quarta-feira, novembro 30, 2016

Nova tragédia, momento de reflexão

Mais uma vez o Brasil fica chocado com a ocorrência de um violento desastre aéreo. Desta vez, mais de 70 pessoas perderam suas vidas.

Lembro que há alguns anos, tanto no Brasil quanto na França, e certamente em diversos outros países, famílias, amigos e colegas, ficaram desolados com o acidente da Air France, pelas mais de 220 mortes que aquela tragédia ocasionou. Foram muitos maridos, muitas esposas, pais, mães, filhos, professores, amigos, parentes, etc., que não retornaram aos seus lares.

Como cristãos, devemos nos solidarizar com o sofrimento e elevar ao Senhor as nossas orações por conforto e consolo aos enlutados em situações como estas.

Mas, como comentei aqui há algumas semanas, eventos assim também devem nos motivar a refletir sobre nossa própria experiência de vida, especialmente no trato que damos àqueles que estão à nossa volta.

Pelos noticiários podemos acompanhar diversas homenagens que estão sendo prestadas às vítimas do acidente com o time do Chapecoense; até mesmo o Governo Brasileiro prestou sua homenagem, decretando luto oficial em todo o País.

Mas... para as vítimas, para os que já estão mortos, tais homenagens não surtem mais efeito algum (cf. Eclesiastes 9:5-6).

Por isso, quero novamente convidar você a homenagear as pessoas importantes da sua vida AGORA, enquanto elas ainda estão ai do seu lado. 


Pode ser que chegue o momento em que você deseje fazer isso, mas não consiga mais!

Sua esposa, seu marido, seu pai, sua mãe, um tio, uma tia... seus filhos, seus professores, avós, seus netos... o pastor de sua igreja, um ancião dedicado, um diácono zeloso, um conselheiro de Desbravadores exemplar... aquele amigo para todas as horas; ou aquela amiga que sempre está ao seu lado; aquele professor que marcou sua experiência de estudante; seu patrão; seus funcionários... pode ser o porteiro do seu prédio; o carteiro da sua rua; o caixa do supermercado... aquela atendente simpática dos Correios; o gerente do seu banco; o gari que deixa tudo limpinho em sua rua... enfim...
... demonstre para as pessoas especiais da sua vida o quanto elas são ESPECIAIS. 


Faça isso AGORA, enquanto elas podem ver e ouvir.

Tenho certeza que elas vão gostar muito de saber que são amadas, admiradas e respeitadas.... eu gostaria... e você?!

"Como maçãs de ouro em salvas de prata, assim é a palavra dita a seu tempo" (Prov. 25:11).


veja também:
- Onde você estará no próximo Natal?
 

3 comentários:

A.K.Renovatto disse...

Quando se abate tragédias como essa, geralmente reflito o quão breve é a nossa passagem por esta vida. Uns vivem 20 anos, outros mais longevos alcançam 80, 90 anos, mas mesmo assim passa rápido. Sinto muito pelos familiares e amigos dessas vítimas do desastre aéreo, nada descreve a dor de um pai, mãe, irmão ou amigo, de perder um ente querido. Como cristãos podemos fazer nossas orações pelos que ficaram, pedindo que Deus suavize de certa forma a dor e que sejam consolados. Que o Senhor possa confortar cada coração angustiado! Esses casos me levam a refletir sobre a importância de estarmos sempre seguindo a Jesus de corpo, alma e espírito. Muitos de nós cristãos aguardamos a volta de Cristo juntamente com toda a Igreja do Senhor, mas poucos são os que pensam na possibilidade da morte, principalmente os jovens no auge da beleza e vigor. Mas essas tragédias servem para nos mostrar que o amanhã não nos pertence! Que Deus nos ajude na caminhada, nos protegendo e dando forças para seguirmos na fé até o fim. E mais uma vez espero que Deus console cada família e amigos das vítimas dessa tragédia, nada que venhamos a falar poderá amenizar a dor, mas Deus é àquele que sonda cada coração e só Ele pode verdadeiramente consolar. E devemos demonstrar amor pelas pessoas que amamos AGORA, como diz o texto, depois pode ser tarde! Que Deus continue lhe usando para levar mensagens de fé, esperança a quem precisa, Pr Medeiros. Deus o abençoe.

Gilson Medeiros disse...

Obrigado pelo comentário, meu amigo.

Continuemos rumo ao nosso alvo... sempre!

Um abraço
Gilson.

Cacau disse...

Triste essa tragédia, me solidarizo principalmente com as mães, porque sei bem o que sentem num momento desses. Peço a Deus que ajude essas famílias e amigos enlutados.

"Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá." ( João 11.25-26)

Cursos Básico, Médio e Avançado

Ebook 101 Razões