quinta-feira, outubro 15, 2015

Terei minha família na Nova Terra?

"Na Nova Terra, continuaremos como família assim como somos aqui hoje? Exemplo: Eu tenho minha esposa e duas filhas. Na Nova Terra, estas que são minha esposa e minhas filhas, continuarão sendo minha família, e moraremos juntos?"

Existe um senso comum, baseado na passagem de Mateus 22:23-22, de que não haverão novos casamentos, nem relacionamento conjugal (sexual) na Nova Terra, pois o modo de vida será diferente do que temos atualmente sob o pecado.

Entretanto, existem outras teorias (especialmente entre seitas evangélicas americanas, e até entre alguns Adventistas) de que o casamento foi instituído por Deus no Éden, e que não há nenhum problema no casamento santo e fiel entre marido e mulher. Portanto, para estas pessoas, mesmo durante a eternidade continuarão a existir os relacionamentos conjugais normais que existem hoje em nosso mundo.

O pensamento "tradicional" da Igreja Adventista é o senso comum que mencionei anteriormente, ou seja, de que não existirá relacionamento conjugal, novos casamentos, nem contatos íntimos na Nova Terra, mesmo entre os que já eram casados aqui.

Com relação à dúvida específica apresentada acima, ou seja, se um marido continuará unido a sua atual família após a volta de Jesus, existe uma declaração de Ellen White que oferece uma resposta. Veja o que ela diz:

"Oraremos por vós e por vossos preciosos pequeninos, para que possais, mediante paciente continuação em fazer o bem, conservar vossa face e vossos passos sempre em direção do Céu. Oraremos para que tenhais influência e êxito em guiar vossos pequenos, a fim de que, com eles, possais alcançar a coroa da vida, e no lar lá de cima, que agora está sendo preparado para nós, vós e vossa esposa e filhos possais ser uma família reunida, feliz e jubilosa, para nunca mais vos separardes" - Mens. Escolhidas, vol. 2, pág. 262-263.

Portanto, do texto acima depreende-se que mesmo que o relacionamento sexual íntimo, seja "diferente" na Nova Terra (o quão diferente será, nós não temos como dizer ainda), as famílias que forem salvas aqui permanecerão juntas por toda a eternidade.

Para uma compreensão detalhada deste tema, eu sugiro a leitura do excelente artigo do Dr. Natanel Moraes (um dos maiores teólogos Adventistas do Brasil na atualidade, na minha opinião), que foi publicado na Revista Parousia, do 1º semestre de 2005. O título do artigo é "Haverá casamentos na Nova Terra?".


Se você ainda não casou, mas está pensando no assunto, clique aqui e veja um excelente post sobre dicas para um relacionamento conjugal mais feliz.

2 comentários:

A.K.R. disse...

Boa tarde, pr Medeiros. Hoje estou de folga e aproveitei para dar uma lida nessa matéria. Eu sou batista, mas à semelhança dos adventistas, também penso como será na eternidade, se vai haver famílias como aqui... Mas no meu modo de pensar, não passaremos de imaginar como será, porque creio que será tão grandioso esse novo Lar, tão especial, que nossa compreensão humana e limitada, não consegue nem chegar perto do que será a eternidade. Eu concordo com o artigo e creio que não haverá relacionamentos conjugais como temos aqui, mas creio que reconheceremos as pessoas que fizeram parte de nossa família. Se possível, gostaria que respondesse minha dúvida: Uma pessoa viúva, que se casa de novo, na eternidade (supondo que as famílias permanecerão juntas, mesmo que de modo diferente) como ficaria essa pessoa? Com o primeiro cônjuge? Com o segundo? Com os dois? E os filhos? Com todos? Muito boa a matéria pra meditação e poderia responder aqui para mim? Peço que ore por minha família, tenho escrito sempre pedindo oração e sabe quem é. Seu blog é muito bom. (Se puder publicar pra responder...)

Gilson Medeiros disse...

Prezado AKR, esta mesma pergunta fizeram para Jesus (cf. Mat. 22).

Na postagem eu disponibilizo o link para um artigo completo do Dr. Natanael Bernardes sobre o assunto, e tem um capítulo onde ele analisa esta questão que você levantou... sugira que leia-o.

Um abraço
Gilson.

Cursos Básico, Médio e Avançado

Ebook 101 Razões