quinta-feira, março 24, 2011

O "Espírito" da Samaritana se Repete...

Um dia desses recebi um e-mail de alguém que parece gostar de usar a tática da mulher samaritana - desviar a atenção com o uso de questões teológicas secundárias (o famoso "teologuês").

A pessoa tentava dar um ar "místico" ao termo grego RHEMA, como se a utilização e compreensão desta palavra fosse o supra-sumo da revelação bíblica. Existem até algumas igrejas e institutos que supervalorizam a exegese deste termo, como pode ser verificado em uma pesquisa rápida na Internet.

Ao ler o comentário, fiquei imaginando um outro termo grego que também é muito desconhecido e ignorado por boa parte dos cristãos em geral. A diferença é que esta palavra está intimamente ligada à salvação, sendo, portanto, de importância primária.

Sem querer ser incoerente no uso do "teologuês" (rsrs), vou fazer alguns breves comentários sobre esta palavra grega, uma vez que sua compreensão tem tudo a ver com a mensagem da Igreja Adventista do 7º Dia, a qual prima pela profundidade e veracidade do estudo da Palavra de Deus.

ANOMIA

Este termo é a junção de duas outras palavras:
A = anti, contrário
NOMOS = lei, mandamento

Portanto, ANOMIA significa "contrário à Lei", "rebelde à lei", "inimigo do Mandamento", etc.

Esta palavra, ou suas variantes, ocorre 26 vezes no Novo Testamento:
Rom. 6:19
2Cor. 6:14
1Jo. 3:4
Rom. 4:7
Mat. 7:23
Mat. 13:41
Mat. 24:12
Rom. 6:19
Heb. 1:9
Mat. 23:28
2Tess. 2:3
2Tess. 2:7
Tit. 2:14
Heb. 10:17
1Cor. 9:21
1Tim. 1:9
2Ped. 2:8
1Cor. 9:21
2Tess. 2:8
1Cor. 9:21
Luc. 22:37
Atos 2:23
Rom. 2:12

Observe que, na maioria, o termo foi traduzido por: "iniquidade", "pecado", "transgressão da lei", "sem lei", etc.

De todos os versos, alguns chamam a atenção:

"Todo aquele que pratica o pecado também transgride a lei, porque o pecado é a transgressão da lei (ANOMIA)" (1Jo 3:4).

Para João, pecamos quando "transgredimos a Lei".

"Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de Mim, os que praticais a iniquidade (ANOMIA)" (Mat. 7:23).

Para Jesus, aqueles que mais O desgostam são os que quebram a Sua Lei. Nesta passagem (Mat. 7:21-23) o Senhor também chama a atenção para os que invocam Seu nome na cura de doenças, exorcismos, maravilhas, etc., mas que não O obedecem. Ao final Ele declara explicitamente o motivo de não "conhecer" estas pessoas, e apartá-las de Si: elas quebram Sua Lei.

Conclusão

O estudo sincero e despreconceituoso da Bíblia fará com que o estudante veja que a transgressão da Lei de Deus, de TODOS OS MANDAMENTOS (cf. Sal. 119:151), é uma abominação a Deus.
Por isso, tais pessoas deveriam parar de tentar desviar a direção da reprovação divina, com o uso de artifícios filosófico-teológicos (como fez a Samaritana), mas humildemente aceitarem a reprovação e mudarem seu iníquo procedimento.

Com toda certeza isso passa pela aceitação da Lei de Deus como ainda em vigor e, especialmente (uma vez que é o mais rejeitado) da santificação do Dia que o Senhor escolheu - o sétimo.

Podem esbravejar, gritar, filosofar como for... mas a Verdade nunca muda.
No final, assim como a Samaritana, todos terão que reconhecer que só o Senhor é Deus, e que somente andando sob Sua divina guia é que poderemos estar seguros de nossa fé e salvação.

"Aqui está a perseverança dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus" (Apoc. 14:12).

5 comentários:

Thiago Falcão disse...

O senhor lê pensamentos, Pastor? Por que eu estava esses dias pensando em pedir o favor a um amigo teologando para me dar um estudo exegético de I João 3:4... E então vem esse seu post falando sobre como é no original que já quebrou um galhão!

Muito obrigado mesmo!

Prof. Gilson Medeiros disse...

Caro Thiago, fico muito feliz em poder ajudar.

Um abraço.

JPS disse...

Interessante esses estudos no original.
Gostaria de saber se existe um estudo sobre como as nossas traduções bíblicas são tendenciosas. Como por ex. as traduções das palavras, inferno, espírito, lei, etc.
Dizem que a IASD tem um Bíblia traduzida corretamente, mas isso gera mais preconceito do que uma solução.

Até mais!

Gilson Medeiros disse...

Oi, JSP.
Em um bom livro de "Introdução Geral à Bíblia" você encontra estes estudos sobre as diversas versões. Procure em uma livraria evangélica.

A IASD não tem nenhuma versão própria da Bíblia. Normalmente, utilizamos a de João Ferreira de Almeida, revista e atualizada, que é distribuída pela Sociedade Bíblica do Brasil.

Um abraço.
Gilson.

JPS disse...

Mas há alguns anos surgiu a "The Clear Word" que causou muita polêmica. Nâo conheço e não sei se essa bíblia foi traduzida para o português. Mas segundo dizem era um versão para deixar as doutrinas mais claras aos leitores.

Antes de mais nada, não sou um opositor. Apenas conheço alguns blogs e sites dos opositores...

Cursos Básico, Médio e Avançado

Ebook 101 Razões