quinta-feira, junho 21, 2012

Idolatria dos líderes nas igrejas neo-pentecostais

Um dia desses eu estava conversando com alguns amigos, e surgiu um comentário bem interessante sobre o comportamento de alguns líderes pentecostais aqui do Brasil.

Existem 3 grandes denominações que se enquadram no segmentos chamado de "neo-pentecostalismo", o qual engloba estas igrejas surgidas após a década de 1970 e que dão demasiado valor à prosperidade material (Teologia da Prosperidade) e à expulsão de espíritos malígnos, considerados os causadores de todas as mazelas da humanidade.

É curioso observar que estas 3 igrejas têm os nomes quase que idênticos, utilizando-se apenas de sinônimos:

Igreja Universal do Reino de Deus
Igreja Internacional da Graça de Deus
Igreja Mundial do Poder de Deus

UNIVERSAL = INTERNACIONAL = MUNDIAL
REINO = GRAÇA = PODER

Talvez seja porque as 2 últimas são frutos de dissidências entre líderes da primeira...

Mas o comentário que surgiu no diálogo que mencionei acima foi referente à maneira como os pastores e "bispos" procuram "imitar" os trejeitos, modo de falar, de pregar, etc., dos líderes maiores de tais denominações, chegando até a criar alguns "modismos" no vestuário.

Em uma das igrejas, o dirigente máximo tem o hábito de falar de forma "esganiçada", "rouca", com um sotaque bastante "carregado" no "carioquês". Os seus "pastores auxilares" e "bispos" fazem o mesmo. É impressionante! Até os que nasceram e moram no Nordeste procuram imitiar o sotaque e a maneira de falar do seu "chefe" carioca...rsrs

Outro detalhe lembrado sobre este "bispo" é o fato de que ele prega com as mãos arqueadas e os dedos rígidos e estendidos (como se estivesse segurando uma bola de Handball). Não dá outra: os pastores fazem o mesmo... é só observar na TV.

Em outra denominação, o líder (que prefere não se intitular como "pastor" ou "bispo") tem uma maneira de falar bastante própria, com uma dicção bem peculiar. O seu substituto imediato age da mesma forma, imitando também a entonação e o estilo de oratória do líder maior.

Outro fato curioso com a maneira de imitar seus líderes, é o que acontece na mais nova das 3 denominações acima mencionadas. O "apóstolo" (que se auto-proclamou assim) é idolatrado pelo povo, que "esfrega" (literalmente) lenços, toalhas, carteiras de trabalho, gravatas, etc., neste ministro, para que a bênção dele "grude" no objeto utilizado.

Fico imaginando este tipo de cena, e comparo com a maneira humilde, simples e discreta com que Jesus e Seus apóstolos (verdadeiros) pregavam ao povo. E olha que era tudo DE GRAÇA, pois Jesus não exigia pagamento algum para que a pessoa recebesse a bênção. Naquela época, não tinha essa história de "vender" pedras para o povo atirar no "gigante Golias" de suas vidas (feito de isopor e colocado no altar da igreja)...

De tudo isso, resta uma constatação:

O nosso povo brasileiro é muito idolátrico (resquício do romanismo?) e fácil de ser enganado por qualquer "vento de doutrina" que lhe prometa riquezas, mansões, empresas... e com o mínimo de abstinência e renúncia pessoal.

17 comentários:

alexandre disse...

Doutor Gilson disse:

"O povo é muito idolátrico (resquício do romanismo?) e fácil de ser enganado por qualquer "vento de doutrina" que lhe prometa riquesas, mansões, empresas... e com o mínimo de abstinência e renúncia pessoal."

Doutor!Quero apenas lembrar-lhe que NÃO SE ESCREVE RIQUESAS E SIM RIQUEZAS(COM Z).

Um leigo escrever RIQUEZA,UTILIZANDO-SE DO S EM LUGAR DO Z,não é grave porque ele é um leigo,MAS UM DOUTOR COMO VOSSA SENHORIA?


Isso leva as pessoas a descobrirem que o Sr é aquilo que o senhor parece ser,embora diga que não é:
Apenas um leigo querendo se passar por doutor!

Gilson Medeiros disse...

Caro Alexandre, não me recordo em qual momento me proclamo de "Doutor". Você pode refrescar minha mente??????

Também não recordo onde escrevi que sou infalível... pode me relembrar em qual post faço esta arrogante declaração????!!!!

Quanto ao uso equivocado de S no lugar de Z, agradeço a sua correção. Realmente, esta falha passou despercebida pela correção que faço antes de publicar o post. Peço desculpas por tão horrenda aberração, absurda e inaceitável de minha parte, e se agredi a leitura atenciosa e zelosa de alguém tão instruído e sábio quanto V.Sa.

Um abraço.
Gilson.

Gilson Medeiros disse...

Caro Alexandre, você deve estar me confundindo com alguém. Desconheço que site de "ex-adventistas" é esse, e jamais postei nenhum comentário meu neste tipo de site.

Antes de sair xingando as pessoas, no mínimo, certifique-se de que está atacando o "alvo" certo.

alexandre disse...

Gilson disse:
""Caro Alexandre, você deve estar me confundindo com alguém. Desconheço que site de "ex-adventistas" é esse, e jamais postei nenhum comentário meu neste tipo de site."

Pois é, meu caro!Você alega não conhecer o site:

" Desconheço que site de "ex-adventistas" é esse".

Mas em seguida diz que nunca postou nenhum comentário nesse "TIPO" de site.

Como você pode saber que "tipo" de site é o ex-adventistas , se você afirma que desconhece tal site?

A minha análise sobre quem tem uma atitude como a sua , está la no ex -adventistas.

Jailson Passos disse...

Na verdade Gilson , tem um cara que posta algum de seus textos e se denomina Gilson. Deve ser um jovem tentando derrotar os opositores usando a força e uma certa arrogância. O problema que agindo dessa forma alguns adventistas se assemelham aos dissidentes no orgulho e arrogância. E se tornam um prato cheio para eles dizerem: "tá vendo com agem os adventistas".
.
.

Gilson Medeiros disse...

Olá, Jailson.
Obrigado pelo esclarecimento.

Já percebi que algumas pessoas copiam textos aqui do blog, e os utilizam nestes fóruns inúteis de debates teológicos. Ai o pessoal fica pensando que sou eu quem entra nos tais fóruns e provoca eles...rsrs

Valeu pelo comentário!
Um abraço.
Gilson.

Gilson Medeiros disse...

Caro Alexandre, você mesmo disse que o nome do site é "ex-adventistas". Pelo nome, acho que dá para saber do que se trata, ou será que é um site para ensinar a fazer bolo de cenoura com suco de laranja? rsrs

Meu caro, não perco meu precioso tempo entrando nestes sites de debates inúteis. Tenho mais o que fazer. Se alguém copiou algum texto do meu blog, e utilizou neste site que você mencionou, tenha absoluta certeza que não fui eu. Como eu disse, tenho mais o que fazer de útil.

Um abraço.
Gilson.

Jardel Moura disse...

Eu sempre tenho o zelo de tirar o que há de bom em tudo. Veja, a técnica de oratória do Bispo Macedo com as mãos "arqueadas", deve-se e muito pelo fato de ele ter uma deficiência mesmo em uma das mãos. Mas na oratória, é essencial, dependendo do conteúdo da pregação, da entonação etc etc...que se faça o uso das palmas amostra para a platéia. E veja, devido ao aperfeiçoamento da técnica, que permite que quando ele está falando praticamente todos ficam calados sem dar um "pio".

E esse pregadores sabem muito bem usar esses tipos de técnicas. Não é atoa que muitos o imitam de fato.

GUSTAVO ASSIS DE AZEVEDO disse...

Qualquer site que denigre a imagem de qualquer institição religiosa atacando seres humanos tendo aversão aos mesmos está descoprindo o mandamento que diz: '' amai-vos uns aos outros''

JESUS sempre falava a verdade com amor'' Lembremo-nos disso!

Gilson Medeiros disse...

Caro Jardel, obrigado pelo comentário.

passos2 disse...

Seria cômico se não fosse trágico!
O pior é que eles dominan as madrugadas em todos os canais. Não tem nada para assistir na TV, cada canal tem uma igreja dessas. Como rola dinheiro nessas igrejas para pagar tanto tempo de TV!

Anônimo disse...

Caro professor Gilson.

Não ligue pra o tal alexandre, já conheço ele do site Na Mira da Verdade, ele adora atacar os adventistas. É sempre assim provocador, debochado, instigador... eu já estava estranhando ele ainda não ter aparecido por aqui.rsrsr O Leandro nem dá bola pra ele. Mas mesmo assim, gostei da sua resposta pra ele.

Um abraço e fique com Deus.

Wagner Gomes

Gilson Medeiros disse...

Grande Wagner, obrigado pelo comentário.

Tem uns camaradas que ficam postando comentários aqui no blog, e usam até pseudônimos. Tem um em especial, baiano, que vive querendo ficar milionário sem trabalhar, mas que se acha muito esperto e inteligente.

Como eu já disse antes, não tenho tempo a perder com estas pessoas desocupadas.

Um abraço, Wagner.
Gilson.

Rodrigo Oliveira disse...

O engraçado, é que as igrejas neopentecostais no estilo jovem (hillsong, bola de neve, planetshakers, lakewood, comunidade da zona sul, batista da lagoinha etc), tem características bem diferentes das 3 Igrejas do texto, chegando ao ponto de criticar as Igrejas que se utilizam de tais abordagens.

No geral, eles conseguem arrecadar o dinheiro dos fiéis, utilizando-se de técnicas audio-visuais, música cristã contemporânea (rock, pop, reggae etc), atividades seculares para os jovens (surf, dança, artes marciais...) etc. Tais Igrejas se tornam atrativas para os jovens! Na verdade, os cultos são verdadeiros shows!

Sabemos muito bem que os métodos utilizados pelas 3 Igrejas citadas no texto, dificilmente serão utilizados na IASD. Porém, quanto aos métodos das Igrejas neopentecostais ao estilo hillsong... é possível, como já esta acontecendo!

Ellen White diz que no final dos tempos, haverá um contrafação da chuva serôdia dentro da Igreja Adventista. Talvez, o movimento neopentecostal (principalmente no quesito da adoração contemporânea) pode corroborar com isso! Aliás, nós jovens estamos cansados de hinos do Hinário Adventista, não é? :-)

Já ouviram falar do movimento "Jesus Freak", surgido na Alemanha? São de jovens que creem não precisar frequentar uma Igreja para alcançar o 'divino'. Bem... movimento neopentecostal que pode invadir as fileiras de Sião!

Eu sou jovem, tenho 20 anos. Obviamente, não gosto de um culto parado e sem alegria. Não me considero tradicional. Porém, como adventista, não posso dizer que as músicas neopentecostais podem fazer parte do culto das nossas Igrejas! Admitir isso, é pender a IASD para o neopentecostalismo da prosperidade! ;-)

Você pode estar pensando...

Poxa! Mais as Igrejas neopentecostais arrecadam milhares de fiéis! Se a IASD implantasse esse modelo, o nº de membros passaria de 16 milhões para um bilhão!

Bem, há anos atrás, algumas IASDs (na Austrália e EUA principalmente), lançaram o "movimento celebration", o qual implantava os mesmos métodos das megas-igrejas neopentecostais nas IASD. O movimento não deu certo, e o nº de membros não aumentou.

Obviamente, para implantar um modelo neopentecostal na IASD, a teologia adventista deve sofrer sérias mudanças, o que a liderança da época não aceitou, graças a Deus!


Que Deus nos proteja das ondas neopentecostais que vem invadindo diversas Igrejas protestantes mundo afora!


Feliz sábado! :-)

LUIZ disse...

A paz do Senhor Jesus a todos. Realmente existe muita idolatria camuflada em igrejas evangélicas, como creio que em todas as denominações haverá salvos e perdidos, pois a salvação é segundo a bíblia, individual, portanto devemos examinar as escrituras e não dizer amém a tudo que ouvimos.Em relação ao exposto em 1 Coríntios 11, não estaria em parte justificado tal conduta, desde é claro que o líder seja de fato um imitador de Cristo. Não sei se fui claro. Abraços na Paz do Senhor Jesus.

A.K.Renovatto disse...

Certa vez conversando com minha esposa em casa, acabei dizendo que esses líderes das igrejas que mencionou devem fazer um curso intensivo para aprender os trejeitos e tom de voz com o líder rsrs. Realmente é notável que nessas três igrejas em particular, os pastores imitam o líder em tudo. Agora sobre a idolatria, realmente não só os brasileiros, mas em muitos outros lugares, as pessoas sentem necessidade de estar vendo e tocando objetos para "sentir" que estão sendo abençoados. Infelizmente, as novas igrejas que têm surgido muitas vezes usam desses artifícios: copo com água, rosas, lenços e etc. E são bem inovadores, quando pensamos que vimos de tudo, surge outra novidade rsrs, tem um certo líder de uma igreja "nova" (por ética não direi o nome)que prega em certos cultos vestido de uma espécie de "vestido de saco" e coloca uma toalhinha no rosto da pessoa para que venha a esquecer o vício do passado. Antigamente as coisas eram mais sérias, essa é a verdade. Hoje as pessoas se desentendem em suas igrejas e "emburram" que nem criancinhas e abrem suas próprias "igrejas" e o pior é que muitos dissidentes colocam o mesmo nome da igreja que saiu só acrescentando outra coisa no nome, causando assim, escândalos. Acho que deveria ser proibido alguém abrir uma igreja e usar o nome da igreja de onde saiu. Misericórdia, as pessoas não conseguem ser mais humildes, muitos querem ser o centro das atenções e então a saída é convidar os membros rebeldes de uma igreja e abrir a sua igreja!

Cauane disse...

A idolatria está infiltrada em quase ou em todos os movimentos religiosos. A diferença é que uns são mais explícitos outros mais discretos. Também sei que os "idólatras" de tais igrejas não são todas as pessoas, sempre têm as exceções! Uns idolatram seus líderes (papa, padres, pastores, bispos etc), outros idolatram imagens (santos, objetos etc) e outros idolatram placa de igreja e por aí vai...Sempre há pessoas nas mais variadas denominações que não concordam com certas coisas, é ou não é? As exceções existem em todo lugar e são essas exceções que fazem a diferença no cristianismo, não compactuando com as falhas.

Estou começando a entender que se eu quiser a salvação, tenho que parar de ficar olhando as pessoas, as pessoas são diferentes, têm fé diferentes e são falhas, são seres humanos como qualquer outro. O problema é que padres, pastores, bispos quando erram são hostilizados, ridicularizados, porque quando a pessoa consegue uma posição de destaque, automaticamente ela será mais cobrada por acharem que são "exemplos" e por isso, quando erram e/ou pecam, não são perdoados pelos homens.

Padres, bispos, pastores, erram como qualquer pessoa, têm os mesmos dilemas que muitos de nós temos, passam por problemas, angústias, frustrações, momentos de raiva, desânimo, alegrias etc. Claro que se espera que um líder seja "exemplo", mas o erro vêm das próprias pessoas que buscam em seres humanos a "solução e exemplo" de conduta de vida. Quando as pessoas entenderem que homens erram e focarem em Deus, aí haverá talvez uma fé viva e real.

Já fiquei decepcionada com várias coisas por olhar para o homem como se fosse a "resposta", claro que me frustrei. A resposta está em Jesus, quando paramos para "entrar" na presença Dele, seja através da oração, da leitura bíblica, de uma música cristã...começamos a entender que perfeito e sem pecados é Cristo! Estou mais em paz no meu coração porque entendi que perfeição em igrejas (instituições ) não existe. Por mais que sirvam para acolher pessoas e darem alento, falar de Cristo e reunir pessoas em prol de adorar a Deus, essas instituições têm falhas, mesmo as mais empenhadas em serem éticas e sérias (sejam as pentecostais, neopentecostais, tradicionais, conservadoras ou liberais). Não tiro o mérito das instituições e são necessárias, mas todas apresentam falhas por serem "humanas".

Tudo muda de figura quando entendemos que devemos servir a Deus e não aos homens, devemos olhar para Cristo e não para os erros de padres, pastores, bispos, cooperadores etc. Claro que na Bíblia fala sobre imitar os pastores, talvez por isso, muitos acabam "pecando" pelo excesso com que fazem isso...O foco de nossa fé deve ser Jesus apenas, afinal é a Ele que servimos e não a padres, pastores.

"Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens, cientes de que recebereis do Senhor a recompensa da herança. A Cristo, o Senhor, é que estais servindo; pois aquele que faz injustiça receberá em troco a injustiça feita; e nisto não há acepção de pessoas." (Colossenses 3. 23-25)




Cursos Básico, Médio e Avançado

Ebook 101 Razões