sábado, fevereiro 25, 2017

Deus é Quem diz se você é santo ou não... OK?!

Tem uma passagem bíblica que me intriga.

"Também conservei em Israel sete mil, todos os joelhos que não se dobraram a Baal, e toda boca que o não beijou" - 1Reis 19:18.

Este é um dos relatos mais conhecidos da Bíblia. Muitos são os sermões que se pregam a cada ano com base na experiência de Elias no Carmelo.

E o que me intriga neste verso?

Poucas linhas antes, encontramos Elias aparentemente SOZINHO diante de um exército de adoradores de Baal a serviço de Jezabel. Segundo o texto sagrado, Elias ficou em cima do monte, incitando o povo a tomar uma decisão:

"Então, Elias se chegou a todo o povo e disse: Até quando coxeareis entre dois pensamentos? Se o SENHOR é Deus, segui-o; se é Baal, segui-o. Porém o povo nada lhe respondeu" (18:21).

Aparentemente, somente Elias, e ninguém mais, estava ao lado do Senhor naquela ocasião. Ele ainda foi mais longe e disse que APENAS ELE, dentre todos os profetas do Senhor havia ficado para enfrentar a batalha (v. 22).

O desfecho, todos conhecemos. Elias saiu vencedor após um dia inteiro de ridícula demonstração de adoração pagã (semelhante à que vemos hoje em alguns lugares). Deus havia sido vitorioso, e todo o povo reconheceu, afinal, que somente Ele é o Senhor (18:39).

A arrogância de Elias

Algum tempo depois, Elias se encontra escondido com medo da sentença condenatória de Jezabel... sim, o mesmo irônico e sarcástico profeta que havia humilhado centenas de funcionários do diabo, agora estava escondido, dentro de uma caverna, com medo de uma mulher... A Bíblia é mesmo fantástica, não é?!

Em seu esconderijo, Elias argumenta com o Senhor sobre sua condição aviltante... chega a pedir mesmo a morte!

No alto de sua arrogância religiosa, Elias diz ao Senhor:

"Tenho sido zeloso pelo SENHOR, Deus dos Exércitos, porque os filhos de Israel deixaram a tua aliança, derribaram os teus altares e mataram os teus profetas à espada; e eu fiquei só, e procuram tirar-me a vida" (19:10).

Na cabeça de Elias, somente ele era fiel... somente ele era zeloso... somente ele permaneceu firme à aliança... somente ele...

É quando o Senhor faz, na minha opinião, a intrigante revelação:

- Que nada, Elias... deixa de ser arrogante! Ainda existem 7000 no meio do povo que permaneceram fieis, e não se curvaram diante dos falsos deuses.

E eu pergunto:
- Onde estavam estes 7000? Por que eles não se apresentaram quando Elias estava incitando o povo à decisão? Quando ele acusou a todo o povo de estar "coxeando" entre dois pensamentos, porque estes sete mil se calaram (cf. 18:21)?

Deus é mesmo "ilógico"

Há algum tempo eu escrevi aqui sobre o quanto considero Deus um Ser "ilógico" , e a história de Elias na caverna só vem me confirmar esta "tese".

É muito comum, infelizmente, encontrarmos nas igrejas algumas pessoas que se consideram mais zelosas, santas e consagradas que outras. Exemplos:

- Eu faço culto familiar, e você não faz...
- Eu levanto de madrugada para orar, e você não...
- Eu chego cedo todo sábado na igreja, e você só chega atrasado...
- Eu devolvo o dízimo e a oferta minuciosamente, e você não...
- Eu sigo a Reforma de Saúde nos mínimos detalhes, mas você...
- Já li todos os livros do Espírito de Profecia... e você?
- Eu aboli a televisão da minha casa, e você não...
- Eu detesto sermão "enlatado", mas você...
- Eu sou Adventista de berço... e você?

- Eu estou em todas as semanas de oração... e você?
- Todo ano eu vou para o retiro de carnaval, das mulheres, dos PGs... e você?

Eu, eu, eu, eu... esse é o problema do arrogante, do falso zeloso, do pseudo-consagrado. Ele usa coisas que, a princípio, são boas e importantes na vida cristã, e fazem delas um "chicote" para atormentar seus irmãos menos "consagrados".

Quantas vezes não vemos pregadores subirem ao púlpito imbuídos da arrogância de Elias, e esbravejarem: "Só eu e minha família fazemos as coisas direito por aqui... se quiserem se salvar, olhem para mim..."! Um dia vi um pregador deste "naipe" discursando no IAENE... e nossa professora de Psicologia na época confirmou o Transtorno Obsessivo Compulsivo pelo qual o iminente pregador estava passando.

E Deus, em Sua infinita, abundante e terna misericórdia, olha para estes arrogantes, escondidos em suas cavernas, e diz:
- Filho, para com isso! Seja mais humilde e reconheça que você não é nada perfeito... e você sabe que Eu sei disso muito bem... Mesmo que você não consiga ver, Eu tenho muitos outros filhos fieis aqui, mesmo entre estes que, aparentemente, estão calados, improdutivos e estáticos. Eles também estão vivendo a fé verdadeira, assim como você. Por isso, querido filho, não seja arrogante, e saia dessa sua caverna de egoísmo!

É maravilhoso ver nas entrelinhas da Bíblia o quanto o nosso Deus é diferente de nós, em todos os sentidos. Aleluia!

Nós somos arrogantes, presunçosos, invejosos, ciumentos, vingativos, implacáveis, egoístas...

Ele é TODO AMOR E MISERICÓRDIA.

Da próxima vez que eu ou você nos sentirmos tentados a bater no peito e dizer "só eu", vamos nos lembrar que ao nosso lado podem existir outros "sete mil" que estão firmes na fé, mesmo que nossos olhos pecadores não consigam enxergar isso.

veja também:
- Deus e a (i)lógica
 

7 comentários:

Rodrigo disse...

Lembrei-me desse hino do hinário ao ler esse post...

"...
Do esforço meu por Ti, Jesus,
às vezes me gabei:
Quão grande sacrifício fiz, na senda estreita andei;
Deixei fortuna e fama
a fim de Te seguir;
E Tua voz suave pude ouvir:
Deixei o trono e a glória,
deixei do Céu a luz,
e Minhas mãos pregaram
sobre uma rude cruz;
Com tua mão na Minha,
sigamos, pois, assim;
Ó, toma a cruz e segue junto a Mim."

Hinário Adventista do 7° Dia, n° 66,Na Senda do Calvário.


Essas pessoas, quando sentirem-se dessa maneira, deveriam olhar para Cristo, pois só assim veriam realmente quão mesquinhos e miseráveis são diante do Poderoso e Exaltado Senhor, que tanto se humilhou ao deixar o trono e a glória para vim morrer por todos nós.

Aliais, essas pessoas deveriam tomar muito cuidado, pois foi assim que Lúcifer, a estrela da alva, se tornou Satanás, o enganador. Foi colocando-se numa posição privilegiada perante os outros anjos que sentiu-se exaltado e sublime demais, querendo até tomar o lugar de Jesus e fazer parte da Trindade. Nessa Adão e Eva caiu.

Os verdadeiros santos diante de Deus, se sentirão, como Paulo, os piores pecadores, pois esses veêm toda manhã a grandiosidade do Espírito Santo e percebem realmente que diante de Deus somos pó. Que em um momento estamos vivos e no outro podemos estar mortos.

Sigamos o exemplo do Homem mais humilde que existiu no mundo, que mesmo subistindo em forma de Deus, não usurpou-se ser igual a Deus, mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, tornando-se semelhante aos homens. Filipenses 2:6-7


"...nada façais por contenda ou por vanglória, mas com humildade cada um considere os outros superiores a si mesmo". Filipenses 2:3


Tem gente que precisa aprender a lição dos legumes...

...Romanos 14

Gilson Medeiros disse...

Obrigado pelo comentário, Rodrigo.

Christiano Paulino Leal disse...

Prezado irmão Gilson,

Sempre leio seu blog e noto que você tem grande preocupação com aqueles que se auto-justificam e se acham mais consagrados que os outros; creio que faz sentido e em certo aspecto você tem razão. Tomo como exemplo um post que você publicou acerca daqueles que defendem a idéia que as orações devam ser feitas de joelhos e esse que agora comentamos. Concordo em parte com você. Concordo no que tange a auto-justificação, uma vez que somos justificados por Cristo e somente por Ele. De fato, o nosso modelo deve ser Jesus, mas como então explicar o que Paulo afirmou em três momentos distintos:
"Porque, ainda que tivésseis milhares de preceptores em Cristo, não teríeis, contudo, muitos pais; pois eu, pelo evangelho, vos gerei em Cristo Jesus. Admoesto-vos, portanto, a que sejais meus imitadores." (I Cor. 4: 15 e 16);

"Sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo." (I Cor. 11: 1);

"Lembrai-vos dos vossos guias, os quais vos pregaram a palavra de Deus; e, considerando atentamente o fim da sua vida, imitai a fé que tiveram." (Hebreus, 13: 7) - esse, por sinal, marcou muito minha conversão.

Pergunto a você, seria isso arrogância? Acredito que existem muitos irmãos que podem nos conclamar a sermos seus imitadores; logicamente, os arrogantes nunca merecerão serem imitados, mas sempre serão exemplo os humildes e mansos de coração, por serem, esses, imitadores de Cristo. Um grande abraço e que Deus o abençoe.

Gilson Medeiros disse...

Caro Christiano, obrigado pelo comentário.

Você está corretíssimo quando diz que tenho mesmo uma certa "preocupação" com os que se utilizam do legalismo (auto-justificação), pois tenho visto muitas vidas arruinadas por esta hipocrisia disfarçada de religião.

E também concordo quando você diz que existem modelos que podemos (e devemos) "imitar". Eu mesmo procuro seguir o exemplo equilibrado, sensato e piedoso de alguns bons líderes. Como você mesmo diz, só temos que cuidar dos arrogantes.

Um abraço.
Gilson.

Chacon disse...

Acho, disse, acho, que não corro esse perigo, pois me considero o Adventista mais pé quebrado, mais meia-boca, (se é que podem me chamar de adventista), mais lixo, que existe no planeta, acho que por isso que somos salvos pela Graça por meio da fé. Eu por exemplo seria salvo por quê? Só pela Graça, por meio da fé, que ainda por cima me foi dada, porque acho que nem isso seria capaz sozinho. abraço Gilson, eu precisava deste post.

Anônimo disse...

Estava eu procurando algo sobre os 7000 que não se dobraram para adorar Baal e tive a infelicidade de me deparar com seus comentários:
Você certamente deve ser estudioso das escrituras, "suponho", então eu gostaria que mostrasse alguma referência sobre a arrogância do santo profeta, ou mesmo qualquer comentário sobre qualquer tipo de desobediência ou discordância entre Elias e o Senhor DEUS; visto que não vai encontrar sugiro que tenha muito cuidado quando comentar sobre os santos de DEUS pois, veja o que o Senhor DEUS fala sobre os arrogantes:

O temor do SENHOR é odiar o mal; a soberba e a arrogância, o mau caminho e a boca perversa, eu odeio. Provérbios 8:13
E a arrogância do homem será humilhada, e a sua altivez se abaterá, e só o SENHOR será exaltado naquele dia. Isaías 2:1
Eu poderia citar inúmeras passagens condenando a arrogância e a soberba, entretanto te digo quando comentares sobre os patriarcas ou os profetas ou qualquer santo de DEUS lembre-se destes versículos:
36 Digo-vos, pois, que de toda palavra fútil que os homens disserem, hão de dar conta no dia do juízo.

37 Porque pelas tuas palavras serás justificado, e pelas tuas palavras serás condenado.
Mateus 12:36-37

A.K.Renovatto disse...

Excelente texto!!! Realmente somos vingativos, ciumentos,etc. Temos a tendência de às vezes achar que estamos só, que somente nós estamos "na brecha", esquecendo que há outros ali também. Creio que Elias escondeu-se na caverna também por um sentimento de depressão pela situação em que se encontrava. Não pude deixar de notar o comentário de um anônimo acima que acha que o Pr precisa ter cuidado ao falar dos santos de Deus. Concordo que devemos cuidar no que vamos falar, mas é válido lembrar que os profetas de Deus da Bíblia, eram homens como nós (imperfeitos). Claro que sei o valor deles e que eram separados por Deus, viviam procurando a santidade, mas eles tinham momentos de tristeza, raiva, medo, etc, como nós temos (assim eu penso). Não me atrevo a me comparar com Elias ou Paulo, estou muito aquém, mas sei que eles tinham sim momentos bem "humanos" como nós temos e sofriam as mesmas tentações que sofremos. Sobre o comentário de Chacon (já peço desculpas por intrometer rsrs) acho que o irmão exagerou na humildade. É muito bom reconhecermos nossa insignificância, mas penso que o irmão não deve se considerar o" mais lixo" que existe no planeta...Só o fato de ser um filho de Deus (mesmo que com imperfeições, fraquezas) já o faz ser herdeiro do Rei. Entendi que quis dizer que não é arrogante, mas "lixo" o irmão não deve jamais se considerar. Mas concordo com ele que somente seremos salvos pela Graça de Deus. Deus o abençoe, Pr Medeiros, muito bom ler um texto edificante assim!

Cursos Básico, Médio e Avançado

Ebook 101 Razões