quarta-feira, junho 23, 2010

Perseguição religiosa?

Em recente entrevista aos repórteres que estão cobrindo a Copa na África, o jogador Kaká fez um desabafo interessante. Ele reclamou da maneira como um jornalista professamente ateu (Juca Kfouri) vem agindo com relação às suas manifestações públicas em testemunho da fé em Jesus. Para Kaká, o jornalista ateu age dessa forma pelo fato de ele ser evangélico.

Não é novidade para ninguém que a fé evangélica, de modo geral, é sempre muito mal retratada na Mídia, em especial nas programações da toda-poderosa Rede Globo (a mesma que elegeu o sr. Fernando Collor, mascarando para o Brasil uma pseudo-caça aos marajás de Alagoas... e todos sabemos no que deu!).

Nas suas novelas, seriados, programas humorísticos, etc., os evangélicos sempre são retratados com arquétipos preconceituosos. É o crente fanático, a irmãzinha devassa, o pastor ladrão, a evangélica fofoqueira, e por ai vai. Os personagens espíritas, por exemplo, são normalmente retratados como intelectuais, altruístas, benevolentes, bondosos e preocupados com o bem-estar coletivo. Os católicos, de modo geral, também são representados por personagens respeitados e socialmente aceitos.

Esta perseguição que Kaká afirmou estar sofrendo, muitos de seus "irmãos" e "irmãs" sabem muito bem do que se trata...

Fogo "amigo"

Porém, há um tipo de perseguição (ou preconceito, se você preferir) que existe, infelizmente, entre os próprios evangélicos. Assim como acontece desde os dias de Noé, a minoria sempre sofre o massacre ideológico da maioria.

Lutero, que é tido como heroi por muitos "protestantes", também foi intolerante com alguns grupos que discordavam de certos aspectos de suas doutrinas. O que mostra que ninguém (nem mesmo os que são perseguidos) estão livres de se tornarem perseguidores.

Adventistas do 7º Dia, Testemunhas de Jeová e Mórmons, por exemplo, estão entre algumas das denominações sempre ridicularizadas e perseguidas pelos "apologetas" do meio evangélico. Acredito que todo Adventista, pelo menos uma vez na vida, já ouviu alguém dizer que sua igreja é uma seita. Minha esposa certa vez ouviu um pastor de uma denominação que é maioria entre os pentecostais, dizer que "no céu não há lugar para Adventista". Se eu fosse católico diria que ele estava recebendo informações privilegiadas diretamente do "porteiro do Céu"... rsrs

Até entre as próprias denominações existem rivalidades, cismas e dissidências. Os Reformistas, por exemplo, criticam os Adventistas por serem liberais demais, apostatados e membros de Babilônia; já alguns Adventistas, por sua vez, acusam os Reformistas de fanáticos e legalistas.

É mesmo uma pena que este tipo de coisa exista entre pessoas que professam seguir Aquele que foi o maior arauto da paz, do amor e da comunhão. Como podemos dizer ao mundo não-cristão (muçulmanos, hinduistas, budistas, ateus, etc.) que nossa religião é benéfica, se eles olham para nós e veem tantas brigas, críticas, desavenças e acusações?!

Não é só Kaká que está se sentindo perseguido por causa de sua fé. São milhões de outros que, assim como ele, também precisam conviver com pessoas intolerantes, egoístas e sem respeito pela liberdade do seu semelhante.

O problema será se Kaká, a partir de agora, também passar a perseguir os ateus... rsrs

"Nisto conhecerão todos que sois Meus discípulos: se tiverdes amor uns aos outros" (João 13:35).

9 comentários:

Francisco A. de Azevedo disse...

Gilson,

Saudações Cristãs!

Os ateus não querem ver e continuam criticando!

Estas divergências doutrinárias entre Cristãos sempre existiram.

Às vezes a divergência levava a perseguição e até ao martírio do mais fraco politicamente ou numericamente.


Penso que deveríamos nos focar nos verdadeiros perseguidores, mas primeiro temos que saber identificá-los.

Os Cristãos não estão sabendo definir o que é perseguição real, veja porquê:

Veja com Paulo identificou os perseguidores de sua época:

Biblicamente, quem foram os primeiros anticristãos e (anticristo):
1 Tessaloniceses
13 E existe outra razão pela qual sempre damos graças a Deus. Quando levamos a vocês a mensagem de Deus, vocês a ouviram e aceitaram. Não a aceitaram como uma mensagem que vem de pessoas, mas como a mensagem que vem de Deus, o que, de fato, ela é. Pois Deus está agindo em vocês, os que crêem.
14 Meus irmãos, o que aconteceu com vocês já havia acontecido também com as igrejas de Deus na Judéia, com o povo dali que pertence a Cristo Jesus. VOCÊS FORAM PERSEGUIDOS PELOS SEUS PRÓPRIOS PATRÍCIOS, DO MESMO MODO QUE OS CRISTÃOS DA JUDÉIA FORAM PERSEGUIDOS PELOS JUDEUS.
15 FORAM OS JUDEUS QUE MATARAM O SENHOR JESUS E OS PROFETAS E TAMBÉM NOS PERSEGUIRAM. Eles desagradam a Deus e são inimigos de todos.16 Tentam até nos impedir de anunciarmos a mensagem de salvação aos não-judeus. Com isso eles completam o total dos pecados que eles têm cometido. Mas agora o castigo de Deus caiu finalmente sobre eles.
17 Irmãos, nós tivemos de nos separar de vocês por algum tempo. Estamos longe dos olhos, mas perto do coração. Sentimos muitas saudades de vocês e gostaríamos de vê-los outra vez.
18 Por isso quisemos ir até aí e fazer uma visita a vocês. Pelo menos eu, Paulo, quis fazer isso mais de uma vez, mas Satanás não nos deixou.
19 Afinal, quando o nosso Senhor Jesus vier, vocês e ninguém mais são de modo todo especial a nossa esperança, a nossa alegria e o nosso motivo de satisfação, diante dele, pela nossa vitória.
20 Sim, vocês são o nosso orgulho e a nossa alegria!

(VEJA BEM! OS JUDEUS NÃO SÃO ANTI-CRISTÃOS, HOJE. ISTO FOI PASSADO E PENSO QUE NUNCA MAIS SE REPETIRÁ, MUITO PELO CONTRÁRIO OS CRISTÃOS HOJE GOSTAM DOS JUDEUS E PENSO QUE ELES GOSTAM DOS CRISTÃOS), INCLUSIVE EXISTEM MUITOS JUDEUS CRISTÃOS.

Não vejo Cristãos perseguindo Cristãos; vejo divergências doutrinárias e também uma paranóia de uma perseguição inexistente, induzida pela leitura, causada pelos ensinamentos e doutrinas contidas em alguns livros que distorcem a geografia religiosa do mundo de hoje.

Veja um vídeo que mostra muito bem quem são os anti-cristãos hoje em dia, e qual é a ideologia deles; que matam e perseguem Cristãos de qualquer denominação no mundo inteiro, no link:

http://www.youtube.com/watch?v=L2DmLULc5sE&feature=player_embedded

Inclusive estes dias mataram mais ou menos 500 Cristãos na Nigéria, conforme o link:

http://www.eventos-finais.com/2010/03/confronto-religioso-mata-500-pessoas-na.html

Penso que podemos estar focando Cristãos de qualquer linha doutrinária como inimigos, ou seja, focando o inimigo errado, que não nos fazem mal algum, ou seja, são inofensivos e nos dão plena liberdade de até falar mal deles, sem nos perseguir.

Penso que devemos focar os inimigos de hoje, como Paulo focou nos inimigos de sua época.

No amor de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Cordialmente,

Saudações Cristãs
Alberto

Gilson Medeiros disse...

Caro Alberto, obrigado pelo comentário.

Respeito sua opinião, mas não concordo plenamente com ela, pois existem SIM perseguição entre os próprios cristãos.

Quem já foi perseguido por um "irmão" de outra denominação, seja no trabalho, na escola, na família... sabe o que estou dizendo.

Um abraço.
Gilson.

Anônimo disse...

Gilson,

saudações!

Isto que você citou no comentário anterior é chamado hoje, de ASSÉDIO MORAL NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO -
BULLYING.

Portanto não se pode confundir as coisas. Hoje a lei trata este tipo de preconceito como crime. Como vivemos em países democráticos forjados sob os princípios Cristãos, tratamos da LETRA DA LEI MUITO BEM.

Tudo isto sempre aconteceu e continua acontecendo também no nosso meio, basta que aqueles de outra religião sejam minoria onde habitam ou locais onde estudam e freqüentam.

Outra isto acontece não é só por causa de religião. Acontece por Cor da pele, por usar óculos, por ter traços diferenciados, por ser baixo, por ser gordo, por ser magro demais, por ser estrábico e assim por diante.

Perseguição religiosa brava mesmo acontece com os Cristãos em Países Islâmicos e outros..

Aqui não há perseguição religiosa... até falamos mal de outras religiões e eles não nos fazem mal algum!!

Peço-lhe: Por favor! Dá uma olhadinha no link: http://kristos.net/?p=2584
"Como vivem os cristãos nos países muçulmanos."

Lá são párias perseguidos.

Cordialmente,
Beto

alexandre disse...

Pois é gente!
Perseguição, como o Beto disse muito bem,acontece em países não democráticos.
Aqui, os adventistas, testemunhas de Jeová ou mormons, entre outros grupos, chamam abertamente outras denominações cristãs de filhas de babilônia e outras agreções mais.E alguém lhes tolhe esse direito de dizer o que bem entendem?Não!
Adventistas agora podem escolher o dia em que farão vestibulares.Na unidade militar que trabalho, os adventistas não são escalados aos sábados para trabalhar.
Mas com tudo isso se dizem perseguidos.
Esculhambam em sua teologia com outras denominações, se auto intitulando a única igreja de Deus na terra, os únicos que possuem a verdade verdadeira de Deus, mas mesmo assim dizem que são erseguidos.
O que os adventistas afirmam das outras denominações é apenas dizer a verdade,o que as outras denominações dizem a respeito da igreja adventista é perseguição!

Misericórdia!

Gilson Medeiros disse...

Pois é, Alexandre, graças ao bom Deus (que criou o sábado do sétimo dia e todas as demais obras naturais deste mundo), ainda vivemos em um país que nos dá liberdade de expressão.

Estou certo que seus companheiros adventistas estão entre os melhores da caserna, pois alguém que faz de tudo para ser fiel a Deus certamente também saberá honrar e respeitar seus superiores hierárquicos... mas Deus acima de tudo e todos, é claro!

Um abraço.
Gilson.

Anônimo disse...

Saudações!

Segue os links de cenas terríveis de perseguição aos Cristãos atualmente.

http://ap221.wordpress.com/2011/04/21/cristaos-sendo-espancados-e-queimados-vivos-por-causa-da-sua-fe/

http://procurandoosperdidos.blogspot.com/2011/05/cristaos-sendo-espancados-e-queimados_01.html

Não é uma perseguição fictícia, induzida pela leitura de livros, que criam um clima, ou uma mania de perseguição onde a mesma realmente não existe.

Estes vídeos são de perseguições reais e do mundo de hoje..

Terríveis e chocantes!

Beto.

Anônimo disse...

por acaso o pr.persebeu o comentário sem graça que fez aos católicos. quando sua esposa ouviu um pastor dizendo que os adventista não chegaria ao céu. logo se colocou no lugar de um católico e ironizou são pedro. isso tambem não seria persseguição? como falar de persseguição se tambem estar persseguindo? ou só os adventista não podem ser persseguidos é claro que se você fosse responder responderia que não.mas não foi isso que ficou claro em seu post.

Cauane disse...

Infelizmente, "perseguições" acontecem mesmo. Mas discordo ao dizer que a minoria é que sofrem tais perseguições. Sei que os adventistas ouvem vez ou outra insinuações ou crítica aberta à sua religião. Mas as vezes a minoria também discrimina. Não é raro também ver algum adventista esculhambando a fé de outras pessoas (pentecostais, carismáticos, Mórmons, etc).

Então não tem essa de dizer que a maioria (massa evangélica e católica) discrimina a minoria (adventistas, TJ, mórmons), porque muitos dessa minoria discrimina também no trabalho, faculdade o irmão pentecostal, católico, TJ, espírita... sejamos sinceros, isso acontece e já vi.

Temos é que ter maturidade e não deixar que essas perseguições entre cristão de todas as religiões se tornem motivo para odiar alguém ou agir sem imparcialidade. Por exemplo, se eu ouvir uma crítica preconceituosa de um adventista, não devo odiar a todos os adventistas e perseguí-los, pois sei que há muitos adventistas que não praticam essas coisas. Aliás, se odiar o adventista que me criticou, já estou pecando também, porque a Bíblia é clara ao dizer que devemos amar até nossos inimigos.

Do mesmo modo, se um adventista receber uma crítica preconceituosa de um pentecostal, um espírita, um católico, ele não deve odiar essas pessoas e nem achar que todas as pessoas dessas religiões agem assim. Vale o mesmo que falei no item acima, devemos amar até nosso inimigos.

O segredo é: ter maturidade. Se eu fosse odiar ou perseguir todos que me criticam e já me perseguiram, iria odiar adventistas, católicos, evangélicos, espíritas (teria que ficar longe de religiosos, olha só...) Mas graças a Deus sei separar as coisas. Conheço pessoas de várias religiões e denominações cristãs sérias, amorosas, que amam ao próximo sem julgar pela aparência.

O que Kaká passou, todos os dias tem alguém passando pelo mesmo, na universidade, escolas, trabalho... muito triste isso e quem já passou por isso (eu já), sabe que isso é horrível e pode fazer um "estrago" no psicológico da pessoa. Nas terapias que fiz, inclusive tive que tratar desses assuntos, porque as vezes tentamos pagar na mesma moeda e é errado. Quem paga na mesma moeda, está também se colocando na posição de "discriminador e perseguidor", ou seja, fazer isso, é se igualar com o autor do preconceito.

E para terminar, devo lembrar, que nem toda crítica é "perseguição", também devemos aprender a ouvir certas críticas sem nos deixar levar pelos "nervos". Tem gente que não pode ouvir um "a" que já pensa que é perseguição, que é odiado e nem sempre é isso! Nós cristãos devemos ser prudentes e mais caminhos também, percebo que muitos de nós (me incluo nessa lista) perdemos as estribeiras por pouca coisa muitas vezes.

Um abraço, Gilson, seu blog é "top" (muita coisa legal, hem?!)

Cauane (Cacau) disse...

Onde escrevi "caminhos" lê-se: calminhos.

Cursos Básico, Médio e Avançado

Ebook 101 Razões