARIA VOLTAR VÁRIAS VEZES AQUI PARA ME APERFEIÇOAR ATÉ SER IGUAL AO MEU CRIADOR.
POIS JESUS CRISTO, MEU SENHOR E SALVADOR JÁ MORREU PARA PAGAR MINHA DÍVIDA E HOJE VIVE E EM BREVE VIRÁ NOS BUSCAR (JOÃO 3:16)
COMO SERIA BOM SE VOCÊ ESTUDASSE A BÍBLIA SAGRADA E DESCOBRISSE COM A AJUDA DO ESPÍRITO SANTO QUEM É O “CAMINHO” A “VERDADE” E A “VIDA”.
PENSE NISTO!
ADAMS ROBERTO SANTOS

Direção de Comunicação disse...

Olá professor! Meu nome é Jonatas Medeiros, sou diretor de comunicação da igreja central de Patos-PB. Estou entrando em contato porque gostei muito do seu blog, por sinal tenhos varios artigos seus em formato word, e gostaria de colocar as suas postagens no meu blog tambem. Garanto que serão dados os créditos e desde já colocarei umn link bem identificado no meu blog. Dê uma olhada lá. O endereço é centralpatos.blogspot.com. São "blogueiros" como o senhor que me inspiram. Aguardo resposta. Desde já, Obrigado.

Prof. Gilson Medeiros disse...

Caro Jonatas, utilize o material à vontade.

O conhecimento só tem valor quando é devidamente compartilhado.

Por favor, transmita meu abraço a esta turma boa ai de Patos.

Direção de Comunicação disse...

Muito obrigado professor. N"ao sei como agradecer. Pode deixar que transmitirei o abraço.

Makel Anderson disse...

Professor Gilson!
Por acaso o senhor está em Natal?

Até quando?

Aproveito para dizer da minha admiração pelo seu blog. Excelente!

Que Deus o abençõe!

Prof. Gilson Medeiros disse...

Olá, Makel, eu trabalho entre Natal e João Pessoa. No momento, tenho ficado mais em Natal, mas logo devo estar viajando novamente.

Obrigado por apreciar o blog.

Um abraço.

Vanius Dias disse...

ÓLÁ PROFESSOR. ACABO DE CONHECER SEU BLOG E ME PARECE A PRINCIPIO BEM INTERESSANTE. CONHECE O PESSOAL CACP? www.cacp.org.br
Sou da IASD Jd. Dom José em Embú/SP. Recentemente criei um blog também e gostaria que visitasse contribuisse.
http://iasd-remanescente.blogspot.com

Grande abraço!

Prof. Gilson Medeiros disse...

Olá, Vanius.
Conheço o CACP. Não passa de um grupo de pseudo-teólogos que se consideram os donos da verdade em matéria de doutrina.

Mas aqui já coloquei muito material que joga por terra a falácia que eles pregam contra a Igreja Adventista do 7º Dia.

RICARDO disse...

Ola Pr Gilson, a paz do Senhor!. Sou Adventista aqui em Salvador/BA, e sou um grande admirador do seu site/blog, que nosso Deus continue te abençoando. Porem Pastor, certa vez fui questionado por uma pessoa de outra denominaçao, sobre Isaias 1:13,14. Dei minha explicaçao mas nao me achei muito seguro. Poderia me dar maiores esclarecimentos?

Jesus te abençoe, fica Deus!!!

Prof. Gilson Medeiros disse...

Olá, Ricardo.
Obrigado pelas palavras carinhosas de incentivo. Fico feliz por vc gostar do blog.

Quanto a Isa. 1:13-14, vejamos...

Os dias sagrados que aparecem aqui são paralelos a 2Reis 4:23; 2Crôn. 8:13; Amós 8:5. Era parte essencial da religião
hebréia o observar estes dias sagrados, os quais tinham sido designados pelo Senhor mesmo, e era Ele quem tinha mandado a Israel que os observasse (Exo. 23:12-17; Lev. 23; Núm. 28; 29; Deut. 16:1-17). Mas não bastava a observância externa dessas formas religiosas. Os ritos e as cerimônias carecem de sentido quando falta retidão. Deus disse claramente que a observância formal dos dias sagrados, ordenada por Ele mesmo, resultava-Lhe ofensiva se faltava a obediência.

Ou seja, Ricardo, Deus está mostrando que a religião apenas de exterior, sem transformação do caráter, são abomináveis a Ele. Foi o mesmo que Jesus disse com os fariseus, quando os chamou de "sepulcros caiados".

Não se pode usar esta passagem de Isaías para dizer que Deus abomina o sábado do sétimo dia, pois assim fazendo estaremos entrando em grande contradição com o que Jesus ensinou e viveu durante Seu ministério, basta ler Lucas 4:16 e o final do cap. 23. Ou então com o que os apóstolos viveram em seus dias também (cf. Atos 16).

Portanto, a pessoa que usou esta passagem com você para questionar a guarda do sábado, está muito mal-informada sobre a santidade deste dia após a época de Isaías.

Sugiro que você dê uma estudada no material que coloquei aqui sobre o SÁBADO NO NOVO TESTAMENTO.

Afinal, DEUS NÃO MUDA!

Um abraço.

RICARDO disse...

Ola Pr Gilson, mas uma vez muito obrigado pela atençao. No caso a cima, poderia me dizer o link onde o senhor diz: 'Sugiro que você dê uma estudada no material que coloquei aqui sobre o SÁBADO NO NOVO TESTAMENTO", nao localizei esse material.

Jesus te abençe, fica com Deus.

Prof. Gilson Medeiros disse...

Oi, Ricardo, o link é esse:

http://prgilsonmedeiros.blogspot.com/2007/12/o-sbado-no-novo-testamento.html

Um abraço.

jonatas disse...

ola gostei muito desse site voce e um homem de deus sou, adventista quero lhe dizzer que quero ver tue presenca no ceu.estamos na quarta geraçao depois de 1844 entao jesus logo vira!!!!!!!!!!!!!!

thiago disse...

Um questionamento.Se é necessário guardar os dez mandamentos, por que o incentivo não é então aceitar o judaismo,que colocou aquela placa da foto no começo da postagem?Apesar de escrito em idiomas que não hebraico fica evidente que para um judeu nem precisa de placa.Então o que mudou do Judaismo para o cristianismo? E se o Sábado semanal era tão importante para os cristão do primeiro século por que de Romanos a Apocalipse não a uma referência DIRETA e Explicita a que se não se guardar o Sábado a pessoa não herdará o Reino de Deus sendo que costmes que eram comuns e aceitos na sociedade romana são condenados no NT,a logica é que um costume Judaico fosse claramente destacado como excencial para se ganhar a aprovação de Deus. Explique por favor com textos do NT meu questionamento. De Romanos em diante o Sábado como requisito para o Cristão e a punição para quem desobedecia. No AT fala.

Gilson Medeiros disse...

Caro Thiago, procure aqui no blog e vc encontrará um excelente estudo sobre o Santo Sábado no NT.

Procure...

Cursos Básico, Médio e Avançado

Ebook 101 Razões