sexta-feira, agosto 02, 2013

A Confiança de Ellen White na Liderança da Igreja

De vez em quando ressurgem pessoas declarando que Ellen White deixou de confiar na Igreja Adventista de sua época.

Essas pessoas mal-intencionadas costumam isolar citações pontuais de Ellen White, proferidas em momentos de crise da liderança instituicional (especialmente antes da reforma administrativa do início do séc. XX), e utilizam estes textos isolados para tentarem mostrar que a IASD se apostatou do ideal de Deus e, por isso, Ele a rejeitou.

Estes movimentos dissidentes pseudo-reformatórios sempre existiram, e continuarão a existir até o fim. Aliás, estamos vendo na Lição deste trimestre que os grupos dissidentes apostatados tinham presença marcante já na época do apóstolo João, ou seja, a apenas 40 ou 50 anos depois da ressurreição de Cristo. Portanto, fica evidente que gente para criticar e torcer a Verdade nunca foi novidade para o povo de Deus!

Na minha modesta opinião, o maior argumento que se pode utilizar em favor da confiança que Ellen White mantinha na Igreja Adventista, foi o fato de ela ter deixado em seu Testamento toda sua produção literária sob os cuidados da Organização. Se em 1914 já existiam movimentos dissidentes pseudo-reformatórios, e Ellen White morreu em 1915, seria de se esperar que ela tivesse deixado para os dissidentes o seu legado literário... mas isso não ocorreu!

O motivo? Simples... ela nunca deixou de confiar na direção de Deus para com a Sua Igreja do coração.

Para concluir, deixo algumas citações que ela escreveu sobre a fé que mantinha na vitória final da Igreja Adventista do 7º Dia, apesar de todas as lutas enfrentadas.

A Igreja de Cristo na Terra será imperfeita, mas Deus não destrói Sua igreja por causa de sua imperfeição” - Igreja Remanescente, pág. 42.

Digo novamente: O Senhor não falou por nenhum mensageiro que chame a igreja que observa os mandamentos de Deus, Babilônia. É verdade que há joio com o trigo, mas Cristo disse que enviaria Seus anjos para juntar primeiro o joio e atá-lo em molhos para ser queimado, mas recolher o trigo no celeiro. Sei que o Senhor ama Sua Igreja. Ela não deve ser desorganizada ou esfacelada em átomos independentes. Não há nisto a mínima coerência; não existe a mínima evidência de que tal coisa venha a se dar. Aqueles que derem ouvidos a essa falsa mensagem e procurarem fermentar outros, serão enganados e preparados para receber mais avançados enganos, e virão a nada. Há em alguns dos membros da Igreja orgulho, presunção, obstinada incredulidade, e recusa a ceder em suas idéias, embora se amontoe prova sobre prova, que faz aplicável a mensagem à igreja de Laodicéia. Mas isto não extinguirá a Igreja. Deixai que tanto o joio como o trigo cresçam juntos até à ceifa. Então os anjos é que farão a obra de separação” - Idem, pág. 60-61.

Cobro ânimo e sinto-me abençoada ao reconhecer que o Deus de Israel está guiando o Seu povo, e continuará com eles até o fim” - Test. Seletos, 3:439.

A mensagem que declara a Igreja Adventista babilônia e chama o povo de Deus a sair dela, não vem de nenhum mensageiro celeste, ou nenhum instrumento humano inspirado pelo Espírito de Deus” - Mens. Escolhidas, 2:66.

O Senhor deu a Seu povo apropriadas mensagens de advertência, repreensão, conselho e instrução, mas não é próprio tirar estas mensgaens de sua conexão, e pô-las onde pareçam reforçar mensagens de erro. No folheto publicado pelo irmão S e seus companheiros, ele acusa a Igreja de Deus de ser babilônia, e insiste em que haja uma separação da Igreja. Esta é uma obra que não é honrosa nem justa. Compondo aquele folheto, serviram-se de meu nome e de meus escritos para apoio do que eu desaprovo e denuncio como erro” - Test. para Ministros, pág. 36.

Alguns há que apanham da Palavra de Deus e também dos Testemunhos parágrafos ou sentenças destacados que podem ser interpretados de maneira a se ajustarem às suas idéias, e nelas se detêm, e encastelam-se em suas próprias posições, quando Deus não os está dirigindo. Aí está o vosso perigo. Tomais passagens dos testemunhos que falam do fim do tempo da graça, da sacudidura do povo de Deus, e falais da saída dentre esse povo de um outro povo mais puro, santo, que surgirá. Orá, tudo isso agrada ao inimigo” - Mens. Escolhidas, 1:179.

::::::::::::

Para os que desejarem se aprofundar no tema, sugiro a leitura do excelente livro "A Igreja Remanescente", com citações de Ellen White que mostram de forma completa e inequívoca o que ela achava desses movimentos dissidentes que querem destruir a fé do povo do Advento.

No site do Centro White no Brasil também é possível encontrar a refutação para muita mentira que costuma ser dita por ai, por pessoas que se utilizam erroneamente de citações de Ellen White, ou pior, até inventando declarações que ela nunca escreveu.

Sabemos muito bem quem é o "pai da mentira"!

"para que não mais sejamos como meninos, agitados de um lado para outro e levados ao redor por todo vento de doutrina, pela artimanha dos homens, pela astúcia com que induzem ao erro" (Efés. 4:14).

5 comentários:

Anônimo disse...

Bom dia !
Professor Gilson
E com prazer que mais uma vez visito este blog, fico feliz por ter sempre uma mensagem esclarecedora para nós. Professor em minha igreja , uma época tinha alguns irmãos que quando ia pregar , levava os livros da nossa irmã Ellen White( livros que acredito inspirados) mas que eram extremamente exaltados até mais que a própria Bíblia Sagrada, e em algumas vezes a pessoa que estava pregando dizia a seguinte: na palavra de Deus esta escrito o seguinte irmãos .... bem não sei se o Sr entendeu mas ela se referia aos escritos da Ellen White como a palavra de Deus. Então na época eu vi e até o mesmo esposo viu um texto que Ellen White diz que não podemos nos referir aos escritos dela como a palavra de Deus , porque a palavra de Deus é a Bíblia, usamos esse argumento mas infelizmente , agora que estamos precisando novamente deste texto, não estamos encontrando, se o Senhor puder nos ajudar e nos mostrar onde se encontra um texto que se pareça com o que estou dizendo desde ja agradeço.

lia

Prof. Gilson Medeiros disse...

Prezada Lia, infelizmente há muita gente pregando coisas equivocadas nos púlpitos. Algumas vezes estes pregadores até que são bem-intencionados, mas erram ao fazerem declarações baseados apenas em seus próprios equívocos interpretativos.

Ellen White era muito clara em afirmar que seus escritos não eram um substituto à Bíblia. Veja:
"Recomendo-vos, caro leitor, a Palavra de Deus como regra de vossa fé e prática. Por essa Palavra seremos julgados. Nela Deus prometeu dar visões nos "últimos dias"; não para uma nova regra de fé, mas para conforto do Seu povo e para corrigir os que se desviam da verdade bíblica" - Primeiros Escritos p. 78.

Aqui no blog eu já postei algo sobre o que os Adventistas REALMENTE crêem a respeito do ministério de Ellen White.

http://prgilsonmedeiros.blogspot.com/2007/12/por-que-creio-no-ministrio-de-ellen.html

No site do Centro White do Brasil, você também encontrará ótimos esclarecimentos sobre a vida e obra desta serva do Senhor nosso Deus.

http://www.centrowhite.org.br/ellendoc-1c.htm

A vida do cristão deve ser "temperante", ou seja, equilibrada. Nada de extremos!

Um abraço.

francisco edvar disse...

professor!aqi tambem,(são sebastião df)a pouco tempo levantou um grupo reformista,inclusive meu irmão,q me mostrou a igreja,esta tambem junto.diz q a igreja se corrompeu,q absurdo!passa o tempo dando "estudo" p os adventista,diz eles q o conhecimento deles superara os pioneiros e ellen white,assuntos muito detalistico.professor aqui algumas caracteristica deste grupo,querendo causar separação na igreja,e alguns poucos o sequiram.a igreja tem todos argumentos para se defender? um abraço.

Prof. Gilson Medeiros disse...

Caro Francisco, dissidentes e críticos sempre existiram na História da Igreja. Basta ler João 6 para ver isso!

Se nós lêssemos mais a Bíblia, os livros da Casa Publicadora, a Lição da Escola Sabatina, a Revista Adventista, etc., não ficaríamos tão abalados pelo bla-bla-bla dessas pessoas que se dizem "iluminadas". Tudo que eles questionam já foi respondido pela Igreja. O problema é que não tiramos tempo para ler.

Não perca seu precioso tempo com estas situações. Deixe que o Espírito Santo dirija tudo. Em pouco tempo essas pessoas verão o erro que estão cometendo, e voltarão, como muitos outros têm reconhecido.

Anônimo disse...

Deus deixa bem claro que a sua igreja são os que guardão os mandamentos , e nós não podemos ser ingênuos ao pensar que todos aqueles que estão na liderança da igreja são trigo, e que estão insentos de erros. Caso não se humilhem diariamente aos pés do Senhor ,caso não estejam dispostos a obedece-Lo estritamente e assim serem conduzidos para então poderem conduzir, não passam de palha, são apenas joio semeados pelo inimigo no intuito de atrapalhar a obra de Deus. Pensemos nisto e oremos ardentemente para que Deus na sua infinita misericórdia levante lideres que não tenham medo de chamar o pecado pelo nome, lideres que estejam dispostos a entregar-se para morrer assim como foi com os lideres do passado, que consideraram as coisas desse mundo como refugo , escória ,lixo.

Cursos Básico, Médio e Avançado

Ebook 101 Razões