sexta-feira, novembro 25, 2016

Namoro Cristão - algumas dúvidas!

Frequentemente recebo e-mails de jovens que pedem orientação sobre alguns pontos específicos da vida a dois.

Como sei que estas podem ser as dúvidas de outros jovens, vou colocar de forma breve os principais pontos levantados.


1. O que é "fornicação"?

Esta palavra está no mesmo contexto das "relações sexuais ilícitas", condenadas pelo Novo Testamento (cf. Atos 15:20), e está relacionada com o envolvimento íntimo entre um homem e uma mulher solteiros. A diferença para o "adultério" é que, neste caso, um dos envolvidos é casado(a), e quebrou seu voto de fidelidade conjugal.

2. Se um casal de jovens namorados comete fornicação, o que devem fazer?

Depende...

Se o ato pecaminoso (o relacionamento sexual antes do casamento) não se tornou público, ou seja, NINGUÉM além do casal ficou sabendo do ocorrido, então eles devem dar os passos normais para qualquer pecado:
a) Arrependimento sincero
b) Confissão a Deus
c) Abandono da prática do pecado

Os dois devem conversar abertamente sobre o assunto, e fazerem um "pacto" de não mais praticarem o sexo fora dos limites do casamento, nem entre si nem com outras pessoas. 

Sei que não é nada fácil, na sociedade extremamente erotizada e pornográfica em que vivemos, mas é o caminho que um(a) jovem fiel a Deus deve trilhar...

Após conversarem, orarem juntos e confessarem o pecado a Deus, eles podem ficar tranquilos de que receberam o perdão, e não precisam mais se angustiar pelo ocorrido. Na próxima santa-ceia eles recebem a restauração de Deus, e podem seguir suas vidas em paz. Não é necessário dizer ao pastor, Ancião, ou quem quer que seja (nem àquele(a) amigo(a) íntima e super "discreto(a)")... Só precisam se policiar e não voltarem a praticar o sexo, evitando também tudo aquilo que possa induzir ao ato, como mencionei na postagem da semana passada.

Porém, se o ato sexual entre os namorados/noivos se tornou público, ou seja, outras pessoas vieram a saber e a situação agora está trazendo "escândalo" para a igreja, então a ÚNICA consequência natural é a DISCIPLINA ECLESIÁSTICA, que provavelmente será a remoção.

3. Um casal de namorados que tenha sido disciplinado por fornicação pode, depois de rebatizados, se casarem na Igreja Adventista?

Este é o grande drama (e talvez a pior consequência do erro) pelo qual o casal que foi disciplinado por praticarem sexo antes do casamento terão que suportar, pois NENHUM pastor Adventista poderá fazer este casamento. Nem mesmo o discreto "culto de ação de graças" na igreja pode ser feito pelo pastor, para não caracterizar a "bênção" ministerial sobre a união.

Os dois terão que se contentarem em uma união apenas civil, em cartório, pois na Igreja isso não será mais possível. É duro, mas devemos ser sinceros o suficiente para aceitarmos as consequências das nossas escolhas erradas, por mais difícil que seja.
Conheço casais (especialmente no caso da esposa) que vivem por anos a frustração de nunca terem se casado "nos conformes", com uma cerimônia, vestido branco, padrinhos, festa, etc... Por isso, um casal de jovens deve ficar atento para não fazer de alguns minutos de prazer, uma vida toda de angústia, frustração e remorso.

4. O que um jovem deve fazer se seu(sua) namorado(a) fica pressionando para manter relação sexual, mesmo depois de já terem conversado sobre o assunto?

Meu conselho sincero: FUJA DELE(A)! Acabe com este namoro enquanto é tempo, pois ele já está mostrando que não será bom para sua vida.

O namoro é a fase onde devemos conhecer a outra pessoa, especialmente seus defeitos, pois serão estes que se intensificarão após o casamento. Um(a) namorado(a) que não quer respeitar o seu limite, e não faz questão de observar os conselhos de Deus, já está mostrando que será um(a) péssimo(a) marido/esposa.

Eu costumo dizer que é muito melhor acabar um relacionamento no altar da igreja, e ficar com o prejuízo financeiro, do que amargar o sofrimento depois... PRO RESTO DA VIDA, pois é assim que os Adventistas creem sobre o voto matrimonial.

::::::::::::::::

É claro que estas orientações podem não se aplicar a TODOS os casais!
Pode haver casais que praticaram sexo antes do casamento, casaram-se, e vivem felizes. Mas esta é a EXCEÇÃO. A "regra" é outra!

O melhor a se fazer, sempre, é seguir os conselhos de Deus, mesmo que eles estejam na direção oposta daqueles dados pelas novelas, filmes, revistas e "amigos" do nosso dia-a-dia. Para um adolescente cristão, Adventista, não é nada fácil se manter fiel até o casamento, e são poucos os que conseguem (infelizmente)... mas devemos fazer nossa parte, pois esta é uma questão de salvação ou perdição eternas.

"Fugi da impureza. Qualquer outro pecado que uma pessoa cometer é fora do corpo; mas aquele que pratica a imoralidade peca contra o próprio corpo" (1Cor. 6:18).

Aproveite e veja as respostas a dúvidas específicas nos
comentários abaixo desta postagem


Veja também:


115 comentários:

Anônimo disse...

Pr gilson Estou desesperado.. tenho dois pecados que estão me atormetando.. o 1º é a pornografia virtual(me leva a masturbação) que não consigo vencer.. o 2º é que estou me adiantando demais em caricias.. pode me ajudar.. tenho que largar essas coisas isso ta acabando comigo..eu deixo por um tempo e volto a cometer de novo e me desanimo pensando que não tenho mais chance com Deus..
Outra coisa: posso me casar na igreja mesmo tendo feito essas caricias antes do casamento?
Paz pr..

Gilson Medeiros disse...

Olá, "Anônimo".

sugiro que você dê uma lida no material aqui do blog que trata da masturbação, pois creio que te ajudará a vencer deste grande desafio.

Quanto a casar na igreja adventista, isso só será possível se não houver "escândalo" com relação ao pecado, ou seja, se o casal que tem praticado fornicação não for disciplinado por este motivo.

Um abraço.
Gilson.

Anônimo disse...

oLÁ gILSON QUERO QUE VOCÊ ME TIRE UMA DÚVIDA. Quando é na sua opinião que podemos saber que é um CHAMADO de Deus para o ministério Pastoral? Bem, sei que talvez não seja possível você responder não é? Mas, der a sua opiníão por favor, preciso muito dessa resposta. E outra coisa, é possível você relacionar dedicação em um trabalho secular e se dedicar também, se dedicar mesmo na obra missionária na igreja? De a sua opinião e que Deus te abençoe.

Gilson Medeiros disse...

Olá, Anônimo.

Suas dúvidas não têm muito que ver com o tema do post, mas vou tentar ajudá-lo.

1. O chamado é confirmado de acordo com a opinião de pessoas consagradas da Igreja. Procure o ancião, o pastor distrital, alguns irmãos de confiança, e pergunte a eles se você tem vocação para o ministério. Se a resposta for positiva na maioria dos casos, pode ser uma indicação de um chamado divino para a Obra.

2. Quanto a se dedicar, não entendi o que você quer saber sobre o tema. O cristão deve ser dedicado em tudo o que faz. A diferença entre o trabalho secular e o sagrado, como diria Willian Carey, é que no primeiro você se dedica para pagar as dúvidas, enquanto que na Obra do Senhor a dedicação é para ganhar almas. Se puder unir as duas coisas, terá encontrado a melhor das formas de viver a vida neste mundo.

Um abraço.
Gilson.

Anônimo disse...

eu tenho 14 anos e gostaria de saber se namorar um cara evangélico de 25 anos é errado ? tenho muita dúvida em relação a isso, e na biblia diz algo sobre isso ? E poderia ser da vontade de Deus eu namorar uma rapaz mais velho? beijos

Anônimo disse...

Ola
sera que ter sexo antes di casamento com seu namorado..e uma grandi pecado que voce nao poderia ir por ceu?

Gilson Medeiros disse...

Olá, Anônima.

Todo e qualquer pecado que não abandonamos pode interferir em nossa salvação (Atos 3:19).

Anônimo disse...

ola pastor tenho uma duvida fui casado a 5 anos tive uma filha no perildo do casamento tive um filho fora do casamento passou se um tempo me separei estou divorciado reencontrei meu amor do passado estamos morando juntos ela tambem foi casada tem dois filhos e esta separada a mais tempo que eu estamos muito felises juntos sinto que fiz a coisa errada nao esperei o tempo de deus na minha vida aprecei as coisas peguei com minhas proprias maos casei com a pessoa errada estou pagando um preço auto mas tudo tem uma consequencia pastor estamos na igreja nos e nossos filhos e estamos querendo nos casar o que vc acha?

Gilson Medeiros disse...

Prezado "anônimo", seu caso é mesmo bastante complexo, pois envolve casamentos e filhos com pessoas diferentes.

Mas, segundo o que creio, Deus sempre nos dará uma segunda chance para consertarmos nossa vida, e nos reconciliarmos com Ele.

Dependendo de como esteja sua situação "legalmente", ou seja, se já estiver divorciado formalmente, bem como sua atual esposa também já tenha a situação dele resolvida, é possível que vocês possam realizar uma cerimônia para pedir a bênção do Senhor sobre o novo lar. Mas os detalhes só podem ser avaliado por um pastor mais próximo de vocês, o qual poderá identificar se tudo está de acordo com o que crêem os Adventistas do 7º Dia. De longe, não posso opiniar com mais propriedade.

Portanto, sugiro que você procure o pastor do seu distrito e converse com ele sobre o desejo de vocês em formalizarem o matrimônio.

E "continuem" felizes para sempre!

Um abraço.
Gilson.

Anônimo disse...

Olá Gilson,
É o seguinte, estou namorando um rapáz e tive relação sexual com ele apenas uma vez, porque no outro dia ele leu a sua postagem. E quando tentamos novamente ele não conseguiu..No momento ele tambem esta recebendo estudos biblicos..ja eu estou interessada em ter estudo tambem.
Qual a sua opnião sobre a nossa situação?

Desde já, muito obrigada!

Gilson Medeiros disse...

Olá, "namorada anônima".

Pelo que entendi, vocês ainda não são membros da IASD (pois estão estudando a Bíblia). Neste caso, Deus não leva em conta o tempo em que ignorávamos o pecado.

A partir do momento em que temos consciência dele é que passamos a ser "devedores" diante de Deus.

Portanto, sugiro que permaneçam sem se envolverem sexualmente, e aguardem o momento certo para uma relação mais íntima, a qual, segundo a Bíblia, só é própria para o casamento divinamente constituído.

Um abraço.
Gilson.

Anônimo disse...

olá! gostaria de saber se um casal que ja partilhou de algumas intimidades nao chegando ao ato sexual antes do casamento ainda tem a chance de se casar na igreja, se ninguem tomou conhecimento deste fato.
obrigada

Gilson Medeiros disse...

Cara "Anônima", se um casal de namorados praticou algum ato indevido antes do casamento, mas isso não se tornou público, então eles podem se casar normalmente na Igreja.

Porém, preciso alertar para 2 pontos importantes:

1. Se futuramente esta situação se tornar público (mesmo depois de casados), o pastor que oficiou o casamento pode sentir-se "traído", uma vez que o casal não lhe expôs a situação antes da cerimônia. Dependendo do caso, é possível que sejam disciplinados pela Igreja.

2. A experiência tem mostrado que os casais que praticam sexo antes do casamento têm grande dificuldade em manter um relacionamento saudável após se casarem. Dúvidas, insinuações, desconfianças, etc., podem começar a se infiltrar na relação, e minar o relacionamento. É importante que o casal de namorados conversem muito a respeito, e se comprometam a não mais praticarem qualquer ato sexual antes de se casarem.

Um abraço.
Gilson

Anônimo disse...

Olá pastor, conheci uma menina, ela vai na igreja porém ela não participa de eventos da igreja, até porque ela é timida. Eu acabei me envolvendo com ela, eu e ela estávamos querendo levantar um namoro (eu sou cristão e frequento a igreja batista), só que estou sentindo como se tivesse um peso em meu coração. Você poderia me explicar o que seria esse peso no coração? obrigado e que Deus te abençoe

Gilson Medeiros disse...

Caro Anônimo, é muito difícil eu te dizer o que pode ser este "peso" que vc acredita estar sentindo no coração.

Normalmente, isso pode ser remorso, ansiedade, medo, timidez... depende muito.

Um abraço.
Gilson.

Anônimo disse...

pastor, estou gostando de uma menina cristã (e eu sou cristão também.) tenho 17 anos e ela 15. Ela me falou que já praticou o ato sexual aos 13 anos com um rapaz. E isso me dói e me perturba muito, eu sinto aquele peso no coração assim como eu te falei antes no comentário anterior. eu devo investir?

Gilson Medeiros disse...

Prezado Anônimo, sinceramente não crieo que vocês estejam em idade para um relacionamento mais sério, como está se apresentando este.

O tipo de "revelação" que a garota te fez deveria ter sido reservado para um momento futuro, se o namoro realmente fosse permanecer. Talvez por imaturidade ela tenha revelado a você algo íntimo da vida dela.

Acredito, pelo que já tenho visto acontecer com outros jovens na mesma situação, que este relacionamento levará vocês para envolvimentos cada vez mais íntimos. O melhor seria que vocês dessem um tempo, e fortalecessem a amizade apenas.

Um abraço.
Gilson.

Daiane Fernandes disse...

EU , DAIANE

Iniciei um namoro a um mÊs
e ontem meu aniversário ganhei um celular dele.
Mas o caso é, Hoje Deus usou um profeta e falou que Deus estava me livrando de um grande laço e que "nem tudo o que brilha é ouro" e que pode ser "bonito" aos meus olhos mas aos de Deus não... e é na parte sentimental que o inimigo estava preparando um laço de prostituição e adultério.
Eu, devido ao serviço e horários estou indo pouco a igreja e ele aceitou a jesus mais ouve musicas do mundo e não é firme mais tem qualidades muito boas e parece ser a pessoa certa porque antes de namorá-lo já o tinha como amigo
e ele nunca quis magoar ninguém nem trair ele é muito humilde e sempre que folga vai a uma igreja.
Não sei se Deus disse NÃO ou pra tomar cuidado com outro que pode aparecer.
e ele também mandou vigiar e não aceitar os manjares do mundo. Me ajude.. Brigada!!!

Anônimo disse...

Pastor namoro um moço a seis meses, conversamos muito e bastante. Moramos longe um do outro e antes de namorarmos, nos conhecemos bastante quase cinco anos, porém por net e fone. Agora que surgiu o namoro. Nos amamos muito e acabamos tendo relação sexual antes do casamento. Somente eu e ele sabemos do ocorrido. Me arrependi mto, porque sei que as consequencias do pecado são trágicas. Agora o que mais nos atormenta é sobre a real vontade do Senhor e se devemos confessar aos nossos pais e pastores o ocorrido. Ja conversamos e fizemos uma aliança de não praticarmos mais o pecado, porém tem nos atormentado nossa consciencia em confessar para nossos pastores e entrarmos em disciplina. Nos ajude nessa decisão por favor. Estamos muito preocupados, arrependidos e em dúvida se realmente Deus aprova nosso namoro. Eu e ele somos cristãos compromissados com o evangelho, conversamos mto e temos nos entendido bem, apesar da divergência de nossas idéias em algumas coisas. Mas estamos nos conhecendo mais ainda. Queremos dar o passo do casamento, mas e a vontade do Senhor? Parece q Ele está em silêncio e não fala sim ou não.

Aguardo sua ajuda e orientação

Gilson Medeiros disse...

Querida Anônima, o namoro é um passo muito importante em um relacionamento entre um homem e uma mulher. Infelizmente, nossa sociedade tem demonstrado um profundo equívoco com relação a este momento, e nossos jovens aprendem que o namoro é o período de "experimentar" para ver se gosta. Muitas crianças têm nascido com fruto deste tipo de "experimento".

No seu caso específico, sinceramente não vejo porque confessar o pecado a outras pessoas, pois você diz que se arrependeram e não voltaram a ter relação sexual.

Orem ao Senhor, peçam o perdão dEle, e continuem a vida com a tranquilidade de quem foi lavado e perdoado pelo sangue do Cordeiro.

Um abraço.
Gilson.

Anônimo disse...

Meu nome é Jamilly, tenho 19 anos, eu namorava um rapaz q não é evangélico e terminei pq minha família não o aceitava. Apesar disso, continuamos "ficando" pq o amo mto e um dia ele me disse que me amava muito tbm, mas não conseguia ficar sem sexo, e que se se envolvesse com outra pessoa, seria apenas carnal. Depois de algum tempo descobri q ele tava namorando uma menina, ele disse q não amava ela e era só carnal o relacionamento deles. Disse q se eu der uma 2ª chance ele vai fazer parte da minha igreja pra minha família aceitar ele e vai respeitar minha opção de continuar virgem até o casamento. Não sei o q faço, vale a pena dar uma segunda chance?

Gilson Medeiros disse...

Cara Jamilly, sinceramente, não creio que este camarada sinta algo especial por você.

Você diz que ele é "evangélico", mas age dessa maneira, tenho dúvidas sobre o "tipo" de cristão que este rapaz seja. Esse negócio de "carnal" é só desculpa.

Na minha modesta opinião, sugiro que você procure um rapaz que seja Advenista, e que a ame de verdade. Se não visualizar ninguém no momento, peça a Deus, que Ele te mostrará a pessoa certa.

Um abraço.
Gilson.

Anônimo disse...

Pastor, eu minha noiva caímos em tentação e tivemos relações sexuais algumas vezes. Todas as vezes nos arrependemos e pedimos perdão a Deus. Nosso pecado nunca se tornou público e agora vamos nos casar. O folheto da IASD para noivos diz:"Se o casal já convive fisicamente, não existe motivo para a realização da Cerimônia/Culto de Casamento (que tem como objetivo buscar a bênção de Deus antes da consumação física da união). Neste caso, diante de Deus, o casamento, isto é, a união já aconteceu". Não acredito que o meu caso se enquadre nesse impedimento. Qual a sua opinião?

Gilson Medeiros disse...

Caro Anônimo, como você menciona no comentário o folheto para "noivos" se refere a pessoas que "convivem fisicamente". Na minha opinião, trata-se de pessoas que já moram juntas.

Neste caso, realmente fica desnecessária a cerimônia.

Entretanto, no caso de você e sua noiva, acredito que podem receber a bênção do Senhor e serem felizes. Mas se esforcem mais para se manterem sem relacionamento sexual antes do casamento. Você verá que isso fará uma grande diferença no relacionamento de vocês.

Um abraço.
Gilson.

Anônimo disse...

O arrependimento de uma pessoa é diferente de outra?
Quero dizer, nesse caso, o arrependimento da pessoa em que não se tornou público seu pecado sexual é diferente da que outras pessoas vieram a saber?

E na conversa com o pastor antes do casamento, deve ser mencionado que pecaram no inicio do namoro mas que estão arrependidos e já se libertaram de tal? ou é irrelevante? O pastor faria o casamento nessa situação?

Obrigada desde já, aguardo ansiosamente sua resposta.

Gilson Medeiros disse...

Cara Anônima, a disciplina nesse caso tem o objetivo de resguardar o nome da Igreja, para que não haja escândalo.

Se o pastor ficar sabendo que houve relacionamento sexual entre o casal, antes do casamento, por uma questão de consciência ele pode se abster de realizar tal cerimônia, preferindo que o casal escolha outro oficiante. Mas, depende da maneira como ele analisará o caso.

Este assunto é muito complexo, pois envolve sentimentos, sonhos, frustrações, etc. Por isso o jovem Adventista é consciente de que a fornicação é um grande mal, que pode trazer consequências terríveis para o relacionamento presente e futuro.

Um abraço.
Gilson.

Anônimo disse...

Pastor estou passando por um momento muito grave! olha só eu sou membro da IASD e tenho 8 meses de rebatismo, tenho função ativa na igreja diretor ministerio pessoal e alem disso sou tbm colportor evangelista, ja conheço a verdade ha 10 anos. um dia visitando alguns membros da igreja conheci uma moça q e filha de uma irma da igreja e começei ha dar estudo para ele e entao com algum tempo ela m revela q esta apaixonada por mim entao tbm revelo ha ele q sinto o mesmo, prossigo entao oficializar um compronmisso com ela e que apos sua desisão ao lado de cristo e nao por mim pelo batismo podemos ter um namoro serio e oficializado. so q infelismente com algum tempo eu a bjo e revelo a meu pastor e entao ele m aconselha a nao mais ter contato com ela fisicamente ate o batismo, so q ao comentar com ela ela ficou muito aalada e então nao resisti e assim prossigo ve-la mais sem beija-la mais com o tempo cai em tentação e ai pastor a bjo e então pastor eu caio em tentaão e cometo o ato sexual, fiquei muito angustiado no outro dia e falei com meu pai e meu primo, q são da mesma igreja q eu, e eles comentaram que era um assunto meu e de deus e que nimguém presissava saber e q c eu amasse ela nao teria mal nenhum e então vou ve-la pois estava muito angustiado e entao cometi o ato sexual d novo. E AGORA PASTOR O Q FAÇO REVELO AO MEU PASTOE A IGREJA OU FAÇO MEU VOTO COM DEUS EU E ELA E NAO COMETEMOS MAIS O PECADO? ELA ESTA AINDA ESTUDANDO A BIBLIA E VAI SE BATIZAR DETALHE! m ajuda pastor m responda no seu blogger porfavor o mais rapido possivel>

Gilson Medeiros disse...

Caro Anônimo "colportor evangelista", infelizmente você está passando por tudo isso por 2 motivos:
1. não deu ouvidos ao conselho sábio do seu pastor
2. deu ouvidos ao conselho tolo do pai e seu primo

Ao que parece, você não está mais conseguindo manter-se longe do pecado com esta moça. E o pecado tem este "sabor" mesmo, especialmente no que se refere ao sexo. Depois de provado, é difícil deixá-lo de lado... eu disse "difícil", não impossível!

Porém, há um problema maior nesta história...

Como vocês JÁ praticaram o ato sexual, diante de Deus vocês já são "uma só carne". Seria muito anticristão de sua parte, simplesmente deixá-la de lado agora. O mais correto a ser feito é que se casem, mas isso só será uma decisão acertada para o futuro, se vocês se amarem de verdade.

Sugiro que vocês dois conversem sobre o ocorrido. Se houve desejo de se casarem, e condições para isto, então comecem a acertar os preparativos. Como há aconteceu o sexo entre vocês, é possível que o seu pastor não queira realizar o casamento. É um direito dele, por questão de consciência. Procure-o e abra o seu coração. Como da outra vez, creio que ele terá uma palavra de sabedoria para você.

Estaremos orando.

Um abraço.
Gilson.

Anônimo disse...

Ola , vou lhe explicar minhas duvidas:
Sou cristã, amo a Deus, sou reservada, estudiosa e nunca tive um namoro não-cristão. Acontece que estou admirando e gostando mt de um garoto adventista, n sei como proceder, ja q tenho certeza de q se isso virasse um namoro, pela vontade de Deus, daria certo.. nao devo mudar o conceito de ngm, creio q sou inteligente pra compreender a relaçao q ele tem com Deus.. o q faço?

Gilson Medeiros disse...

Cara jovem "reservada" e "estudiosa".

Você já orou ao Senhor sobre este sentimento? Sugiro que você busque uma resposta de Deus sobre este rapaz. Caso positivo, se aproxime dele como amiga e vá estreitando o relacionamento, se ele mostrar que merece uma jovem como você.

Acho que dessa forma você estará começando de um modo acertado.

Um abraço.
Gilson.

Anônimo disse...

quero saber se assistir filme porno é pecado? sou evangelica mais tenho essa duvida e tenho vergonha de perguntar aos mais proximos me responda por favor

Gilson Medeiros disse...

Olá.
O principal problema desse tipo de filme é que eles desvirtuam completamente o ato sexual, além de poluir a mente.

Prefira filmes que ensinem lições morais, baseados em fatos reais, etc. Certamente você será muito mais edificada.

Um abraço.
Gilson.

Anônimo disse...

Olá pastor!
Bem, eu namoro um rapaz, ele já foi da igreja ele também, a gente si afastou, agora ele voltou e eu também.
Mais minha divida e: meu pai teve um sonho em que Deus dizia que ele não era pra mim, eu orei a Deus e disse que e ele que quero como esposo, mesmo que eu tivessi que pagar um preço por isso, eu escolhie ele, e todas as noites peço a Deus que seja ele, a gente já vai fazer 2 anos de namoro, a minha duvida maior er, será que Deus mi atendeu? Si Deus permite algo assim? Ele ora e eu oro também pedindo muito isso a Deus!
Mi tira essa duvida.

Gilson Medeiros disse...

Cara Anônima, Deus envias Suas mensagens de forma clara, e devemos estar dispostos a ouvi-Lo.

Algumas vezes, estamos tão cegos pelo sentimento, que preferimos fazer de conta que não estamos vendo os sinais de Deus... Vê o exemplo de Sansão?!

Sugiro que você converse com pessoas que conheçam seu relacionamento de perto, e esteja disposta a seguir o caminho que Deus lhe orientar.

O conselho do seu pai já deve ser um grande começo para você refletir... não acha?!

Um abraço.
Gilson.

Anônimo disse...

Pr. Tenho uma dúvida, minha namorada perdeu a virgindade, logo dps que entrou na igreja, então ela se arrependeu do que tinha feito e comentou cm o ancião da igreja, este por sua vez, deu uma suspensão às escuras pra que nem todos soubesse...
Dps de um certo tempo, ela se envolveu com outro rapaz da igreja, caindo novamente em pecado e cometendo fornicação, se arrependeu mais uma vez,e mais uma vez recebeu uma puniçao as escuras, agora ela está comigo, porém não cometemos fornicação, ela pode casar-se comigo na igreja, ou não pode?

Gilson Medeiros disse...

Caro Anônimo, pode casar, "pode", pois o pecado da sua namorada não se tornou público.

Entretanto, sugiro que vocês analisem muito, muito bem o casamento, pois o histórico de relacionamentos na sua namorada pode vir a ser um fator de problemas no seu casamento, futuramente.

Sei que isso pode parecer "machista", mas a experiência tem mostrado que os maridos tentem a desenvolver um ciúme excessivo, quando têm conhecimento do passado de suas esposas.

Conversem com o pastor do seu distrito, pois tenho certeza que ele poderá dar orientações mais precisas, já que conhece vocês dois.

Um abraço.
Gilson.

Anônimo disse...

Pr Gilson, eu e minha namora tínhamos cometido formicação a um tempo atrás, tínhamos feito o pacto com Deus para nos reservamos para o casamento, mas as "coisas" apertaram muito e acabamos tendo relação novamente, estamos bastante arrependidos do ato, gostaria de pedir um conselho! Uq faço? Falar com Deus ou com a igreja e dizer do ocorrido?

Gilson Medeiros disse...

Caro Anônimo, Deus SEMPRE perdoa. Mas o pecado deixa marcas.

Sugiro que conversem melhor sobre o que está acontecendo entre vocês, sobre o que está ajudando para que os desejos virem realidade. Se possível, procurem algum líder de sua confiança.

Talvez não seja o momento de procurar a igreja para falar do ocorrido, mas saiba que se houver o escândalo, vocês fatalmente serão disciplinados... e as consequências disso são eternas.

Um abraço
Gilson.

Anônimo disse...

Queria saber se nao pode se casar em outro lugar sem ser na igreja no templo com a bençao do pastor? com a mesma serimonia so muda que nao esta semdo na igreja ?

Anônimo disse...

Ola.. Pastor
Sou membro da igreja a 6 anos, e namoro 1 e 7 meses e eu meu namorado tivemos varias varias vezes relação sexual, porem ouvir diz que Deus aceita o casamento depois da fornicação no caso para Deus eramos casados ? Nos tínhamos muitos planos de casar e tudo mais, as brigas contraste fizeram ele terminar o relacionamento usando o argumento que estava orando e iria fazer a vontade de Deus ! Em relação a Deus ele termina casamentos ? O que devo fazer a apos o termino do namoro ?

Anônimo disse...

Pastor, não sou Adventista, mas sou cristã e seus conselhos são muito sábios, se puder por favor me responda.
Tive um namorado por 3 anos... Acabamos de terminar o relacionamento e dar um tempo. Fui muito feliz enquanto tudo isso não aconteceu. Há 6 meses atrás estava dando sinal que as coisas não estavam bem, mas continuamos. Na época acabei descobrindo uma traição virtual (fotos e mensagens). Fiquei muito sentida, terminamos por uns dias mas voltamos. Apesar de alguns momentos ainda existir mágoa em mim diante do que occoreu, continuamos muito bem. Eu sabia que era algo que eu tinha que trabalhar e superar, perdoar. O problema agora é que descobri que nesses dias que terminamos ele encontrou por acaso o caso virtual, que era uma menina da nossa igreja, e deu um beijo nela. Ele diz que se arrependeu na mesma hora, que foi impulso e o que ele precisava era de mim e nao dele.. e disse que não me contou para não prejudicar pois estávamos bem depois da volta. Enfim, achei que era melhor dar um tempo, orarmos e refletirmos. Eu o amo muito e sei que ele me ama também, choramos muito e estamos sofrendo muito com a separação..
Nós cometemos muitos pecados... Fizemos sexo várias vezes, sempre nos arrependermos e pedíamos perdão a Deus.. Mas era muito forte e as carícias continuavam. Eu me arrependo de não ter resistido.. Mas como o Pr. disse.. Perante de Deus já somos uma só carne. A minha dúvida é se vale a pena esperar esse tempo e tentar superar essa segunda decepção ou terminar de vez e tentar esquecer tudo? Eu estou sofrendo muito.. Sei que nos amamos, e talvez essa seja nossa consequência do pecado. Eu nao sei mais o que fazer ou o que pensar. Obrigada.

Anônimo disse...

Ola.nos temos cargos na igreja. E temos 7 anos de namoro conseguimos nao praticar sexo ate uns 3 anos de namoro.e de la pra ca agent nao consegue mais.agente tenta chega a passar de mes. Mas dpois caimos.queremos mto casar mas todas as oportunidades de emprego q surgen nao da certo.pensamos q e pelo pecado.mas se estamos pecando pq Deus nao noa manda um emprego lra casarmos.me ajude

Gilson Medeiros disse...

Caro anônimo, independente de onde for a cerimônia, Deus estará presente. Portanto, se houve fornicação por parte do casal, o pastor Adventista não realizará o casamento, seja em que lugar for.

Um abraço
Gilson.

Gilson Medeiros disse...

Caro anônimo, se vcs têm cargo e estão mantendo esta vida de "sexo antes do casamento", o mais sincero a fazer é que se casem o quanto antes. Se não veem perspectiva de se casarem, então devem evitar o contato físico quando estiverem sozinhos.

Quando começarem a fazer a coisa certa, as portas vão se abrir.

Um abraço
Gilson.

Gilson Medeiros disse...

Cara irmã Anônima (não Adventista), agradeço pela confiança em compartilhar comigo um pouco da sua angústia.

Sinceramente, acredito que você deve buscar sabedoria do Senhor para ver se vale a pena continuar com este relacionamento. Este rapaz já deu mostra de que não tem muito respeito pela fidelidade a você. Se aconteceu agora, o que o impedirá de repetir no futuro? E se já estiverem casados?!

Pense bem... não sei se já retornaram, mas se isso aconteceu, abra bem os olhos e ouvidos e não deixe mais que as carícias passem do ponto. Quanto mais envolvimento sexual tiverem agora, mais seu namorado sentirá necessidade de avançar, se não com você, com outras... entende?!

Ore e busque do Senhor a paz e a felicidade que você merece, ao lado de um homem que te valorize e te ame de verdade.

Um abraço
Gilson.

Anônimo disse...

Pastor, tenho 16 anos. Tenho 4 meses que estou na igreja evangélica, vou me batizar. Sempre fui da igreja católica mas para fazer vontade da minha mãe. Conheci a igreja que estou por intermédio de minha cunhada. Namoro a 3 meses, ele tem 20 anos, ele nunca teve vicio nenhum, mas sofreu uma perda muito grande. E devido a isso, ele se deixou ser fortemente influenciado por amizade. Algumas más. A mãe dele sempre alertou sobre isso, mas ele nunca deu atenção. Depois que começamos a namorar ele mudou demais graças a Deus. Estou levando ele para a igreja, ele aceitou Jesus. Pedi que uma inteira fizesse uma oração por nós e ela revelou que ele tinha que vigiar em relação às amizades, que muitos se diziam amigos dele mas tinham inveja, que só iriam atrapalhar ele. Isso estava fazendo muito mal para ele. Ela pediu pelo nosso namoro, que nós não tínhamos condição de um casamento agora mas que fosse feita a vontade de Deus. Em todas as minhas orações entregou meu namoro, que seja feita a vontade de Deus, se for da vontade dele de ficarmos juntos, que ele promova nosso casament. Se não for, que ele nos separe para evitar sofrimento maior. Peço também em todas as orações por ele, meu namorado, ele é uma pessoa muito difícil de le dar, principalmente quando se trata de leva-lo para a igreja. Mas acaba que eu sempre consigo. Eu sou uma pessoa muito insistente, quando quero uma coisa vou até o fim, tenho um gênio muito forte. Dentro de casa, sofro em relação ao meu pai, que tem vicio com o álcool e com o cigarro. O que devo fazer em relação a essas duas coisas pastor? Devo continuar insistindo com meu namorado para ele ir na igreja, e meu pai, como levo ele para a igreja?

Gilson Medeiros disse...

Cara Anônima, vocês ainda são muito jovens para pensarem num casamento. Ele está saindo da adolescência, e você ainda está nela.

O namoro é a fase onde você vai conhecer a pessoa, e ver se ela tem os "requisitos" para seu sua companhia pelo resto da vida. Creio que o que você deve fazer é continuar orando pelo rapaz, e mostrar Jesus para ele através de um testemunho coerente e vivo. O mesmo vale para seu pai e outras pessoas que te conhecem. Lembre que é através de seu testemunho que elas conhecerão a Deus.

Sugiro que converse com seu pastor ou um líder jovem de sua confiança, para que esta pessoa te aconselhe sobre seu namoro e seu relacionamento com seu pai. Uma pessoa próxima a você tem mais condições de aconselhar nestas situações.

No mais, estarei orando por sua vitória.

Um abraço
Gilson.

Anônimo disse...

Professor Gilson, bom dia. Preciso tirar uma dúvida que esta me tirando a paz, eu sou adventista do sétimo dia batizada e tal,namoro um adventista batizado e nós pretendemos nos casar ano que vem, mas eu fico pensando em uma coisa, eu sou virgem e tenho o sonho de me casar de noiva, nosso namoro esta tudo ok! Porém, o que eu fico meio assim é de um namoro que tive antes dele, onde tivemos algumas carícias que hoje eu vejo e sinto muita magoa por ver que era errado, e acabou por fim que eu terminei o namoro pois em nenhum aspecto me levava pra perto de Deus...e minha dúvida é essa sabe, se meu sonho de casar vai ser interrompido por conta do passado( ninguém mais sabia dessas coisas alem de mim e do meu ex). E eu tenho tanto medo de algum dia, não sei, essa pessoa sair falando por ai a respeito disso,sendo que já passou).Pois meu namoro atual graças a Deus esta tudo bem,eu nao quero perder isso por coisas do passado.Agradeço muito sua resposta! Obrigada.

Gilson Medeiros disse...

Cara anônima, o passado passou!
Deus já te perdoou, e você hoje vive um relacionamento íntegro, fiel, e correto aos olhos de Deus. Não há porque se angustiar com o que passou.

Se seu namorado atual te respeita, e vocês querem passar o resto da vida juntos, então casem-se, com tudo que têm direito. Não permita que o inimigo tire tua paz.

Que o Senhor te abençoe e te guarde.

Um abraço
Gilson.

Yasmin Ramos disse...

Professor Gilson ! Eu sou noiva de uma pessoa que é testemunha de Jeová, e nós fizermos sexo antes do casamento, ele recebeu a disciplina, pra ele voltar a congregação ele precisa terminar comigo ?

Gilson Medeiros disse...

Cara Yasmin, não conheço as peculiaridades dos regulamentos disciplinares do TJs.
Sugiro que conversem com algum líder da denominação.

Um abraço
Gilson.

Anônimo disse...

Olá pastor tenho um namorado vai fazer tres meses já assim queria saber a duvida é: minha primeira vez que eu namoro não cheguei a ter relaçães sexuais com ele mais tive algo muito forte assim eu acho e sinto um arrependimento muito forte por isso queria saber oque eu posso fazer se eu me arrepender de coração Deus me perdoa ou precisa de rebatismo como disse não tive relação sexual mais tive outras coisas
.desde já agradeço

Rodrigues disse...

Olá pastor sou IADS tenho um namoro de tres meses eu e ele somos adventistas e se gostamos muito, mais aconteçeu que eu e ele não tivemos relaçãoes sexuais mais tivemos outras coisas que eu sei que a igreja nao permitee assim isso foi por acaso nao sei,acontece que eu sinto um arrependimento muito forte por isso e assim se eu me arrepender de verdade e nunca mais fazer isso Deus perdoa?? Aii coom isso eu posso ter certeza que Deus me perdoa se euu me arrepender de verdade?? Eu posso continuar na igreja normalmente ?? Isso ta tirando minha paz
.desde já agradeço
.Deus te abençoe

Gilson Medeiros disse...

Cara anônima, sua angústia é o sentimento que Deus quer evitar ao aconselhar que os solteiros não se envolvam em relação sexual.

Se você se arrependeu, Ele te perdoou. E pronto!
Não volte à prática do pecado, e viva feliz com seu Salvador.

Um abraço
Gilson.

Gilson Medeiros disse...

Caro Rodrigues, você não precisa "sentir" nada para ter certeza do perdão de Deus. A Bíblia diz que Ele perdoa e esquece... e pronto!

Acontece que, muitas vezes, somos nós quem não nos perdoamos pelo passado. Nestes casos, a única coisa a fazer é orar pedindo mais sabedoria, e buscar compreender melhor a grandeza da graça de Deus.

Tire isso como lição, e não volte à prática de relações sexuais antes do casamento. O resultado é sempre esse: angústia e pesar.... principalmente para a moça.

Permaneça na fé, na igreja, e leia um bom livro sobre a graça de Deus. No site da CPB você encontra boas opções. E aqui no blog também há bons textos sobre o assunto.

Um abraço
Gilson.

Anônimo disse...

Olá pastor! Queria te fazer uma pergunta assim, sou IASD igual a rodrigues, entao tenho um namorado e assim ele tbm e adventista vai fazer quase 4meses de namoro e depois de um tempo ele ficou mt atrevido comigo, e eu percebi que ele tem sido usado pelo inimigo, uma semana atras ele me agarrou mt forte querendo fazer sexo mais eu nao quis ele falou coisas que percebi que nao era ele era o inimigo.entao, ai ele quase aforça enfiou o dedo dele e miim e me machucou, quando foi no outro dia eu percebi que nao era mais virgem, e fiquei desesperada sem saber oque fazer ,então orei a Deus pedi perdao por isso,isso precisa de rebatismo??me de uma solucão pelo amor de Deus nao aguento mais de tando dor no coracao, porque nao foi porque eu quis entende!?
Desde já agradeço

Anônimo disse...

Oi tenho um filho com meu namorada sou batisada agora quero me casar entao por conta disso nao posso me casar na igreja?

Gilson Medeiros disse...

Cara anônima, sinto pelo que aconteceu com você.
Não creio que você precise se rebatizar, mas sugiro que acabe logo com este namoro. Este rapaz já demonstrou que não te respeita, e não é um bom homem para você. Não caia nessa ilusão de achar que foi o "inimigo" que o usou... Foi falta de caráter mesmo.

Que o Senhor te abençoe e te guarde.

Um abraço
Gilson.

Gilson Medeiros disse...

Cara anômima, sugiro que converse com seu pastor distrital sobre seu caso, pois somente ele poderá analisar se o fato de ter um filho com seu namorado poderá impedi-los de se casarem na igreja.

Um abraço
Gilson.

Anônimo disse...

Olá PR, quando cometemos fornicação e nos arrependemos é como se não tivéssemos cometido para Deus, não é? Me arrependi, mas, tenho uma dúvida! Se alguém perguntar se sou virgem o que digo? Se sim ou se não? Já que me arrependi.

Gilson Medeiros disse...

Prezado(a) anônimo(a).

Sim, Deus esquece e perdoa os pecados que foram confessados e abandonados, depois de sincero arrependimento.

Quanto a responder a questão sobre a virgindade, creio que depende de quem perguntar. Se a perguntar for do seu/sua noivo/noiva, então fale a verdade, e esteja preparado(a) para as consequências que poderão vir.

Um abraço
Gilson.

Anônimo disse...

Ola, namoro a mais de quatro anos e nos ultimos dois mesee eu e meu namorado tivemos relacao, agora ele esta pensando em ir fazer um intercambio e eu nao quero esperar mais tempo para casar, por isso ele terminou. Segundo a biblia estamos casados?.vc acha q nao podemos terminar pq ja tivemos relacao e teremos q casar?

Gilson Medeiros disse...

Cara anônima, na postagem e nos comentários você tem a resposta para esta dúvida.

De modo geral, vocês assumiram, sim, um compromisso de casamento quando mantiveram relação sexual. Infelizmente o que tem acontecido hoje é o que você descreve: um relacionamento que, depois do sexo, mostra-se imaturo.

Você tem duas alternativas, na minha opinião:
1. Insistir no relacionamento, e casarem-se.
2. Desistir do relacionamento, e cada um viver sua vida.

Nas duas opções há consequências que você precisa estar preparada para enfrentar.
Ore ao Senhor, peça sabedoria a Ele e veja o melhor caminho a seguir.

Que o Senhor te abençoe e te guarde.

um abraço
Gison.

Anônimo disse...

Boa noite pastor! Tenho 19 anos, e sou crista, porem eu e meu namorado fizemos amor, na primeira vez me senti mau, peso na consciência e ao mesmo tempo me senti mais amada. Hoje no culto, senti que Deus me chamou atenção a isso, fazemos sexo por volta de 2 anos e no inicio eu tentei parar, ate me separar, mas nao consegui, ate porque eu o amo muito e ele tambem me ama,e com o tempo isso me pareceu normal, desde que fossemos fiel um ao outro e se nos amassemos. Ele aceitou Jesus a pouco tempo, e vem conhecendo os caminhos de Cristo, mesmo assim se eu optar por fazer sexo so depois do casamento, ele vai aceitar, porem vai ficar me tentando, e sei que ele nao estará engajado no mesmo objetivo que eu. Como posso fazer para que ele entenda os caminhos de Deus e a importancia de segui-los, porque eu nao sei se consigo terminar com ele, e meus pais nao vao deixar a gente se casar tao cedo. Preciso que ele esteja no mesmo proposito que eu.
Desde ja muito obg pela publicação e que Deus continue te guiando e abeçoando!!

Gilson Medeiros disse...

Cara Anônima, sugiro que leiam juntos o excelente livro "Namoro no Escuro", da Casa Publicadora Brasileira (www.cpb.com.br).

De fato, se vocês não fizerem juntos o propósito de se guardarem até o casamento, será muito mais difícil para manterem o voto.

Um abraço
Gilson.

Anônimo disse...

Boa noite Gilson, procurei esse livro em vários lugares e não achei. Tem mais alguma dica/sugestão?
Realmente será bem mais difícil agora, qual seria a solução? :/

Gilson Medeiros disse...

Cara anônima,

Com certeza você conseguirá este livro com o pastor de sua igreja, ou algum outro líder mais antigo, pois na década de 90 praticamente todos os jovens casais leram o "Namoro no Escuro".

Quanto à "solução" que você procure, acredito que você já saiba a resposta.

Um abraço
Gilson.

Anônimo disse...

Pastor Gilson tudo bem...
Vim de uma outra religião conheci a igreja adventista a 4anos morava junto com um namorado e tivemos um filho,antes disso tive varios parceiros...depois d conhecer a mensagem e estudar a bíblia me batizei mas o pai do meu filho q nao quis estudos nem ir p igreja me procurava e eu ainda gostava dele,acabei caindo em tentaçao e tendo relaçao com ele.acabei saindo da igreja um ano apos meu batismo e nesse tempo tives novos parceiros entre eles alguns que pratiquei o ato por dinheiro foram muitos...depois de quase uma ano comecei a repensar meus atos me arrependi e esse ano abandonei tudo e votei p igreja,algumas pessoas sabem que me prostitui...hoje estou firme com Deus,e quero muito me casar poder deixar o passado pra tras e começar uma nova vida...e possivel?me rebatizei em fevereiro desse ano.

Gilson Medeiros disse...

Cara Anônima,

Sempre é possível recomeçar com Jesus. Parabéns pela decisão em retornar aos braços dEle.

Saiba que o perdão do Senhor sobre você é certo e verdadeiro. Assim como na parábola do filho pródigo, Deus teve ter Se alegrado muito quando você retornou para a família dEle.

Quanto ao futuro, confie no Senhor e permaneça firme na fé.
Como algumas pessoas sabem do seu passado, sugiro que tenha cautela em novos relacionamentos. Não permita que se aproveitem de você, ou que a menosprezem pelo fato de um dia você ter se desviado dos caminhos de Deus.

Ore para que o Senhor te mostre um homem honrado, temente a Deus, fiel a você e ao Evangelho... assim você poderá recomeçar de forma mais completa, com um companheiro fiel para te ajudar neste nova jornada.

Seja sábia, e Deus permanecerá ao teu lado... sempre.

Que o Senhor te abençoe e te guarde.

Um abraço
Gilson.

Anônimo disse...

Muito obrigada por suas palavras...que Deus o abençoe.

richard ferreira da costa disse...

Olá Tudo bem Gilsom , eu pego muitos seus estudos nos meus estudo da Bíblia e acho muito bom mesmo !!

Sou adventista e tenho uma pergunta importante .

A Bíblia não fala de namoro , pelo menos que eu sei , vc me corrigi , se namoro não tem base bíblica , então quando alguém namora e fica com outra pessoa , isso é adultério ? Porque .


Obrigado pastor .

Gilson Medeiros disse...

Caro Richard, fico feliz em sabe que as postagens aqui do blog estão ajudando em sua caminhada cristã.

Quanto à sua dúvida, a Bíblia trata, sim, do "preparo" para o matrimônio. Talvez não com a palavra "namoro" com a qual estamos mais acostumados.
Mas isso não tem nada que ver com o adultério/fornicação, uma vez que a Bíblia deixa claro que o sexo foi deixado por Deus apenas para se desfrutado entre um homem e uma mulher devidamente casados, tanto perante Deus quanto perante as leis da sociedade.

No Manual da Igreja você encontrará um estudo bastante completo sobre este assunto.

Um abraço
Gilson.

Anônimo disse...

Boa tarde. Há menos de dois meses atrás eu era noiva de um rapaz que me traiu com outra moça que também se diz cristã. Ele e eu tinhámos cargo na igreja. cargo esse que decidi entregar e mudar de igreja (não de denominação). Hoje, eles não assumem relacionamento, mas ele tenta me provocar de todas as formas, seja não permitindo que eu participe das programações, conversando baixinho com ela e até fingindo que não me conhece quando nos encontramos na rua. A pior parte é que toda a liderança da igreja vê isso e apenas me diz que eu não tenho direito de questionar, pois éramos "apenas" noivos. Não estou em momento algum tirando a culpa dele pela falta de caráter. Só que ele sente-se o correto e cheiop de moral, pois a igreja diz não tomar partido, mas permite que ele esteja a frente de um cargo importante onde pode influenciar várias pessoas, e ainda ao lado dela. Essa moça não tem carta na igreja, já foi indiciplinada em outra igreja por ter tido um caso com um homem casado estando comprometida com outro e ainda vai para igreja parecendo estar indo a uma festa mundana, com roupas curtas. Pensei em falar com o pastor, não pelo fato deles terem algum tipo de relação, mas sim porque gosto de estar lá e acredito que a casa de deus é para todos. Minha dúvida é: A liderança está agindo corretamente? Visto que hoje todos acolheram essa moça sem ao menos chamá-la para conversar, e me deram como resposta o insentivo para que eu saia de lá.

Gilson Medeiros disse...

Prezada anônima,

Como base apenas nas informações que você repassou, não tenho como dizer que a liderança está "agindo certo" neste caso.
Certamente, na situação que aconteceu, os líderes deveriam, no mínimo, chamar os 3 (em separado) para conversarem e esclarecerem os fatos.

Creio que você tem razão quando diz que esta situação trouxe escândalo ao nome da igreja, tendo em vista que vocês já estavam noivos (o que envolve compromisso pré-nupcial de fidelidade mútua). O fato de ele está hoje assumindo participações públicas na Igreja, como você menciona, pode chocar a fé de pessoas menos firmes, e isso é condenado pela Bíblia.

Sugiro que converse com o pastor, e veja a opinião dele sobre o assunto. Tenho certeza que ele terá sabedoria para te dar a melhor orientação.

Um abraço
Gilson.

Thiago Murillo disse...

Olá Prof. Gilson.
Fui "casado" (amaziado) por 5 anos com uma jovem não adventista e deste relacionamento tive uma filha que hoje tem 5 anos, estava solteiro a 2 anos e encontrei uma jovem da igreja e hoje estamos namorando a 3 meses e já estamos planejando oficializar através do casamento. A minha pergunta é, o que eu como homem preciso fazer para que meu relacionamento anterior não interfira no meu relacionamento atual de modo que a mãe da minha filha não interfira no meu relacionamento com minha atual namorada?

Gilson Medeiros disse...

Olá, Thiago

Em primeiro lugar, deixe tudo muito claro para sua atual namorada sobre seu antigo relacionamento, e ouça o que ela tem a dizer sobre os "limites" que ela deseja que você observe. Ou seja, você tem uma filha com sua ex, e isso é algo que exigirá algum tipo de aproximação, mas jamais permita que o ciúme seja "alimentado" em seu atual relacionamento, com nada que possa causar constrangimento ou desconfiança em sua namorada atual.

Resumo: mantenha distância do seu antigo relacionamento, exceto naquilo que tenha a estrita ligação com sua filha, e deixe que sua namorada saiba de todo e qualquer tipo de contato que você precisou ter com sua ex.

O diálogo sempre é a melhor saída.

Um abraço
Gilson

Anônimo disse...

Pastor eu estou noiva, já aconteceu algumas vezes e me senti horrível, tanto eu quanto ele. Não voltamos a fazer o erro já faz um bom tempo. Nos vemos quase todos os dias e não acontece nada. Nossos amigos querem realizar nosso Casamento na igreja e eles não sabem do nosso passado, tirando eles na época que aconteceu umas 3 amigas me ajudaram emocionalmente e me aconselharam. Nao virou um escândalo, mais ficou em secreto e elas sabem da nossa decisão de não repetir. Podemos casar na igreja?

Gilson Medeiros disse...

Prezada noiva anônima,

Como eu menciono no texto e em outras postagens, o casal pode se casar na igreja se o envolvimento sexual deles não se tornou público, eles se arrependeram e não voltaram a praticar a fornicação. Ai fica uma questão pessoal unicamente entre eles e Deus.

Entretanto, quando forem conversar com o pastor que escolherem para celebrar a cerimônia, é importante estarem preparados para o fato de ele perguntar sobre o assunto. Se isto acontecer, falem a verdade, e estejam dispostos a aceitar a consequência, na possibilidade de o pastor se recusar a celebrar o casamento, por questão de consciência.

Orem ao Senhor, peçam força e sabedoria para se manterem puros até o casamento, e sejam felizes... para sempre.

Um abraço
Gilson.

Anônimo disse...

Pastor, sou de uma igreja evangelica, começamos com a corte, mas passando um tempo nos beijamos, e falamos para nossos lideres eles disseram que deviamos nos separar mas nao conseguimos e nossos beijos nos levavam a outros desejos, mas nunca chegamos a fazer sexo mas o clima esquentava e isso nos deixava mt mal, tentamos nos afastar mas nao conseguimos e agora estamos na mesma situacao, nao conseguimos nem orar, e hoje tomamos a decisao de orar juntos pedindo perdao a Deus e queremos e estamos dispostos a realmente mudar e ter um relacionamento santo! Nos devemos orar e continuar juntos ou devemos nos separar para nao cair mais nesses pecados, nos nunca chegamos a fazer o sexo

Gilson Medeiros disse...

Caro(a) anônimo(a) evangélico(a),

O relacionamento sexual não envolve apenas a penetração em si, mas todo comportamento inadequado entre pessoas não casadas (fornicação).

Com base no seu relato, vejo que o melhor é evitarem momentos sozinhos, ou que possa levar a um relacionamento íntimo mais profundo. Um relacionamento sadio é aquele que nos aproxima mais Deus. Se isso não está acontecendo (pois até orar vocês não sentem mais vontade), então talvez seja a hora de repensarem o que desejam para o futuro.

Sugiro que converse com seu pastor e veja a opinião dele sobre o caso.

Um abraço
Gilson.

Anônimo disse...

Ok oiiii gente ola eu sou crista e o meu namorado tb é e temos um ano de namoro e el quer fazer sexo comigo mas eu não quero fazer sexo antes de casamento já falos sobre isso mas ele desse que ele não aguento mas que ele esta centindo dor de barriga e outros mi dez o que fazer porque eu não quero fazer sexo antes de casamento. Bgda beijo

Gilson Medeiros disse...

Cara anônima, esse negócio de sentir "dores" por falta de sexo é enrolação... não caia nessa.

Você está certa em querer se guardar para o casamento. Se seu namorado também a ama e respeita, então ela saberá esperar, porque isso é o certo.

Se ele insistir no relacionamento sexual antes do casamento, então é hora de você repensar se ele é o homem certo para você.

Ore ao Senhor e peça sabedoria e força para resistir à tentação.

Um abraço
Gilson.

Anônimo disse...

Olá pastor, gostaria que o senhor esclarecesse algo para mim. Sou adventista e comecei a namorar com um rapaz de fora da igreja, e com o tempo acabei cedendo e começamos a praticar sexo. Terminamos duas vezes pq ele quis mas sempre o aceitei de volta pq como havíamos praticado este ato eu queria tentar fazer dar certo com ele principalmente pelo fato de ter me entregue a ele. Por um tempo eu tentei não praticar isso mas ele insistia mt e dizia que não conseguia ficar cmg sem que fizéssemos sexo. Passamos um ano sem estar oficialmente namorando mas sempre juntos como se estivéssemos, e mantendo os velhos hábitos. Nesse meio tempo vi um vídeo do pastor Ivan no qual ele dizia algo no sentido de que o ato sexual é uma aliança inquebrável entre o homem e a mulher, um compromisso, e li tbm que o ato sexual é o que marca a união do homem e a mulher. Recentemente esse meu namorado terminou comigo pq quis ficar com outra. Eu estou me sentindo muito triste , principalmente porque desde o início suportei mts coisas pra ficar com ele já que tinha me deitado com ele, e agr pelo que entendi, msm que não tenha recebido a bênção num altar , tenho esse compromisso matrimonial com ele, e isso me deixa mt entristecida nãosó pq eu queria realmente me casar com ele que foi a pessoa com quem pratiquei este ato(tanto que aturei atitudes desagradáveis dele para que continuássemos juntos), mas também pq agr todos me.dizem que devo conhecer outras pessoas e sair com elas e me sinto mal por isso , pois agr na minha cabeça está essa idéia de que "ficamos casados" depois do ato sexual.

Por favor pastor, esclareça para mim até onde vai esse compromisso após o ato sexual. Tenho me sentido mt triste pois sinto que nenhuma união que eu possa vir a ter vai ser realmente abençoada por causa disso, e ter uma família feliz sempre foi um sonho meu.

Aguardo da resposta. Obrigada.

Gilson Medeiros disse...

Cara anônima,

é exatamente para evitar situações como a que você está passando agora, que Deus não aconselha o jugo desigual... Você insistiu em algo que sabia que não era certo, e hoje colhe as consequências, infelizmente.

A união entre um homem e uma mulher realmente existe no ato sexual. Entretanto, no seu caso específico, creio que não se pode considerar um "casamento" porque seu namorado não comunga da sua fé, e não se sente seu marido... A Bíblia diz que Deus não leva em conta o tempo da ignorância. Você não era ignorante sobre a pecaminosidade do seu ato, mas ele sim.

Por esta razão, creio que você deve considerar o fato como um pecado que Deus pode perdoar (se você pedir), e tirar de tudo isso uma lição para sua vida.

Retome seu pacto com o Senhor, mantenha-se fiel ao que Ele te ensina na Palavra, e não volte a cometer o mesmo erro com seu futuro namorado.

É possível, sim, ter uma nova vida, constituir uma família e deixar para lá o que passou... Este rapaz não te merece, e você deve entender isso de uma vez por todas. Não se apegue a um relacionamento que pode destruir sua felicidade, eternamente.

Ore ao Senhor, peça dEle o perdão, afaste-se deste rapaz e de tudo que te leve a pecar, e tenha a certeza que Deus te deu uma nova chance... aproveite.

Que o Senhor te abençoe e te guarde.

Um abraço
Gilson.

Anônimo disse...

Obrigada irmão, quero seguir em frente e fazer as coisas do jeito certo dessa vez.Espero que minha história ajude a outros jovens a entenderem que amor nenhum aqui pode ser maior ou priorizado a frente do que temos por Deus, porque no fim ,ele é quem não nos abandona nunca.

Anônimo disse...

Olá pastor. Estou com uma duvida, estou noivo e nós praticamos atos sexuais algumas poucas vezes e nos arrependemos de todas inclusive não o cometemos mais, conversamos e decidimos parar e pedimos perdão a Deus. Entretanto ninguém sabe desse ocorrido a não ser só nós dois. Porem no curso de noivos tem uma ficha de entrevista do pastor que tem uma pergunta sobre se já tivemos relações sexuais. Não sei o que responder pois já pedimos perdão a Deus e só nós noivos sabemos desse ocorrido. 0Por q isso tbm não é uma coisa q nos gostaríamos de contar pro pastor por que já estamos resolvidos nós e Deus. Por q até se contarmos se tornará público por q ele ainda terá q levar a aprovação de nosso casamento a comissão. O q devemos fazer ?

Gilson Medeiros disse...

Prezado noivo anônimo, a verdade é sempre o melhor caminho.
Eu seria leviano se não dissesse que vocês deveriam procurar o pastor que vai oficiar o casamento e abrir o jogo com ele, uma vez que ele lhes entregou a ficha para preencher.

Nossos erros trazem consequências que precisamos ter maturidade para suportar.

Orem ao Senhor, peçam sabedoria e Ele lhes mostrará o melhor caminho a seguirem.

Também estarei orando por você e sua noiva.

Um abraço
Gilson.

Anônimo disse...

Olá! Li o seu material, achei muito interessante, mas me gerou uma dúvida.
Se um casal de jovens namorados praticou sexo fora do contexto do casamento, sem que ninguém além dos dois souber, se eles pedirem perdão, se arrependerem, confessar a Deus e se afastarem da pratica ilícita, ele poderão se casar na igreja?
Desde já agradeço!

Gilson Medeiros disse...

Caro anônimo, se o jovem casal pediu perdão e abandonou a prática da fornicação, poderão casar em uma cerimônia da Igreja, DESDE QUE o pecado não tenha se tornado público.

Um abraço
Gilson.

Anônimo disse...

Pastor, namoro há seis anos com um rapaz. O início do nosso namoro era muito bom e nunca havíamos brigado. Entretanto ainda assim, com um ano de namoro ele me traiu. Ele me contou e continuamos juntos. Porém desde aquela época eu me senti muito insegura e sempre desconfiada dele. Por que ele me traiu se dizia que me amava e o nosso relacionamento era bom? Não conseguia entender isso e tinha muito medo que ele me traisse novamente. Comecei a criar perfis falsos na Internet para descobrir se ele estava me traindo e com isso, comecei a gostar de conversar com outros rapazes pela Internet fingindo ser outra pessoa. Passou-se algum tempo e as brigas entre nós dois só aumentaram. Nesse meio tempo mudei de cidade e ficamos namorando a distância. As brigas continuavam. Entao conheci um rapaz e começamos a conversar. Acabei traindo meu namorado. Eu e esse rapaz trocamos carícias, porém não fizemos sexo. Fiquei com medo de perder meu namorado e não contei a parte das carícias e sim, apenas a parte dos beijos. Eu me arrependi muito do que aconteceu e pedi perdão de Deus, porém as vezes me sinto muito angustiada. Será que Deus me perdoou? será que devo contar a meu namorado sobre o que realmente mesmo tendo pedido perdão de Deus? Posso perder a salvação por esse erro cometido?Nunca mais cometi o mesmo erro. Eu o amo e ele também a mim. Estamos perto de noivar e essas questões vem me atormentando. Aguardo resposta. Abraços!

Gilson Medeiros disse...

Cara anônima,

Agradeço pela confiança em compartilhar algo tão íntimo do seu relacionamento.

Primeiramente, acredito que você deve repensar bastante até que ponto você está mesmo certa de que este noivado e o futuro casamento é o melhor para sua vida... Esteja certa que algumas situações só se intensificam no casamento, e uma delas é a insegurança e o ciúmes, quando existe algo no passado que não ficou muito bem resolvido. Você crê de verdade que seu noivo merece sua confiança? No casamento, você se sentirá segura para viver um relacionamento QUE DURE PARA SEMPRE? As situações que te levaram a buscar outras amizades já se resolveram, ou você acredito que isso pode voltar a acontecer, em algum momento de briga ou indiferença do seu futuro marido, por exemplo?

Entenda que o casamento, conforme a Bíblia no ensina, é para sempre, e somente a morte ou o adultério poderá quebrar o voto que um dia foi proferido no altar... Pense muito bem antes de tomar esta decisão!

Com relação ao perdão de Deus, não tenha a menor dúvida que Ele já te perdoou, e sua salvação não depende de um único erro na vida, mas sim de manter uma ligação direta com a fonte da salvação, que é Jesus... pecar, errar, cair... acontece com todos nós, diariamente... mas isto não significa que Deus vire Seu rosto e retire a graça que um dia nos concedeu... leia alguns posts que já escrevi aqui sobre salvação, graça, perdão, etc., e você entenderá melhor o que estou dizendo.

No mais, ore ao Senhor por sabedoria para tomar a decisão mais importante de sua vida: o casamento.

Um abraço
Gilson.

Anônimo disse...

Obrigada pelas palavras pastor. Eu preciso de um último esclarecimento antes de tomar uma atitude. Eu menti sobre o ocorrido com medo de que algo pior acontecesse. Mesmo que eu tenha pedido perdão de Deus, eu devo contar para o meu namorado? Ou esqueço tudo isso afim de preservar tanto a ele quanto a mim?
Abraços!

Gilson Medeiros disse...

Na minha modesta opinião, creio que você não deve contar, desde que tenha sido um fato isolado e você não sinta que poderá voltar a acontecer.

A verdade sempre é o melhor caminho, mas neste caso, deixe o pecado no passado, levante a cabeça e viva feliz, sendo fiel ao seu noivo e futuro marido.

Um abraço
Gilson.

Anônimo disse...

Uma pessoa solteira de 40 anos virgem precisa esperar casamento também pra fazer sexo? Falo no caso de cristãos?

Gilson Medeiros disse...

Caro anônimo,

Segundo creem os Adventistas, o sexo só é saudável e orientado por Deus se for desfrutado entre homem e mulher, devidamente casados.
Portanto, qualquer prática sexual fora deste padrão é considero um desvirtuamento do ideal divino.

Um abraço
Gilson.

Anônimo disse...

Obrigado pela explicação irmão.

A.K.Renovatto disse...

Pr Medeiros, excelente texto! Muito bem explanado e com certeza deveria ser indicado a todos os jovens cristãos (sei que se dirigiu ao jovens adventistas, mas vale para todos os cristãos). O pecado fora do casamento, mesmo que à princípio pareça inofensivo, traz consequências sim, mesmo que depois de algum tempo. Não pude notar um anônimo perguntando se uma pessoa de 40 anos precisa esperar o casamento para o sexo... Essa texto elucida bem as coisas para os jovens, mas achei bom ver essa pergunta, porque geralmente as pessoas se esquecem dos "solteirões" rsrs Eles precisam sim esperar o casamento como bem explicou, Pr Medeiros. Acho que as igrejas no geral, "pecam" num ponto, fazem programações para crianças, adolescentes, jovens (que muitos até colocam limite de idade: vamos supor que uma palestra é destinada a jovens até 30 anos). Infelizmente, vi um encontro para moças na igreja (onde congrego) onde era para moças até 30 anos. Vejo muitas mulheres solteiras com 35, 40 anos e essas pessoas ficam meio que deslocadas, porque não querem ficar nos grupos de irmãs casadas e no grupo de jovens ficam meio que "sobrando". Ao mesmo tempo que faço tal crítica, eu entendo que é difícil, se fizer um encontro ou palestra destinado a solteirões (40, 50 anos) creio que muitos fugiriam desse encontro com medo do rótulo de "encalhado" rsrs. Eu acabei falando de um ponto que observei e sempre que converso com colegas de outras denominações vejo que é mais ou menos igual. Achei excelente seu artigo e sei que seria ótimo se todos os jovens pudessem ter acesso. Parabéns!

Anônimo disse...

Boa tarde PR. tenho hoje 27 anos soa adventista desde os dez anos a alguns anos atraz fiz a escolha errada comecei a namorar com um rapaz da mesma igreja, mas acabou acontecendo tudo oque ta escrito a cima que não poderia acontecer mas me casei com 23 anos tenho uma filha linda que Deus me abençoou muito e cuidou de tudo apos o casamento, mas como tudo oque foi dito meu marido se afastou de Deus começou a viver oque queria, sem pensar na família em nada fiquei sem chão mas achei ter que suportar pois eu avia escolhido e permitido um começo de casamento todo errado, entrei em depressão ele nem se importava senti que começou a prejudicar meu bem mais precioso minha filha, sendo assim voltei pra casa dos meus pais destruída, achando que minha vida avia acabado pois meu ja avia perdido o sonho de me casar na igreja e agora a vergonha de me separar,mas nunca sai da igreja sempre lutei pra estar perto de Deus, e venci me levantei mas comecei a pensar nunca mais posso recomeçar cumprir o sonho de ter uma familia feliz, me fechei não queria que ninguém se aproximasse, passei a não confiar em ninguém, ate que um dia um rapaz de 21 anos da minha igreja começou a conversar comigo achei normal amigos, passado meses percebi q posso estar gostando dele muito, orei muito por isso e ele tbm, mas aconteceram desencontros preconceitos pela nossa diferença de idade e acabamos conversando só entre nos sem precisar q ninguém saiba, e isso cresceu muito, mas novamente quase cometi os mesmos erros,mas dessa vez a pessoa é diferente, e pediu pra nos afastarmos pois prefere fazer a vontade de Deus do que a nossa, oque concordo plenamente,mas fico muito triste, pois vejo ate nessa atitude uma pessoa admirável,e não queria afastá-lo de mim, não sei como agir, quero ter um namoro salvável, cristão mas tenho medo de ter nos afastado pra sempre ele reconhece q o erro é de nos dois mas fomos fracos por isso a decisão de ficar longe.
Enfim minha duvida real, eu posso ter outro relacionamento futuramente me casar se for a vontade de Deus com esse rapaz, e um casamento na igreja como sempre sonhei, pois ja fui casada???
e segundo essa diferença de idade realmente perante Deus não é aceita sou mais velha 6 anos???
e agora como devemos agir para voltar a vontade de Deus?

Gilson Medeiros disse...

Cara anônima, é uma pena que histórias assim ainda sejam tão frequentes. Nós, quando jovens, vemos as coisas sob um prisma de emocionalismo e sentimento... isso não é ruim, mas pode ser fatal. Precisamos encarar a vida de modo racional também, sem esquecer o emocional... esse é o desafio de todo ser humano.

Vamos, vamos às suas dúvidas:

1. Se seu ex-marido já estiver em um novo relacionamento, você deve pedir o divórcio e estará livre para casar-se de novo.
2. Se no seu futuro relacionamento não houver relacionamento sexual antes do casamento, então pode sim haver uma cerimônia na igreja, desde que se leve em conta alguns pontos (como evitar o véu, e vestido branco, por exemplo), para não escandalizar a congregação. Seu pastor poderá te orientar melhor sobre isso.
3. Seis anos não é uma diferença tão grande. Não vejo motivo para pensar que isso seria um jugo desigual. Entretanto, um rapaz de 21 anos pode ter pensamentos diferentes de uma mulher de 27 com uma filha. Analise bem se este é mesmo um bom relacionamento para você (e sua filha, nunca esqueça dela na hora de escolher quem será seu novo marido). Ore, conversem muito sobre os planos que os dois têm para uma vida a dois... Se você perceber que este é mesmo um homem indicado por Deus para você, então sejam felizes.

Sugiro que converse com seu pastor sobre esta situação, pois ele conhece melhor sua história e a região onde vocês vivem. Este tipo de coisa depende muito de como a congregação local vê a situação, pois a Bíblia diz que mesmo se nossa atitude cor legítima, não devemos escandalizar os irmãos mais frágeis na fé.

Que o Senhor te abençoe e te guarde.

Um abraço
Gilson.

Anônimo disse...

Professor,
Eu nasci na igreja e caí no pecado sexual a alguns anos atrás num ato isolado. Desde então me arrependo e ñ repeti mais o pecado.
Nunca contei para ninguém pela vergonha e julgamentos que sofreria, embora ñ culpe as outras pessoas por isso.
Entretanto, conheci uma moça na igreja e pretendo me casar com ela. Deus permitiria que este casamento acontecesse e eu poderia me casar com ela?
O casamento seria abençoado na igreja mesmo eu tendo cometido este pecado?

Gilson Medeiros disse...

Caro anônimo, desde que não haja envolvimento sexual entre vocês antes do casamento, não há porque não casarem na igreja, com toda a cerimônia e bênção do Senhor.

Use os erros do passado como lição, e não volte a repeti-los.

Um abraço
Gilson.

Dhessica Vieira lima disse...

Olá, meu nome é Jéssica,Pastor Gilson, quero lhe contar o q m aflige e gostaria q o Senhor como m aconselhase.
Pastor tive um relacionamento de no máximo 4 à 5 meses de namoro por telefone, morava em um estado e o namorado em outro, nos conhecemos pq somos colportores,é um amigo nos apresentou, ele estudante d Médicina e eu Efetiva,eu tinha 24 anos e ele 30 anos, começamos a conversar e depois d uma semana ele m pediu em namoro, de onde ele estava ele eu nós ajoelhados e consagramos o nosso relacionamento a Jesus, só q depois desse período d namoro, via jeito para a cidade onde ele estava trabalhando, exatamente para eu trabalhar tbm, nos encontramos em Campinas, e ele foi m buscar no aeroporto e depois fomos para um hotel, pouco tempo depois ele m pediu em casamento e tudo, e m senti maravilhada e não percebi, guando estávamos nos aproximando d mais, e infelizmente aconteceu o q não deveria, só q ele orou e eu e nós afastamos, passamos dois meses sem se ver, e logo nos encontramos e planejamos o casamento é Casamos!
Até no princípio tudo era flor!
Digo nos primeiros 15 dias!
Pq depois, muitas brigas, muitas mesmo Pastor. É muita dificuldade financeira, coisa q eu sabia o q era, mas não tão forte assim, tenho 7 meses de casada e até hoje eu e meu marido trabalhamos mas não consigo ter uma prosperidade tanto quanto eu era Solteira e não tinha pecado!
Ele não próspera em nada! A sete meses o sustento, comprei um carro, deixei nas mãos dele para trabalhar, tudo do carro eu pago, seja na troca do óleo ao combustível, compro todo o mantimento para dentro d casa e visto ele dos pés a cabeça com as melhores roupas, ele nunca m deu nada, lembrando q tudo do casamento quem pagou foi eu, até as alianças​! E além d tudo isso o trato com carinho e respeito, cumpro com todos os meus papéis d esposa, mas estou infeliz, pq ele m maltrata, grita comigo, fala palavras ásperas e grossas, pastor até na relação não consigo ter prazer, sinto até dores.
Mas suporto tudo, pq fiz um voto a Deus!
E sei q minhas escolhas, fizeram q hoje eu estivesse sofrendo, mas será q não tem jeito para mim? Vou viver a minha vida einteira nessa situação? Quero m sentir amada, valorizada, respeitada!
Meu esposo não tem carinho comigo, nada, nada ,nada d carinho é muito bruto e eu tento conversar para falar como dever ser e digo q não estou feliz e a resposta dele é então vá trabalhar em um outro campo, e não nos vemos mais, a não ser se for pra ter relações e na primeira briga ele vai embora!
Vejo q com tudo isso o meu trabalho de Colportagem​ está comprometido, pq não consigo sair para levar a mensagem, sinto uma tristeza profunda. Fiz e faço tudo para ajudar, e não sou tratada nem como ser humano! Pastor, vc como um homem de luz o q m diz a respeito dessa situação com meu marido, ele é uma pessoa boa eu sei, mas vejo q ele está afastado d Deus, mesmo dentro dá Obra, ele assiste muito filme é ver muita televisão e não se abstém dá carne, é uma pessoa com grande dificuldade absorção d informações, se irrita com tudo. Nesse caso de tudo q falei pra vc, o q o Senhor tem a m dizer?

Gilson Medeiros disse...

Olá, Jéssica

Fiquei muito tocado com sua história, principalmente porque ela parece estar se tornando uma triste rotina na vida de muitos jovens casais...

Como você já deve saber, isso tudo é consequência da falta de convivência que vocês tiveram na fase de namoro/noivado. Esta fase é muito importante para o casal saber se possuem mesmo afinidade para um relacionamento mais sério... Namorar à distância é bom, mas não supre a necessidade do convívio pessoal, olho no olho. Só assim podermos enxergar as diferenças e defeitos do outro... No telefone, nas redes sociais, todo homem é romântico, apaixonado e amoroso... pena que vocês não atentaram para este detalhe.

mas... agora é tarde. Já casaram, e o mais certo a fazer é buscar restaurar o relacionamento que já se consumou.

Sugiro que você procure o pastor do seu distrito, ou algum outro líder de sua confiança, para podermos elaborar um plano de ajuda ao casal. Participar de algum ECC (encontro de casais com Cristo) também é de grande valia. Já vi milagres acontecerem nestes encontros... detalhe: tem que ser aqueles de final de semana, promovidos por uma equipe que é especialista neste tipo de evento (ECC). Aqueles encontros que alguns pastores fazem de um dia, com palestras, etc., é bom... mas o ECC é muuuuuito melhor.

Converse com seu pastor, pois tenho certeza que ele terá boas orientações para ajudar você e seu marido a superarem os desafios, e se tornarem um casal muito feliz.

Que o Senhor te abençoe e te guarde.

Um abraço
Gilson.

OBS.: se preferir, em próximos contatos utilize uma mensagem via email (gilson.medeiros@oi.com.br)

Anônimo disse...

Professor Gilson
Eu namorava uma jovem da igreja e cometemos de
Relação sexual, eu não tinha nenhum cargo na igreja, mas depois de um tempo terminamos o namoro, hoje tenho cargos na igreja e estou solteiro desde esse relacionamento, hoje um ano e depois eu terei que ser disciplinado ?

Gilson Medeiros disse...

Prezado anônimo, conforme respondi em outros comentários, a disciplina só ocorre se o relacionamento sexual se tornar público, pois trará escândalo ao nome da Igreja. Se, mesmo que no futuro, alguém ficar sabendo que você e sua namorada tiveram envolvimento sexual, provavelmente ocorrerá a disciplina. Caberá à igreja local, sob orientação do pastor distrital, analisar a situação.

Um abraço
Gilson.

Anônimo disse...

Olá pastor Gilson,

Antes de conhecer a verdade e entrar para a igreja adventista eu tive um relacionamento no qual cometi o ato sexual. Porém agora que estou na igreja estou gostando de um rapaz da igreja também, ele é um rapaz bom de princípios mas não sabe desse meu sentimento por ele justamente por eu sentir vergonha de não ser mais virgem e em algum momento ter que revelar isso a ele, aliás tenho medo dele me rejeitar por causa disso. Não sei como agir, tenho orado a Deus para que toque o coração dele e de alguma forma ele me note. Qual o seu conselho pastor?

Gilson Medeiros disse...

Cara anônima,

Não há porque você "revelar" esta situação agora, uma vez que ainda não possui um relacionamento sério com este rapaz, pelo que entendi.

Quando chegar a hora, ou seja, após você começar a namorar alguém que esteja demonstrando um amor e sentimento sincero por você, então será a hora de você contar para este rapaz este ponto do seu passado. A reação dele mostrará se, de fato, ele é o homem da sua vida.

Deus não leva em conta o tempo da ignorância, e nós também não devemos levar, cobrando dos nossos "irmãos" coisas que estão no passado de antes de conhecerem a Jesus... entende?!

Continue orando ao Senhor, e quando você estiver se relacionamento seriamente com este rapaz, então peça a Deus sabedoria para contar sobre a sua virgindade... se ele for mesmo um rapaz de caráter cristão, não vai diminuir em nada o que sente por você.

Um abraço
Gilson.

A.K.Renovatto disse...

Caro Medeiros, admiro suas respostas e conselhos aos jovens que deixam suas dúvidas e receios no blog. Infelizmente, nem todo mundo tem sabedoria e ao invés de ajudar pessoas, ficam eternamente condenando uma pessoa pelo passado. Me pergunto se tais pessoas que julgam nunca erraram na vida. Só o fato de julgarem alguém por um ato do passado, já pecam. Vou confessar que gosto de ler os comentários e aprecio a maneira firme, porém com carinho, que você responde. Imagine se todo cristão tivesse esse modo de proceder com os novos convertidos ou irmãos que caíram e tentam se levantar de novo! O seu blog é um dos que indicaria com prazer para jovens. Falo "jovens", porque são os mais vulneráveis e com mais receios e dúvidas. Deus continue abençoando seu ministério.

Gilson Medeiros disse...

Prezado A.K.Renovatto,

obrigado pelas palavras gentis e de incentivo. Eu gostaria de ter mais tempo para dividir com meus leitores um pouco do que Deus me ensinou ao longo dos anos.

Nós que já temos um pouco mais de "experiência" sabemos o quanto teria sido útil se tivéssemos, na adolescência e início da juventude, alguém que nos aconselhasse e orientasse devidamente.

Olho para estes jovens como alguém que já passou pela maioria dos dilemas que eles passam... afinal, é para isso que serve a igreja.

um abraço
Gilson.

Anônimo disse...

Ola pastor . Eu namoro a 2.6 . Quando comecei a namora eu n era da igreja , meu namorado era mais eu n sabia ele n era tao firme . Ele me sentivo a i pra igreja . Nos cmç a namora deis do começo nois pecava com masturbação dpois rolo relação . Mais nesse tempo eu n era muito firme na igreja n entendia muito as coisa , nen sabia q tinha q pedi permissao pra Deus Pa Namora . Nos Começo i juntos pra igreja .ele era batizado , nois taava tentando para de peca . Mais como issu ja veio do começo do namoro parece que fiko mais difícil. Eu me arrependi i tudo me batizei . Mais eu achava q me batizando eu pararia de pecar. E dpois peqei de novo . Estamos ate hj tentando para de pecar. Mais n conseguimos. Eu falo q vo para. Eu fiko com uma certeza grande que vo para mais chega na hr eu n consigo resistir . Dpois que peco eu me sinto mau . Eu qero para mais na hj n consigo controla. As veses sim, as veses nois consegui n peca .
E estou nisso ate hj . Estou tentando estamos fazendo jejum . Mais nen sempre eu consigo controla .
Oq vc diz sobre issu ?

Gilson Medeiros disse...

Cara anônima, o relacionamento de vocês não se enquadra na categoria de "namoro", segundo o que creem os Adventistas.

Sugiro que parem imediatamente com qualquer envolvimento sexual entre vocês, se desejam mesmo receberem a bênção do Senhor sobre um futuro casamento.

Se seguirem as orientações que indiquei no texto, bem como aquilo que todos nós sabemos que um casal de namorados deve evitar para não caírem em tentação, creio que o Senhor poderá perdoar os erros passados, e colocar uma pedra sobre aquilo que ficou para trás... Mas, não confunda arrependimento com remorso... Para o arrependimento sempre há perdão. Já para o remorso... não.

Um abraço
Gilson.

Anônimo disse...

Olá Gilson!

Eu me envolvi sexualmente com meu namorado um ano depois de me tornar cristã e a relação se tornou pública. Nos amamos, Queremos casar mas estou com medo! Me ajuda

Gilson Medeiros disse...

Cara anônima, infelizmente isso acontece com muita frequência.

Quanto ao pecado, pode ter certeza que o Senhor a perdoará, se você confessar a ele com coração arrependido.

Quanto à forma como sua igreja ser comportará, ai é outra história... mesmo o Senhor perdoando o pecado, Ele não nos livra de suas consequências, e às vezes elas são bem dolorosas.

Como seu caso já é público, sugiro que procure seu pastor para conversarem sobre o ocorrido, e ver que orientação ele teria para te dar.

Não é fácil, mas Deus estará sempre com você... não se afaste dEle por nada, nem por ninguém.

Um abraço
Gilson.

Anônimo disse...

Prof Gilson, se eu estou noivo e tive relações sexuais com minha noiva (sendo uma unica vez e não veio a público) mas deixamos essa prática, seria realmente possível casarmos na igreja, sendo que devemos contar a verdade se o pastor nos questionar a respeito? Vc já viu um caso parecido onde puderam fazer cerimônia tradicional com a noiva de branco, padrinhos e pastor oficiante? Vc mencionou antes que esse tipo de pecado, quando não se torna público, não devemos solicitar disciplina nem ao pastor nem a anciãos e resolver o caso com o Senhor. Porém, como não revelar o caso se vc nos aconselha (e está certíssimo) a contar a verdade caso sejamos questionados a respeito? Pois, sendo assim, não vejo possibilidade de haver cerimônia de casamento mesmo que haja arrependimento por parte do casal. Estou muito confuso professor. Me ajude a esclarecer essas dúvidas
Grato desde já! Que Deus o abençoe sempre...

Gilson Medeiros disse...

Caro noivo anônimo, se o pastor perguntar, creio que vocês devem falar a verdade, assumindo o risco que a escolha pelo pecado pode lhes trazer.

Esse é um tema muito delicado, e os casais sabem que poderão perder muito quando decidem se envolver sexualmente antes do casamento... infelizmente, insistimos no pecado.

Deus perdoa o pecado, mas nem sempre nos livra das consequências.

Sugiro que escolham um pastor de sua confiança, e sejam sinceros com ele se ele lhes perguntar algo... a verdade sempre é o melhor caminho. Orem para que Deus toque no coração desse pastor, e ele veja que poderá dar a bênção, mesmo assim.

Um abraço
Gilson.

Cursos Básico, Médio e Avançado

Ebook 101 Razões